Pular para o conteúdo

Arquivo de

Velejadores de Brasília recebem homenagem da Câmara Legislativa

No dia 19 de abril, às 9h, acontecerá na Câmara Legislativa do DF uma sessão solene que irá homenagear o Dia do Escoteiro e o 4º aniversário da Associação de Escoteiros do Mar do Distrito Federal  – AEMARDF.  Serão várias as pessoas homenageadas, dentre elas:

Iate Clube de Brasília: 
Frederico Viegas  – Capitão Flotilha Star,
Marcelo Katalinic Dutra – Vice Comdoro do ICB
George Raulino – Capitão da Flotilha Star do ICB 
Cezar Castro – Flotilha Snipe   

Instituto Conhecimento Náutico:
Rommel  Augusto da Silva Castro – Diretor
Eduardo Pachado Marcondes – Diretor

Instituto Rumo Náutico – Projeto Grael:
Axel Grael  – Presidente
Lars Grael  – Conselho Diretor

Cota Mil Iate Clube:
Mauricio Bittencourt Henrique Silva – Comodoro
Renato Moura – Secretario Flotilha Star

Associação Atlética Banco do Brasil:
José Nogueira Neto  Vice Presidente de Náutica

Federação Náutica de Brasília:
Marcos Alberto Carraca de Alcântara  – Presidente
Brice  Ho   – Flotilha Optmist

Todos, segundo a homenagem, prestaram serviço relevante à infância e à juventude do DF. Legal!!

Banque Populaire V chega a Ushant

Depois de quase um mês no mar, o maxi Banque Populaire V chegou novamente a Lorient, na França. A equipe comandada por Pascal Bidegory estava tentando conquistar o Troféu Julio Verne quando, depois de 13 dias no mar, o barco se chocou com um OFNI e teve uma das suas bolinas seriamente danificada. O atual recorde, do Groupama 3, permanece em 48 dias, 7 horas, 44 minutos e 52 segundos.

Semana Brasileira de Vela : equipe do Pan está praticamente definida

Amiguinho e Coveiro, Baby e Bruno, passaporte carimbado para Guadalajara.

Seletiva da Semana Brasileira de Vela apontou classificados para as classes Hobie Cat 16, Lightning, Snipe e Sunfish

O time nacional de vela para os Jogos Pan-Americanos de Guadalajara está praticamente fechado depois de cinco dias de seletiva no Iate Clube de Santa Catarina. As tripulações das classes Hobie Cat 16, Lightning, Snipe e Sunfish já foram conhecidas. Faltam apenas os representantes na Laser (masculino e feminino) e RS:X (masculino e feminino), que serão definidos entre a terça-feira (22) e o domingo (27). Em paralelo, a seletiva olímpica apontará os integrantes da Equipe Brasileira de Vela, que representarão o País nas competições internacionais visando à classificação para a olimpíada de Londres 2012. São os velejadores das Classes Star, 49er, 470 (masculino e feminino), Finn e Match Race.

O domingo de sol, com ventos entre 10 e 15 nós, na praia de Jurerê, em Florianópolis, apontou o último representante no Pan de 2011 na classe Sunfish, a mais equilibrada da Semana Brasileira de Vela disputada por barcos da Laser Radial. O velejador do Veleiros do Sul, de Porto Alegre, Matheus Dellagnelo levou a melhor na somatória de pontos nas 11 regatas realizadas. O desempenho garantiu o jovem de 22 anos na competição de vela do Pan. Dellagnelo vai usar, a partir de agora, um barco Sunfish cedido pela Confederação Brasileira de Vela e Motor.

“Sonho parcialmente realizado. Metade era conquistar a vaga, agora é buscar uma medalha. Vou treinar bastante de Sunfish aqui em Florianópolis. Tenho pouco experiência na classe, mas quero chegar da melhor forma possível ao Pan”, festeja Dellagnelo. O destaque do dia na Sunfish foi o catarinense Bruno Fontes. Ele venceu as duas regatas e terminou a seletiva em segundo lugar, apenas quatro pontos atrás do campeão Dellagnelo.

Na classe Hobie Cat 16, a dupla de Ilhabela (SP), Bernardo Ardnt e Bruno Oliveira, representará o País no Pan depois da frustração na edição passada. Nos Jogos de 2007, os dois lideravam a competição com facilidade e tinham a medalha de ouro assegurada antes das últimas regatas, mas os adversários fizeram um protesto por causa de uma suposta irregularidade em um componente do barco brasileiro, e os juízes decretaram a eliminação.

“Eu encaro as coisas, depois do último Pan, de uma maneira mais leve, apesar de toda injustiça. Não vou mais me estressar e arrancar os cabelos por causa disso. Vou para o Pan sem compromisso, sem pressão. Não quero papo com esse pessoal oportunista que tirou a nossa medalha”, desabafa Ardnt.

No sábado, a equipe de Lighting foi conhecida após nove regatas. Os velejadores do Yatch Clube de Santo Amaro (SP) Cláudio Biekarck, Gunnar Ficker e Marcelo Batista da Silva vão tentar melhorar o desempenho da edição passada, no Rio de Janeiro, quando terminaram a competição com a medalha de bronze. “Vamos treinar e disputar competições de alto nível para não fazer feio em Guadalajara”, afirma Gunnar Ficker.

A dupla Alexandre Tinoco e Gabriel Borges, do Rio de Janeiro, derrotou os últimos dois campeões Pan-Americanos de Snipe (Alexandre Paradeda / Rio 2007 e Bruno Bethlen/ Santo Domingo 2003) e garantiu vaga no México com duas regatas de antecipação. A parceria vai disputar o primeiro Pan da carreira. “Todo nosso planejamento para a competição deu certo. Treinamos muito desde o ano passado para alcançar este objetivo”, relata Gabriel Borges.

Seletiva olímpica começa na terça-feira e favoritos já chegaram – A seletiva pan-americana da Semana Brasileira de Vela reuniu desde quarta-feira 62 embarcações e 95 velejadores. A programação prossegue nesta segunda-feira com a pesagem dos atletas das classes olímpicas. A seletiva olímpica começa na terça-feira, com regatas a partir do meio-dia.

Os favoritos das classes olímpicas já estão no Iate Clube de Santa Catarina treinando na raia montada em frente à praia de Jurerê. O campeão mundial de Laser e Star e dono de quatro medalhas olímpicas, Robert Scheidt, chegou à Florianópolis no sábado à tarde trazendo seu barco. No início da tarde do domingo colocou o veleiro na água e já saiu para o primeiro treino, ao lado do proeiro Bruno Prada. “As condições do mar neste domingo estavam boas. Pelo que o Bruno me falou nesta semana estavam completamente diferentes. Tenho de estar preparado para o que der e vier, porque é difícil ter ventos fortes todos os dias”, analisou Scheidt.

Seu principal adversário na Classe, Torben Grael, veio um pouco antes e treinou nos últimos dois dias com Marcelo Ferreira. Como Lars Grael não participará da seletiva, em função de compromissos pessoais, a disputa na Star deverá ficar restrita às duas duplas.

Os atletas da classe RS:X também já chegaram. O bicampeão pan-americano Ricardo Winicki, o Bimba, é o favorito para confirmar a vaga para Guadalajara e continuar com apoio financeiro da CBVM. “O treinamento para a temporada 2011 continua bastante intensivo. Tenho dois focos no ano: o Pan e o Mundial de Perth da categoria. Quero ser tricampeão pan-americano e fazer história na vela. Mas não tem adversário fácil, principalmente meu aluno Albert Carvalho”, explica Winicki, dono de duas medalhas de ouro e uma de prata nos Jogos.

Na seletiva, o principal adversário de Bimba será o próprio jovem Albert Carvalho, que faz parte do projeto social Bimba Windsurf, em Búzios. “Aprendo demais com ele e com os atletas de fora do País que treinam com a gente. Ele me ajuda com os equipamentos, que são caros. Velejar com o Bimba é diferente porque ele é meu amigo, patrão, ídolo e adversário”, relata Carvalho.

Na classe Finn, o duelo deve ficar entre Jorge Zarif e Henry Boening. Zarif teve os melhores resultados na categoria em 2010. Ele quer repetir a boa temporada e continuar na Equipe Brasileira de Vela. “Já estou competindo lá fora desde 2009 na classe Finn. Me sinto experiente e pronto para representar o Brasil em uma olimpíada”, ressalta a relevação Zarif, de 18 anos.

Resultados finais da seletiva pan-americana

Hobie Cat 16 – 11 regatas (2 descartes)
1- Bernardo Arndt/ Bruno Oliveira – 17 (5+1+1+1+1+5+1+1+1+8+8) – classificado
2- José Roberto deJesus/Anderson S. Brandão – 22 (1+2+5+2+4+1+2+2+3+8+)
3- Mario Dubeux / Karoline Bauermann – 30 (3+4+6+5+3+6+3+3+2+1+8)
4- Claudio Teixeira Jr./ Weverton dos Santos – 32 (2+3+2+3+2+4+6+6+4+8+8)
5- Ricardo Halla / Marcela Mendes – 39 (6+5+3+4+5+2+5+4+5+8+)

Sunfish/Laser Radial – 11 regatas (2 descartes)
1- Matheus Dellagnelo – 31 (5+5+5+9+1+9+2+4+1+6+2) – classificado
2- Bruno Fontes – 35 (33+8+11+4+2+18+1+2+5+1+1)
3- Geison Mendes – 38 (4+1+13+1+6+1+7+3+15+9+6)
4- Allan de Oliveira Godoy – 58 (18+21+1+8+3+6+8+6+10+12+4)
5- Henrique Back – 65 (1+33+24+13+8+11+3+9+3+14+3)

Snipe – 11 regatas (2 descartes)
1- Alexandre Tinoco/ Gabriel Borges – 20 (3+1+4+2+1+3+1+4+1+18+18) – classificado
2- Paulo Santos/ Rodrigo Oliveira – 33 (1+2+3+4+3+12+9+18+5+3+3)
3- Mario Amaral / Matheus Gonçalves – 38 (10+8+5+3+4+5+8+9+2+1+2)
4- Alexandre Paradeda / Gabriel Kieling – 40 (9+4+1+1+2+11+2+1+9+18+18)
5- Samuel Abrecht / Flávio Fernandes – 41 – (2+5+7+11+13+1+5+6+7+4+4)

Lightning – 9 regatas (1 descarte)
1- Cláudio Biekarck/ Marcelo Silva / Gunnar Ficker – 10 (2+2+1+1+2+1+1+1+1) – classificado
2- Mário Buckup/Telma Buckup/ Marc Buckup – 13 (1+1+2+5+1+2+2+2+2)
3- Diego Mello / Jordan Mello / Marcelo da Silva – 26 (4+4+3+3+4+3+3+3+3)
4- Bruno Prada/ Juan de La Fuente/ Nicolas Brancher – 28 (3+3+4+2+3+4+3+5+5)

Clique nos links abaixo e ouça as entrevistas dos campeões deste domingo:

 Bernardo Arndt: http://www.goear.com/listen/a849d6f/bernardo-arndt-velejador-bernardo-arndt
Mateus Dellagnelo: http://www.goear.com/listen/e2b56c0/matheus-dellagnelo-velejador-matheus-dellagnelo

Amiguinho e Coveiro e equipe de Claus garantem vaga no Pan

Semana Brasileira de Vela : duas classes definem representantes brasileiros no Pan
Lightning e Snipe já têm os classificados para Guadalajara. Na classe Sunfish/ Laser Radial, a disputa está acirrada e vai para a última regata

 A vela nacional conheceu os representantes para os Jogos Pan-Americanos de Guadalajara nas classes Lightning e Snipe após nove regatas disputas na Semana Brasileira de Vela, na praia de Jurerê, em Florianópolis. Falta apenas a definição nas classes Hobie Cat 16 e Sunfish / Laser Radial, o que acontecerá neste domingo.

O velejador Cláudio Biekarck confirmou a presença no oitavo pan da carreira junto com os tripulantes de Lightning Gunnar Ficker e Marcelo da Silva. A equipe não precisou das onze regatas para definir a classificação por antecipação. Apesar do duelo acirrado contra a família Buckup em todas as regatas, Biekarck confirmou o favoritismo em Santa Catarina. “Estou muito satisfeito por poder representar o País mais uma vez no Pan. É sempre uma satisfação muito grande. Agora precisamos treinar”, comemora Biekarck, que vai usar o Sul-Americano e o Mundial de Lightning, em Búzios no meio do ano, para entrosar ainda mais o time. Klaus, como é conhecido no mundo da vela, é o maior medalhista brasileiro da modalidade nos jogos com sete conquistas. No último pan, no Rio de Janeiro, os brasileiros ficaram com a medalha de bronze.

A dupla Alexandre Tinoco e Gabriel Borges fez muita festa no Iate Clube de Santa Catarina depois de confirmar presença no primeiro Pan da carreira. A tripulação da classe Snipe comemorou a façanha com champagne e um mergulho na praia de Jurerê. Eles superaram os favoritos Alexandre Paradeda/ Gabriel Kieling e Bruno Bethlen/ Dante Bianchi. Nas últimas três regatas, neste sábado, a dupla ganhou duas. “Muita emoção disputar o Pan pela primeira vez. Para chegar até aqui eu treinei bastante. Velejei na proa ao lado de muita gente boa, o que foi minha grande escola. É um sonho realizado”, relata Tinoco. A dupla Alexandre Tinoco e Gabriel Borges foi formada em novembro de 2009 e a seletiva para o Pan foi a primeira conquista da parceria.

Na classe Hobie Cat 16, Bernardo Ardnt e Bruno Oliveira estão praticamente classificados para o Pan. Os dois venceram as todas as regatas deste sábado e abriram cinco pontos de vantagem para a dupla segunda colocada José Roberto de Jesus e Anderson Brandão. Faltam apenas duas regatas para a definição da seletiva, marcadas para o domingo.

A disputa mais acirrada da Semana Brasileira de Vela está na classe Sunfish/ Laser Radial, que tem 33 barcos na raia catarinense. Com uma vitória, um segundo e um quarto lugares, o velejador local Matheus Dellagnelo reassumiu a liderança da seletiva, que estava até sexta-feira nas mãos do gaúcho Geison Mendes. “Tirei proveito por conhecer bem a raia. É bom saber lidar com as condições meteorológicas. Neste domingo preciso repetir o que fiz neste sábado e torcer para ter vento forte”, reforça Dellagnelo. Geison Mendes caiu para o segundo depois de virar o barco na última regata do dia e perdeu 17 pontos de uma só vez. “Tenho que tentar melhorar para ficar com a vaga. Na última regata, perdi pontos que não precisava”, lamenta Mendes.

Resultados – após quatro dias

Lightning – 9 regatas (1 descarte)
1- Cláudio Biekarck/ Marcelo Silva / Gunnar Ficker – 10 (2+2+1+1+2+1+1+1+1) – classificado
2- Mário Buckup/Telma Buckup/ Marc Buckup – 13 (1+1+2+5+1+2+2+2+2)
3- Diego Mello / Jordan Mello / Marcelo da Silva – 26 (4+4+3+3+4+3+3+3+3)
4- Bruno Prada/ Juan de La Fuente/ Nicolas Brancher – 28 (3+3+4+2+3+4+3+5+5)

Snipe – 9 regatas (1 descarte)
1- Alexandre Tinoco/ Gabriel Borges – 16 (3+1+4+2+1+3+1+4+1) – classificado
2- Alexandre Paradeda / Gabriel Kieling – 29 (9+4+1+1+2+11+2+1+9)
3- Bruno Bethlem / Dante Bianchi – 38 (4+3+8+9+8+4+6+2+3)
4- Paulo Santos/ Rodrigo Oliveira – 39 (1+2+3+4+3+12+9+18+5)
5- Samuel Abrecht / Flávio Fernandes – 44 – (2+5+7+11+13+1+5+6+7)

Hobie Cat 16 – 9 regatas (1 descarte)
1- Bernardo Arndt/ Bruno Oliveira – 12 (5+1+1+1+1+5+1+1+1)
2- José Roberto deJesus/Anderson S. Brandão – 17 (1+2+5+2+4+1+2+2+3)
3- Claudio Teixeira Jr./ Weverton dos Santos – 26 (2+3+2+3+2+4+6+6+4)
4- Mario Dubeux / Karoline Bauermann – 29 (3+4+6+5+3+6+3+3+2)
5- Ricardo Halla / Marcela Mendes – 33 (6+5+3+4+5+2+5+4+5)

Sunfish/Laser Radial – 9 regatas (1 descarte)
1- Matheus Dellagnelo – 32 (5+5+5+9+1+9+2+4+1)
2- Geison Mendes – 36 (4+1+13+1+6+1+7+3+15)
3- Bruno Fontes – 51 (33+8+11+4+2+18+1+2+5)
4- Allan de Oliveira Godoy – 60 (18+21+1+8+3+6+8+6+10)
5- Guilherme Pereira – 65 (24+9+7+11+9+13+9+5+2) 

Por Flavio Perez, da ZDL de Comunicação

%d blogueiros gostam disto: