Pular para o conteúdo

Arquivo de

Ventos fortes marcam primeiro final de semana da terceira etapa da Copa Suzuki Jimny

Competição em Ilhabela é válida pelo Campeonato Paulista de Vela Oceânica

Etapa marcou a estreia do Carabelli 30 em águas brasileiras

Nos dois dias de disputas em Ilhabela, pela terceira etapa da Copa Suzuki Jimny, a média de ventos superou 20 nós. Condições que exigiram atenção especial das tripulações das classes ORC, HPE, BRA-RGS-A, B, C e Cruiser, Delta 32 e Skipper 21. O evento contou com 37 barcos e será finalizado no próximo final de semana. Quem conseguir a melhor média nos quatro dias de regatas ficará com o título Estadual de vela oceânica.

Quem mostrou adaptação ao regime de ventos e as ondas do litoral norte na BRA-RGS foi o Fram, de Felipe Aidar. O barco venceu as três regatas e deu um passo decisivo para a conquista do troféu transitório da categoria.

“A condição já era esperada e, por isso, nossa equipe fez uma revisão para aguentar a ‘porrada’ de vento. Vale destacar o trabalho da nossa tripulação, que está cada vez mais entrosada. Fiquei muito satisfeito”, contou Felipe Aidar, do Fram. Os barcos Palmares, Jazz e Blue Too completam as quatro primeiras posições.

E no somatório geral das quatro provas da classe HPE25, o Ginga mostrou que o ano de 2011 é um dos melhores da tripulação. O time lidera com três vitórias e um quarto lugar. Os adversários terão que conseguir uma combinação de resultados improvável para tirar o título antecipado da equipe de Ilhabela da Copa Suzuki Jimny.

Quem está posições atrás como o Vuarnet Cotia, por exemplo, aproveita a competição para tentar ajustar as manobras e se aproximar do líder, principalmente com vento forte. “Velejar com esse vento é uma emoção muito grande. O barco fica mais planador e gostoso, mas dá trabalho para toda a tripulação, porque parece uma lancha”, contou o comandante do Vuarnet Cotia, Roberto Mangabeira Albernaz.

Na ORC, o Orson Mapfre ampliou a vantagem neste domingo (18) sobre os adversários Alegria e Colin. O evento teve também uma demonstração do veleiro one design Carabelli 30. O Barracuda Matrix treinou nas águas de Ilhabela e mostrou a potência e o custo-benefício do barco.

Resultados do Campeonato Paulista de Vela Oceânica:
BRA-RGS- 4 regatas
1- Fram (Felipe Marinho Aidar) – 3 pontos perdidos (1+1+1+3)
2 – Palmares (José Romariz Filho) – 9 pp (2+3+4+9)
3 – Jazz (Valeria Ravani) – 12 pp (5+4+3+12)

HPE – 4 regatas com 1 descarte
1 – Ginga (Breno Chvaicer) – 7 pp (4+1+1+1)
2 – Bixiga (Pino Di Segni) – 11 pp (1+4+4+2)
3 – Avantto (Dario Galvão) – 14 pp (5+3+3+3)

Por Flavio Perez, da ZDL de Comunicação

Equipe de Henrique Haddad é bronze na Nations Cup

Terminou neste domingo em Sheboygan, nos EUA, a Grand Final da Nations Cup. Os brasileiros comandados por Henrique ‘Gigante’ Haddad ficaram com o bronze na categoria Open, enquanto as meninas comandadas por Juju Senfft terminaram em 5º entre as mulheres. O título da open ficou com Laurie Jury, da Nova Zelândia, que venceu o dinamarquês Mads Ebler por 2×1 na final. Na feminina a francesa Claire Leroy venceu a portuguesa Rita Gonçalves por 3×0.

 

Ventos e correnteza desafiam velejadores na Regata Arquipélago, em Floripa

O vento nordeste desafiou as tripulações que disputaram neste sábado a Regata Arquipélago, válida pela 5ª etapa da Copa Veleiros de Oceano, em Floripa. Soprando forte logo após a largada, o ‘nordestão’, como é chamado, foi diminuindo de intensidade e deixando uma forte correnteza que deu trabalho para ser superada.

O percurso com 31 milhas envolvia as ilhas do Arvoredo e Mata Fome, e os veleiros mais velozes da classe ORC travaram um duelo que terminou com menos de 1 minuto de diferença. O Catuana Kim, de Paulo Cocchi, que retornava as competições depois de 10 meses parado saiu na frente, mas foi superado pelo Katana Energia, de Fabio Filippon, por 29 segundos depois de mais de 5 horas de regata. Em terceiro lugar na classe ficou com os gaúchos do San Chico 2.

Na classe RGS A, a vitória foi do Revanche, de Celso Faria, único a cruzar a linha de chegada com a desistência do Missionário. Situação parecida na RGS B onde o Zephyrus Made in Floripa, de Tarcisio Matos, que cruzou a linha de chegada depois de quase oito horas de regata para descobrir que seus adversários Nemo e Bom Abrigo haviam desistido.

Na classe RGS C, o Neon, de Maurity Borges Jr., venceu o duelo contra o Cresta, de Sergio Seviliano, por um detalhe que é praticamente um mantra entre velejadores: banana! “Juro que não sabia que banana a bordo dava azar”, explicava o comandante Seviliano. Entre os veleiros da RGS Cruzeiro, a vitória foi do veleiro Maresia

Vídeo: Zephyrus, campeão da Regata Arquipélago na RGS-B

Delirium venceu a regata 41º Troféu Seival do Circuito Conesul

O segundo colocado na regata, C’est la vie VI, de Henrique Dias, mantém a liderança na classe BRA-RGS A. O Magia, de Rodrigo Castro, manteve a invencibilidade na BRA-RGS B e é o campeão por antecipação do Circuito que encerra na terça-feira (20) 

As duas regatas de percurso longo do Circuito Conesul foram realizadas neste fim de semana no Veleiros do Sul. O 41º Troféu Seival e a 22ª Regata Farroupilha largaram às 11h27min no sábado em frente à Usina do Gasômetro, zona central de Porto Alegre, e foram assistidas pelo público presente na orla do Guaíba.No Troféu Seival, o Delirium, do comandante Darci Rebello Jr foi o vencedor na BRA-RGS A. Ele obteve o melhor tempo corrigido da regata de 60 milhas de distância com 15h26min13s. Em segundo lugar ficou o C’est la vie VI, de Henrique Dias, com 15h32min23s. A taça Xodó, destinada ao barco fita azul, ficou com o Boa Vida IV, de Marcelo Bernd. Ele foi o primeiro a cruzar a linha de chegada às 3h23min13 da madrugada de domingo.

Na 22ª Regata Farroupilha, com percurso de 45 milhas, o Magia, de Rodrigo Castro, ficou em primeiro lugar com 9h49min46s no tempo corrigido e já é o campeão por antecipação na classe RGS-B.A inconstância do vento foi apontada pelo trimmer do barco Delirium Carlos Felipe Hofstaetter, como a principal dificuldade na regata Seival. “Na Lagoa dos Patos pegamos ventos de leste e nordeste que chegaram aos 22 nós, mas na madrugada quando já estávamos de volta no Guaíba, no través da ilha Chico Manoel, deu uma calmaria que nos deixou quase parados por longo período.”A expectativa de vencer a Seival começou a se tornar uma realidade ainda durante o percurso da regata. “Quando montamos a boia da ilha do Barba Negra, na Lagoa, (marca de retorno) calculamos que estávamos navegando muito bem com relação aos nossos adversários, mas ao mesmo tempo nos preocupamos com a posterior caída do vento porque temíamos que a flotilha atrás pegasse outra condição e se aproximasse de nós,” contou Carlos.

O XX Circuito Conesul encerrará na terça-feira, feriado estadual, com a disputa de duas regatas barlasota, a partir das 11 horas em frente a enseada do Cristal, para as classes BRA-RGS A, BRA RGS-B e J24.  O Circuito Conesul conta com o patrocínio do Banrisul e Delta Yachts.  

Classificação da 41º Troféu Seival
Classe BRA-RGS A
1º Delirium – Darci Rebello Jr. (CDJ)
2º C’est La Vie VI – Henrique Silva Dias (VDS)           
3º Little Wing – Jorge Romero (ICG)
4º Kamikaze XI – Hilton Piccolo (CDJ)              
5º Boa Vida IV – Marcelo Bernd (CDJ)
6º Áquila – Natanael Coll Oliveira – DNF (VDS)          
6º Alforria – Daniel Mueller  DNF (VDS)   

Classificação da 22ª regata Farroupilha
Classe BRA- RGS B
1º Magia – Rodrigo Porto Castro (CDJ)
2º Cibs – Jacson Lumertz (SAVA)
3º Hawa – Marcelo Kern – DNF (CDJ)
4º  Five Stars – Luis Fernando Silveira – DNC (ICG) 

Por Ricardo Pedebos, da assessoria do VDS

Bochecha e Marco Grael lideram o Campeonato Sul-Americano de 49er em Porto Alegre

Após sete regatas, a dupla André “Bochecha” Fonseca e Marco Grael assumiu a liderança do Campeonato Sul-Americano da Classe 49er, que está sendo disputado nas raias das baías da Pedra Redonda e da Tristeza, em Porto Alegre. Atuais campeões da competição, os velejadores do Clube dos Jangadeiros terminaram o primeiro dia de competição em segundo lugar, mas conseguiram se recuperar neste domingo (18), depois de vencerem duas das três provas realizadas. 

Com os resultados do fim de semana, Bochecha e Grael abriram cinco pontos de vantagem em relação aos segundos colocados, os cariocas Rodrigo Monteiro e Filipe Novello. Em terceiro lugar estão os uruguaios Santiago Silveira e Phillipp Umpierre, seguidos pelos argentinos Tomas Wagmaister e Juan Correa e pelos irmãos chilenos Pablo e Luis Felipe Hermann. “O campeonato está muito disputado e completamente aberto. Vamos tentar manter a nossa regularidade para conseguir conquistar o bi”, destacou Bochecha, que no ano passado venceu a competição, realizada em Punta del Este, no Uruguai.  

Classificação após sete regatas e um descarte:
1º André Fonseca / Marco Grael (Brasil) – 9 pontos perdidos
2º Rodrigo Monteiro / Filipe Novello (Brasil) – 14 pontos perdidos
3º Santiago Silveira / Phillipp Umpierre (Uruguai) – 18 pontos perdidos
4º Tomas Wagmaister / Juan Correa (Argentina) – 19 pontos perdidos
5º Pablo Hermann / Luis Felipe Hermann (Chile) – 22 pontos perdidos

Da assessoria do Jangadeiros

Oracle Racing Spithill vence a segunda etapa da America´s Cup World Series

O vento forte causou muitos acidentes neste domingo em Plymouth

Depois de ser eliminada ainda na fase classificatória, a equipe Oracle Racing comandada por James Spithill mostrou por que era uma das favoritas da segunda etapa da America´s Cup World Series, que aconteceu em Plymouth. Os americanos venceram a regata de flotilha deste domingo, na qual o vencedor levava o título da competição.

E a vida dos velejadores não foi fácil. O vento chegou aos 30 nós fazendo com que o Energy Team e o Team Korea capotassem e com que o Green Comm se chocasse com o Aleph e com o Artemis Racing.  Depois do acidente o Artemis ainda capotou, estragando bastante a sua vela rígida. Com o vento de hoje, os barcos chegaram a 25 nós de velocidade.

O resultado final da competição ficou assim:

1. ORACLE Racing Spithill
2. Emirates Team New Zealand
3. ORACLE Racing Coutts
4. Aleph
5. Team Korea
6. Energy Tea
7. China Team
8. Artemis Racing
9. Green Comm Racing

%d blogueiros gostam disto: