Pular para o conteúdo

Falta de vento impede realização de regatas do Campeonato Sul-Americano de Snipe

Marcos Méndez está em POA e registrou toda a beleza das narcejas no Guaíba.

Marcos Méndez está em POA e registrou toda a beleza das narcejas no Guaíba.

Porto Alegre, 17 de abril – A falta de vento impediu a realização das regatas do 36º Campeonato Sul-Americano da classe Snipe programadas para esta quinta-feira, 17 de abril. O início das provas estava marcado para as 13h, mas a calmaria manteve os competidores em terra até 15h15min. As 40 duplas chegaram a velejar até a raia da Baía da Tristeza, na zona sul de Porto Alegre, quando um vento noroeste com seis nós de intensidade finalmente se firmou.  As condições, entretanto, não se mantiveram por muito tempo e as tripulações retornaram ao Clube dos Jangadeiros.

Com isto, a liderança segue com os gaúchos Fernando Kessler e Andrei Kneipp, do Jangadeiros. O segundo lugar é dos baianos Jonhtan Zherke, do Yach Clube da Bahia, seguidos pelos paulistas Rafael Gagliotti e Henrique Wisniewski, do Iate Clube de Santos. Outras três duplas do Jangadeiros aparecem entre as dez primeiras colocadas: Roberto Paradeda e Antônio Rosa (4º), Tiago Brito e Vitor Sabino (7º) e Alexandre Paradeda e Gabriel “Bolinha” Kieling (9º). “Ainda tem muito campeonato pela frente, então não tem nada definido”, afirmou Kneipp.

As regatas do 36º Sul-Americano de Snipe continuam nesta sexta-feira, 18 de abril, a partir das 13h. O objetivo é realizar mais três da série de oito regatas programadas.

 

O 36º Campeonato Sul-Americano de Snipe

Realizado pelo Clube dos Jangadeiros entre os dias 13 e 19 de abril, o evento reúne mais de uma centena de velejadores, incluindo campeões mundiais, pan-americanos, sul-americanos e brasileiros. Atletas brasileiros, argentinos, chilenos e peruanos disputam as regatas nas raias da Pedra Redonda e da Tristeza, zona sul de Porto Alegre. A competição é parte da seletiva para os Jogos Pan-Americanos de 2015 e tem patrocínio da Modular Cargas e apoio da Staub, da Equinautic, da Fundergs, da Ritter, do Boteco Natalício e da Olimpic Sails.

Ivan Netto, da Assessoria do Clube dos Jangadeiros

 

Batalha real nas águas de Auckland. Kate e William competem na Nova Zelândia

Dean Barker, que não é bobo nem nada, formou ao lado da princesa e ainda deixou o marido dela na esteira. Mandou bem!

Dean Barker, que não é bobo nem nada, formou ao lado da princesa e ainda deixou o marido dela na esteira. Mandou bem!

A baía de Waitemata em Auckland, na Nova Zelândia, se tornou o palco de uma batalha real nesta sexta-feira quando o Duque e a Duquesa de Cambridge competiram em veleiros da antiga America’’s Cup. 

Kate, que foi ajudada por Dean Barker, do Emirates Team New Zealand, venceu a prova por 2-0 a bordo do NZL64. Já William navegou com o CEO do Team New Zealand Grant Dalton no NZL41. Milhares de pessoas acompanharam a regata, torcendo com faixas e buzinas a bordo de outros barcos pela baía. 

Cidade das velas
Navegar é um estilo de vida em Auckland. A cidade é conhecida por ser uma das maiores quantidades de barcos per capita no mundo – são 1,3 milhões de habitantes na maior cidade do país. 

Com três portos e inúmeras praias e baías, Auckland oferece diversas opções de passeios aquáticos. Não demora muito entre o visitante sair das compras no coração da cidade e começar a velejar pelas águas de Waitemata para conhecer uma nova ilha, encontrar com golfinhos ou pescar no Golfo de Hauraki.

Da RPM Comunicação

Porto Alegre sedia Sul-americano da classe Soling

O Soling é sempre forte no Guaíba. Por: Ricardo Pedebos/VDS

O Soling é sempre forte no Guaíba. Por: Ricardo Pedebos/VDS

Entre os dias 17 e 20 de abril o Veleiros do Sul realiza o Campeonato Sul-americano de Soling. Serão cerca de 15 tripulações vindas do Brasil (Porto Alegre e Rio Grande), Argentina e Canadá disputando o título continental da classe que já conquistou medalha olímpica para o país.

O destaque da competição será a presença do velejador canadense Peter Hall, bicampeão mundial de Soling e um dos principais nomes da classe na atualidade. “O evento terá um nível técnico alto. “Será uma grande oportunidade para os velejadores locais aprenderem com a experiência do timoneiro Peter Hall””, ressalta o capitão da flotilha do Veleiros do Sul Kadu Berghental .

Também participa a tripulação gaúcha tetracampeã Sul-americana de George Nehm, Marcos Pinto Ribeiro e Lúcio Pinto Ribeiro. Eles defendem o título conquistado no ano anterior em Buenos Aires.

Foto: Tripulação tetracampeã Sul-americana de George Nehm, Marcos Pinto Ribeiro e Lúcio Pinto Ribeiro do Veleiros do Sul e Classe Soling no Guaíba

Ane Meira, da Assessoria de Comunicação do Veleiros do Sul 

 

Clube dos Jangadeiros sediará o 36º Campeonato Sul-Americano da classe Snipe

Dupla Alexandre Paradeda e Gabriel Kieling conquistou a medalha de ouro nos Jogos Sul-Americanos 2014, em Vinã del Mar, no Chile. Crédito Bernardita Grez

Dupla Alexandre Paradeda e Gabriel Kieling conquistou a medalha de ouro nos Jogos Sul-Americanos 2014, em Vinã del Mar, no Chile. Por: Bernardita Grez

Competição reunirá mais de 150 velejadores nas águas do Guaíba, entre os dias 13 e 19 de abril

A língua espanhola vai tomar conta da zona sul de Porto Alegre entre os dias 13 e 19 de abril, quando o Clube dos Jangadeiros realizará o 36º Campeonato Sul-Americano da classe Snipe. O evento deve reunir mais de 150 velejadores, que representarão pelo menos seis países: Brasil, Argentina, Uruguai, Chile, Peru e Equador. As regatas serão disputadas nas raias da Pedra Redonda e da Tristeza e contarão com a presença de campeões mundiais, pan-americanos, sul-americanos e brasileiros. Atual campeã brasileira e dos Jogos Sul-Americanos, a dupla gaúcha Alexandre Paradeda e Gabriel Kieling, do Jangadeiros, está entre as favoritas ao título.

Programação do evento:

Domingo (13/04/2014) 09:00 – 12:00 – Inscrições e medição para as categorias Master e Misto. 14:00 – 17:00 – Inscrições e medição para as categorias Sênior, Júnior e Feminino.

Segunda-feira (14/04/2014) 10:00 – 17:00 – Inscrições e medição para as categorias Sênior, Júnior e Feminino. 14:00 – Regatas para as categorias Master e Misto.

Terça-feira (15/04/2014) 10:00 – 17:00 – Inscrições e medição para as categorias Sênior, Júnior e Feminino. 14:00 – Regatas para as categorias Master e Misto. 19:00 – Cerimônia de abertura do evento e entrega dos prêmios para as categorias Master e Misto.

Quarta-feira (16/04/2014) 13:00 – Regatas para as categorias Sênior, Júnior e Feminino. 18:00 – Confraternização logo após as regatas do dia, com canoa de cerveja, chopp e choripán.

Quinta-feira (17/04/2014) 13:00 – Regatas para as categorias Sênior, Júnior e Feminino. 18:00 – Churrasco no Bar Snipe, logo após as regatas do dia.

Sexta-feira (18/04/2014) 13:00 – Regatas para as categorias Sênior, Júnior e Feminino. 18:00 – Confraternização logo após as regatas do dia, com canoa de cerveja, chopp e choripán.

Sábado (19/04/2014) 11:00 – Regatas para as categorias Sênior, Júnior e Feminino. 20:00 – Cerimônia de encerramento, entrega dos prêmios para as categorias Sênior, Júnior e Feminino e feijoada na Sede da Ilha.

Ivan Netto, da Assessoria do clube

 

 

Trofeo Princesa Sofia: Martine/Kahena e Juju/Gabi representam o Brasil na classe 49er FX

A dupla de velejadoras Martine Grael e Kahena Kunze, líderes do ranking mundial da classe 49erFX, estão na Espanha para disputar o Trofeo SAR Princesa Sofía. A competição, que acontece entre 31 de março e 5 de abril em Palma de Mallorca, vai reunir 882 velejadores de 55 países e será palco da quarta etapa, de cinco, da Copa do Mundo de Vela da ISAF.

“Viemos um pouco antes da competição começar para correr a regata treino, que aconteceu na semana passada e que nós ganhamos. Não teve muito vento, mas fomos bem. Fizemos uma excelente preparação para chegar bem nessa competição, temos bastante concorrentes, mas estamos confiantes”, disse Kahena Kunze.

Uma frota de 51 barcos de 49erFX larga em Palma de Mallorca e mais uma vez as melhores velejadoras do mundo voltam a se enfrentar. Além das brasileiras, as campeãs mundiais Alex Maloney e Molly Meech, da Nova Zelândia, e as campeãs europeias Sarah Steyaert e Julie Bossard, da França, estarão na competição.

“Acho que será a prova com mais participantes da classe. No ano passado muitas duplas novas apareceram e agora todo mundo já se conhece. Todas já sabem bem como funciona o barco e o nível de disputa a cada campeonato aumenta, o que é ótimo para o esporte”, contou Martine Grael.

O evento marca o início do circuito europeu para os velejadores que estão em campanha para os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos do Rio-2016. As regatas começam na segunda-feira, 31/03, com uma classe paraolímpica e dez olímpicas. Na 49erFX a disputa será em 15 regatas, três por dia, mais a medal race, onde só as dez melhores duplas brigam pelo pódio.

Martine Grael e Kahena Kunze estão no segundo ano de competição do ciclo olímpico para Rio-2016. Em 2013 a dupla foi vice-campeã mundial de 49erFX, campeã norte-americana e da Miami OCR, vice-campeã do europeia e campeã sul-americana de 49erFX. Na temporada 2014, Martine e Kahena conquistaram a Copa Brasil de Vela, o vice-campeonato no Norte-Americano e o quarto lugar na etapa de Miami da Copa do Mundo de Vela.

Da assessoria

Ao lado de Bruno Fontes e Matheus Dellagnelo, Scheidt disputa o Trofeo Princesa Sofia

Competição terá presença recorde de quase 1.200 velejadores de 60 países, em campanha olímpica para os Jogos do Rio em 2016

São Paulo – Ponto de partida para a temporada europeia, o 45º Trofeo SAR Princesa Sofía será uma prévia do Campeonato Mundial de Vela – marcado para setembro, também na Espanha – com a participação recorde de quase 1.200 velejadores de 60 países, em Palma de Mallorca. Na classe Laser, a mais numerosa da competição, com 160 barcos, Robert Scheidt, maior medalhista olímpico brasileiro, enfrentará o grupo Top 10 do mundo, a partir desta segunda-feira (31), incluindo o cipriota vice-campeão mundial, Pavlos Kontides e o croata líder do ranking, Tonci Stipanovic.

“Os melhores do mundo estão aqui, o que dá uma sensação realmente de Campeonato Mundial. Alguns atletas estão treinando aqui há mais de um mês, aproveitando o final do inverno na Europa para usar Palma como base de preparação para a temporada. Pela quantidade de barcos da Laser, é possível que tenhamos três flotilhas na fase classificatória, em vez de duas. A classe promete ser intensamente disputada”, avisa Robert Scheidt, com a experiência de quem acumula cinco medalhas olímpicas (2 ouros, 2 pratas e 1 bronze) e 14 títulos mundiais, entre Laser e Star.

Para o brasileiro, que conta com os patrocínios do Banco do Brasil, Rolex e Deloitte, além dos apoios da Audi, do COB e da CBVela, a competição espanhola, válida pela penúltima etapa da Copa do Mundo de Vela, também terá gosto de estreia. Bicampeão do Trofeo SAR Princesa Sofía na Star (2007 e 2012), com Bruno Prada, é a primeira vez que Scheidt participará do evento na classe Laser. “Eu já conheço bem Mallorca, mas não a raia no meio da baía, utilizada para a Laser. Treinei bem durante esses quatro últimos dias, com vento forte, e devo descansar neste final de semana”, comenta o velejador. “Tive uma pausa grande desde o último evento, e espero retomar o ritmo de disputa. Meu objetivo é velejar sempre na frente, entre os primeiros, para brigar pelo pódio”.

Scheidt, que tem como principais objetivos da temporada o evento-teste para os Jogos Olímpicos de 2016, no Rio, em agosto, e o Mundial da ISAF (Federação Internacional de Vela) em Santander, em setembro, terá a companhia de outros três brasileiros na raia espanhola: Bruno Fontes, Matheus Dellagnelo e Alex Veeren. O formato da competição será o mesmo utilizado por eventos olímpicos, com dez regatas, divididas entre a fase classificatória e a fase final, e a medal race, valendo pontos dobrados, no sábado (5/4). A previsão para a Laser é de duas regatas por dia, a partir das 12 horas (8 horas no Brasil).

Da assessoria

Vídeo: Diretor revela os encantos da vela no programa #SAL

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.279 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: