Pular para o conteúdo

Arquivo de

Yuri Reither, de Pernambuco, vence o Sul-Brasileiro de Optimist em Porto Alegre

O pernambucano Yuri Reithler foi o vencedor do 33º Campeonato Sul-Brasileiro da classe Optmist que encerrou nesta terça-feira no Veleiros do Sul. O primeiro título conquistado fora do seu estado deixou o velejador do Cabanga Iate Clube muito gratificado. Ele foi um dos mais regulares entre todos os 79 participantes da classe veteranos e apesar da desclassificação na última regata, por largar escapado, obteve a vitória em Porto Alegre.

“Deu para ver que todos estavam bem preparados. Eu mesmo peguei muitas dicas do meu técnico, o Edival Júnior, e aqui do Átila. Com eles entendi melhor a raia e o resto era fazer o ‘feijão com arroz’. Este campeonato me serviu como um treino para o Brasileiro de 2012 que também será em Porto Alegre”, comentou Yuri, 14 anos, que começou na Optimist há dois anos influenciado pela família.

Na segunda colocação da classe veteranos ficou o paulista Gabriel Elstrodt, o Catotinha, atual campeão brasileiro. Na categoria feminina a vencedora foi Maria Luiza Rupp, 14 anos. “Este é meu primeiro título sul-brasileiro. Foi um campeonato de bom nível técnico e vento forte”, disse a velejadora do Iate Clube de Santa Catarina. O gaúcho Tiago Brito, do Clube dos Jangadeiros, ficou com o Troféu Rotativo Sul-Brasileiro.

Na classe estreante deu uma dobradinha do Veleiros do Sul. Em primeiro lugar ficou Tiago Quevedo e em segundo Gabriel Mueller. Este foi o segundo título seguido de Tiago, 10 anos. Em julho venceu o Brasil Centro de Optimist, em São Paulo. Agora velejando em casa demonstrou muita competência na raia ao chegar na primeira colocação em quatro das cinco regatas disputadas.

“Nenhum campeonato é fácil e esse teve adversários fortes. Consegui obter boas classificações nas regatas e andei bem em todas as condições de vento”, disse Tiago que começou a velejar aos 9 anos no seu Clube. Na categoria feminina a campeã foi Marina Hutzler, do Cabanga Iate Clube.

O último dia foi de condições ideais para uma competição de vela. O sol voltou a brilhar em Porto Alegre e o vento se manteve firme na direção sul com intensidade de 12 a 15 nós. O programa do Sul-Brasileiro previa nove regatas para os veteranos e seis para os estreantes. Mas devido às condições do tempo, no domingo sem vento e na segunda-feira com chuva, fez que o campeonato completasse cinco regatas nas duas classes com direito a um descarte.

A chegada ao pátio do clube ao final da competição foi bem alegre. Todos queriam comentar as suas impressões das três regatas realizadas no dia. Muitas conversas, risadas e brincadeiras entre os timoneiros. E esse clima festivo se estendeu para a entrega de prêmios e jantar campeiro com a presença de todos os participantes, além de pais, convidados e a comodoria do Veleiros do Sul. O Sul-Brasileiro teve a participação de 79 veteranos e 20 estreantes das flotilhas do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Distrito Federal e Pernambuco.

Campeões por categorias

Veteranos:

Feminino: Maria Luiza Rupp (ICSC/SC)
Mirim: Gabriel Lopes (VDS/RS)
Infantil: Michel S. Durieux (ICSC/SC)
Juvenil: Yuri Reithler (CIC/PE)

Estreantes

Feminino: Marina Hutzler (CIC/PE)
Mirim: Tiago Quevedo (VDS/RS)
Infantil: Felipe Petersen (ICRJ/RJ)
Juvenil: Gabriel Mueller (VDS/RS)

Por Ricardo Pedebos, da assessoria do VDS

Parada da Volvo em Itajaí terá clínica de Optimist e regata

Itajaí se prepara para receber a maior regata de volta ao mundo do planeta, a Volvo Ocean Race. Contudo, a prova promete trazer uma série de benefícios para a cidade, entre eles a oportunidade de ampliar o contato de jovens com a vela.

Durante a parada da VOR, programada para abril de 2012, a organização da prova irá realizar a Volvo Ocean Race Academy, um projeto inédito que envolve clínica de vela e regata para a garotada. O objetivo é promover o primeiro contato com o esporte, bem como fazer os jovens explorarem suas habilidades no ambiente da vela. A iniciativa da VOR tem apoio da Federação Internacional de Vela (ISAF) e da Confederação Brasileira de Vela e Motor (CBVM).

O projeto, que tem coordenação de Katie Hearsum, será realizado em todas as paradas da competição e pretende atingir 14 mil crianças e famílias sob uma experiência única e prazerosa. Serão programadas visitas nas escolas locais para divulgar a Academia e fazer o recrutamento de participantes.

“A Volvo Ocean Race tem se comprometido à aprimorar a vela juvenil e tem encorajado os mais novos à cair na água. Com esse contato experimental,nós esperamos atrair crianças e jovens locais para o mundo da vela e, claro, para nossa regata. Além disso, nos queremos deixar um legado para cada cidade-sede e por isso iremos trabalhar com os clubes locais para alcançar nossas metas”, explicou Knut Frostad, CEO da Volvo Ocean Race.

Durante a clínica, os jovens participantes irão desenvolver suas habilidades na água de maneira descontraída. Depois disso, oito equipes serão formadas irão participar de uma regata. Cada equipe terá quatro componentes e a VOR Academy irá providenciar os barcos.Os vendedores de cada regata, ou seja uma equipe representante de cada Stopover, serão convidados a participar de uma regata final, que será realizada na cidade de Galway, na Irlanda, em data próxima ao término da VOR.

Além de aproveitar as paradas para fomentar a vela entre os jovens, a VOR Academy decidiu agregar o windsurf à programação. Serão dois dias de competição, que reunião meninos e meninas, com uma grande final entre os três melhores competidores. Um total de 40 Optimists serão formados para a regata local, que ocorrerá no final de semana anterior à In-Port Race e Leg Star de cada parada.

Da ZDL de Comunicaçao

Sul-Brasileiro de Snipe começa nesta quarta-feira em Santos

A partir desta quarta-feira, velejadores de todo o país estarao reúnidos em Santos para o Campeonato Sul-Brasileiro da classe Snipe. Estao programadas oito regatas, até o próximo domingo, sendo no máximo duas por dia.

Primeiro dia da Maxi Yacht Rolex Cup é cancelado por excesso de vento

O primeiro dia de regatas da Maxi Yacht Rolex Cup, que está acontecendo na Costa Smeralda, na Sardenha, Itália, teve que ser cancelado por causa do vento forte. A previsao é que as regatas comecem pra valer nesta quarta-feira.
O Brasil estará representado por Lucas Brun, trimmer de mestra do Magic Carpet Squared. Para acompanhar os resultados, clique aqui.

Ingleses vencem o Mundial por Equipes da Isaf

A equipe britânica West Kirby Team triunfou no último domingo ao vencer o Mundial por Equipes da Isaf nas categorias Open e Junior. O campeonato aconteceu em Schull Harbour, na Irlanda. A equipe venceu os americanos do NYYC Team Extreme na final do Open e a equipe local Schull Community College na final do Júnior.

%d blogueiros gostam disto: