Pular para o conteúdo

Rambler capota e Banque Populaire e VO70 árabe batem recordes na Fastnet Race

O Rambler perdeu a quilha e capotou

A edição 2011 da Rolex Fastnet Race foi cheia de acontecimentos. Depois de contornar ‘a pedra’  o maxi Rambler, de 100 pés, perdeu a quilha basculante e capotou. A Marinha agiu rápido e resgatou os 21 tripulantes. Mas as emoções da regata de 86 anos não pararam por aí!

Loic Peyron não pode dizer que sofreu. O skipper francês do Banque Populaire bateu o recorde da regata, completando o percurso em apenas 1 dia, 8 horas e 42 minutos. Sua velocidade média foi de 18,5 nós. O recorde anterior era de 1 dia, 16 horas e 27 minutos, estabelecido por ele mesmo, a bordo do Fujicolor, em 1999.  Na semana passada, Peyron estava em Cascais disputando a America´s Cup World Series como skipper do Energy Team.

Já nos monocascos, o time árabe de Abu Dhabi, liderado pelo irlandês Ian Walker não fez por menos em águas celtas, venceu a disputa ‘interna’ com os outros dois VO70 presentes e ainda bateu o recorde de monocasco da prova por mais de uma hora . O Azzam, desenhando por Bruce Farr,  que quer dizer determinação em árabe, chegou 6 minutos à frente do Groupama 4, de Franck Cammas, e mais de uma hora antes do Sanya, barco chinês – na verdade o antigo Telefônica Azul -, timoneado por Mike Sandersosn. Detalhe: os 3 VO70 chegaram abaixo do tempo do recorde anterior, do ICAP Leopard de 1d,20h,18m. A volta ao mundo promete!

Fui!

Não há comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: