Pular para o conteúdo

Arquivo de

Nerone vence o Australiano de Farr 40

Terminou neste fim de semana o Australiano de Farr 40. Depois de oito regatas e quatro vitória o Nerone, de Massimo Mezzaroma, ficou com o título. A competição serviu como prévia do Campeonato Mundial, que começa dia 23 e segue em águas australianas até o dia 26. Veremos!

Na BWR, Estrella Damm e Groupe Bel param em Wellington

Separados por apenas 26 minutos o Estrella Damm e o Groupe Bel chegaram ontem à Wellington, capital da Nova Zelândia para reparos. Desde o dia 17 os dois haviam trocado de posição quatro vezes, incluindo na entrada do porto. Com isso o Renault ZE Sailing Team assume a terceira colocação da Barcelona World Race, atrás do líder Virbac Paprec 3 e do segundo colocado Mapfre. Os dois terão de ficar aportados por pelo menos dois dias como penalidade.

Equipe Itapuca competirá pelo Veleiros do Sul

As meninas do Rio Dani, Juju e Gabi

O Veleiros do Sul passa a contar com uma das principais equipes femininas de match race do país. Composta pelas velejadoras Juliana Siqueira Senfft, Gabriela Nicolino de Sá e Daniela Adler Pimentel Duarte, a equipe Itapuca, do Rio de Janeiro, defenderá as cores do clube gaúcho até a Olimpíada de Londres em 2012.

O acerto vai proporcionar ao time o apoio para participar dos principais eventos de match race no Brasil e exterior, e ainda dos treinamentos do Núcleo de Vela de Alto Rendimento, que funciona no Veleiros do Sul. A Pré-Olímpica que começa nesta segunda-feira em Florianópolis, terá a presença da mais nova tripulação do VDS.

“Pela primeira vez a nossa campanha tem um apoio consiste de um clube. O Veleiros do Sul possui uma excelente estrutura de vela, disponibilidade e um direcionamento para o esporte. Aqui estão dispostos a buscar recursos e contam com projetos incentivados do Governo”, diz Gabriela Sá.

A proeira da equipe também ressalta que o Veleiros do Sul é o único clube brasileiro da atualidade a contar com os barcos da classe Elliott 6M, que serão usados na modalidade de match race feminino na Olimpíada de Londres em 2012 e Rio 2016. “Aqui iremos participar das clínicas que são importantes para nosso crescimento. O último evento com a norte-americana Sally Barkow – realizada de 2 a 7 de fevereiro no VDS – foi sensacional, aprendemos muita coisa para fazer frente ao nível internacional,” comenta Gabriela.

A equipe vai dividir o seu tempo entre o Rio de Janeiro e Porto Alegre neste primeiro semestre devido à faculdade das meninas, mas depois permanecerá mais no Clube para os treinamentos. “Nós temos estabelecida uma agenda de competições importantes para este ano. Temos a Pré-Olímpica e seletiva sul-americana da Nations Cup, e depois os eventos internacionais de match race na França, Holanda, Inglaterra e Estados Unidos, entre outros”, conta Juliana Senfft, timoneira.

Por Ricardo Pedebos, da assessoria do VDS

Circuito Ilhabela de Vela Oceânica chega à 11ª temporada com patrocinador novo

Tradicional competição terá patrocínio da Suzuki e começará nos dias 19 e 20 de março

Tradicional competição do iatismo brasileiro, o Circuito Ilhabela de Vela Oceânica chega à sua 11ª edição com patrocinador novo. A Suzuki Veículos é o apoiador da competição que agora ganha o nome de Copa Suzuki Jimny. Serão quatro etapas e diversas atrações ao longo do ano em Ilhabela (SP).

“O Circuito Ilhabela chega à 11ª edição com fôlego novo com o patrocínio da Suzuki Veículos e sua marca Jimny. Com isso teremos agora a Copa Suzuki Jimny que garantirá importante espaço para a vela de oceano em todas as etapas”, afirmou o diretor de vela do Yacht Club de Ilhabela, José Manuel Nolasco.

A abertura da competição será em dois finais de semana, dias 19, 20, 26 e 27 de março. A regata de abertura, no dia 19, comemorará os 40 anos da Capitania dos Portos de São Sebastião. A segunda etapa, entre os dias 23 e 26 de junho, será válida como Warm-up da Semana Internacional de Vela de Ilhabela.

Já a terceira etapa será nos dias 17, 18, 24 e 25 de setembro, com regatas válidas também para o Campeonato Paulista de Oceano. A decisão do 11º Circuito Ilhabela de Vela Oceânica – Copa Suzuki Jimny será nos dias 26 e 27 de novembro e 3 4 de dezembro e a maior atração será a Regata Volta a Ilhabela/Sir Peter Blake.

Estão convidadas as classes ORC In ternacional, ORC Club, C 30, HPE 25, BRA-RGS/SP, DELTA 32 e RGS CRUISER (mínimo 30 pés). As inscrições para a primeira etapa serão feitas na sede do YCI, nos dias 18 e 19 de março, na secretaria do evento, com valor de R$ 80,00 por tripulantes (exceto tripulante-Mirim, que é isento de taxa de Inscrição). O aviso de regata da primeira etapa já está disponível no site do YCI no endereço http://www.yci.com.br/imagens-arquivos/vela/circuito-2011/1a-etapa/1o-aviso-1a-etapa.pdf

Em 2010, a competição reuniu 70 veleiros e realizou 27 regatas. “Estamos contentes com o nível apresentado até o momento, sabemos da importância da competição para a vela de oceano e queremos fazer um grande campeonato para todos em 2011”, completou Nolasco.

A Copa Suzuki Jimny – XI Circuito Ilhabela de Vela Oceânica tem organização da Yacht Club de Ilhabela, com patrocínio máster da Suzuki e apoio da Brancante Seguras, Prefeitura Municipal de Ilhabela e Delegacia da Capitania dos Portos em São Sebastião.

Classificação final de 2010
ORC-Club – com 4 descartes
1- Orson/Mapfre (Carlos Eduardo Souza e Silva) – 26 pontos perdidos
2- Fantasma (Reginaldo Costa) – 53 pp
3- Asbar II (Sérgio Klepacz) – 66 pp
4- Realizado (José Luís Apud) – 70 pp
5- Orson/Sereloco (Fábio Faccio) – 79 pp

RGS-A – com 4 descartes
1- Jazz (Valéria Ravani) – 27 pp
2- Inaê (Bayard Umbuzeiro Filho) – 48 pp
3- Jyllic II (Martin Bonatto) – 61 pp

RGS-B – com 4 descartes
1- Palmares (José Romariz Filho) – 24 pp
2- BL-3/Bematech (Clauberto Andrade) – 46 pp
3- Blue Too/LaLampe (Domingos Carelli Neto) – 53 pp

RGS-C – com 4 descartes
1- Rainha (Leonardo Pacheco) – 32 pp
2- Helios Neurotech (Marcos Gama Lobo) – 46 pp
3- Ariel (Luiz Henrique Pimenta) – 53 pp

HPE25 – com 4 descartes
1- Ginga (Breno Chvacier/ Vicente Melo Monteiro) – 53 pp
2- HeliSolutions (Dario Galvão) – 97 pp
3- Max (Anderson Biason) – 99 pp
4- Iansã (Arthur Vasconcellos) – 115 pp
5- Stella Artois (F ábio Bocciarelli) – 175 pp

Bico de Proa A – com 4 descartes
1- Cocoon (Marcelo Caggiano) – 17 pp
2- For Sale (Decio Goldfarb) – 50 pp
3- Ydypy (Marco Antonio Aleixo) – 59 pp

Bico de Proa B – com 4 descartes
1- Tabarly (Fábio Rivetti) – 25 pp
2- Ilhasailing (Winston Guy) – 51 pp

Skipper 21 – com 4 descartes
1- Saruê (Diego Zaragoza) – 16 pp
2- Alegria (Carlos Alberto Gallo) – 39,5 pp
3- Sextante (Thomas Shaw) – 44 pp

Delta 32 – com 4 descartes
1- Palmares (José Romariz Filho) – 28 pp
2- Fantasma (Reginaldo Costa) – 53 pp
3 – BL3/Bematech (Clauberto Andrade) – 67

Por Vinícius Cabral, da ZDL de Comunicação
%d blogueiros gostam disto: