Pular para o conteúdo

Mais de mil milhas atrás, Coville segue confiante no recorde

Apesar de estar quase 1300 milhas atrás do recorde de volta ao mundo em solitário, Thomas Coville não perde as esperanças em sua passagem pelo Oceano Atlântico. “Um dia seria o ideal, temos quase dois, mas poderia ser bem pior com o modo como a alta de Santa Helena se espalhou pelo Atlântico Sul. Nossa meta é rondar o Cabo Horn com no máximo mil milhas atrás”, disse ele. O atual recorde pertence ao Idec de Francis Joyon e para batê-lo, Coville terá que chegar novamente em Ushant, na França, antes do dia 28 de março, às 00h40h34 UTC.

Não há comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: