Pular para o conteúdo

Arquivo de

ETNZ vence a última regata e fica com o título em Cascais

Larry Ellisson se junta à Dean Barker (esq), Spithill e Hutchinson no pódio

Neste domingo foi disputada a última regata da America´s Cup World series em Cascais, Portugal. Esta prova, em que o vencedor leva o título, é a única que somará pontos para o restante da competição, que terminará em julho de 2013, nos Estados Unidos. E desta vez o Emirates Team New Zealand velejou bem, sem erros, e subiu ao lugar mais alto do pódio. A Artemis Racing ficou com a medalha de prata e A Oracle Racing Spithill, que venceu o campeonato de match race neste sábado, ficou com o bronze. A equipe Americana contou com a presença do “chefe” Lary Ellisson como convidado a bordo do barco hoje.

Quem surpreendeu foram os espanhóis do Green Comm, que subiram no barco pela primeira vez há uma semana, e ficaram com a 5ª colocação geral. “Foi um dia fantástico para a equipe. Hoje demonstramos o espírito da equipe que é ‘nunca se dê por vencido, lute até o final´. Estamos muito contentes com o nosso progresso”, disse Vasilij Zbogar, skipper espanhol.

O resultado final da primeira etapa da America´s Cup World Series foi o seguinte:
1. Emirates Team New Zealand, 10 pontos
2. Artemis Racing, 9
3.ORACLE Racing Spithill, 8
4. ORACLE Racing Coutts, 7
5. Green Comm Racing, 6
6. Aleph , 5
7. Team Korea, 4
8. Energy Team, 3
9. China Team, 3

Campeonato Cascais AC Match Race:
1. ORACLE Racing Spithill, 10 pontos
2. Emirates Team New Zealand, 9
3. Artemis Racing, 8
4.  Team Korea, 7
5. ORACLE Racing Coutts, 6
6. Energy Team, 5
7. Green Comm Racing, 4
8. Aleph , 3
9. China Team, 3

Vídeo: Trimmer do Green Comm comenta o bom resultado na regata deste domingo

Silva Hispaniola e Feel Good são os novos campeões mundiais de ORCi

Terminou neste sábado na Noruega o Mundial de ORCi. O vento não apareceu no último dia de regatas e as equipes Silva Hispaniola, da Alemanha, na divisão 1, e Feel Good, da Suécia, na divisão 2, foram coroados campeões.

Os alemães tiveram ótimos resultados, ficando sempre entre os quatro primeiros colocados, abrindo 9,5 pontos de vantagem sobre o Gertrud, segundo colocado. Já os suecos, tiveram como pior resultado um 6º, se mantendo entre os 3 nas demais regatas.

Terceira perna da Solitaire du Figaro larga em Dún Laoghaire

O vento forte pegou os skippers de surpresa na largada da regata

Ao meio dia deste domingo, horário local, em Dún Laoghaire, largou a terceira perna da regata Solitaire Du Figaro. Os 49 barcos seguirão agora para Les Salbes d´Olone, a 447 milhas de distância. E logo nos primeiros minutos de regata já deu para ver que esta perna não será fácil. Em questão de segundos o vento pulou de 5 para 15 nós, rondado, causando uma freqüente troca de posições.

Suduca de mais de 30 nós cancela regatas finais na Mitsubishi Sailing Cup em Búzios

Um S40 em foto-arte capizzânica nas águas da península anteontem.

O último dia da segunda etapa da Mitsubishi Sailing Cup 2011 em Búzios não teve regatas disputadas. Negra, na S40 e Ginga, na HPE25, são os grandes campeões.

Para coroar uma das mais disputadas etapas da Mitsubishi Sailing Cup as condições em Búzios hoje ajudaram a manter a mística do local e a impressionar aqueles que ainda não tinham navegado nesta raia.

Com as regatas marcadas para 11 horas, todos os barcos foram para a raia nesta manhã com o vento praticamente nulo e ficaram na água aguardando o início das regatas. O que se viu então foi o fenômeno conhecido pelos locais como “viração”. O vento sudoeste entrou com força, foi de zero a 30 nós (quase 60 km/h) em poucos minutos, e a Comissão de Regatas foi obrigada a cancelar a única regata prevista para cada classe hoje devido ao excesso de vento.

Com isso, os resultados de ontem ficaram valendo e após sete provas, das oito previstas, o barco argentino ‘Negra’, do comandante Nicolas Gonzalez, que conta com tripulação uruguaia e o tático italiano Francesco Bruni, se sagrou campeão da segunda etapa da Mitsubishi Sailing Cup 2011 na classe S40. Já na classe HPE25, o líder de ontem, o veleiro ‘Ginga’, de Breno Chvaicer, levou a taça.

Completando o pódio na S40 como vice-campeão ficou o chileno ‘Pisco Sour’, do comandante Bernardo Matte, que conta com a estrela da vela argentina Guillermo Parada como tático. Por curiosidade, o barco que traz o irmão de Guillermo, Mariano “Cole” Parada, como tático, o argentino ‘Patagonia’, ficou em terceiro lugar.

“Nunca havia navegado aqui em Búzios e posso dizer que é um dos melhores campos de regata do mundo. Muito aberto, com ventos muito bons. Para mim velejar aqui na América do Sul em tão alto nível é como realizar um sonho”, declarou o tático do ‘Pisco Sour’ e uma das estrelas mundiais do evento, Guillermo Parada.

No acumulado das duas etapas o ‘Negra’, que foi campeão em 2010 e também na primeira etapa de 2011, segue na liderança isolada. O ‘Pisco Sour’ está em segundo e o ‘Patagonia’ em terceiro.

HPE25 – A classe HPE25 tem se mostrado uma das mais competitivas da Mitsubishi Sailing Cup e em Búzios não foi diferente. A briga entre ‘Match Point’ e ‘Ginga’ tem levado emoção à classe. Com os resultados de ontem sendo validados o ‘Ginga’ foi campeão da etapa, com o ‘Match Point’, de Hugo del Priore como vice-campeão e o ‘Aventura’, de José Vita , em terceiro.

“Eu gosto muito de velejar com estes meninos de Ilhabela. Fiquei muito feliz de velejar aqui em Búzios. A raia é fantástica e para nós foi ótimo porque estamos agora a um ponto apenas da liderança e vamos com tudo na etapa do Rio”, comemorou Breno, o comandante campeão da HPE25.

No acumulado, após duas etapas, as posições se invertem. O ‘Match Point’ lidera, com um ponto de vantagem após 15 regatas, sobre o ‘Ginga’. O ‘Atrevido’ de Fábio Bocciarelli, quarto na etapa de Búzios, aparece em terceiro no resultado acumulado.

Fui!!!

%d blogueiros gostam disto: