Pular para o conteúdo

Arquivo de

Lars Grael e Renato Moura conquistam Campeonato DF da classe Star

Depois de dois finais de semanas de disputas nas raias do Iate Clube de Brasília (ICB), chegou ao fim o Campeonato DF da Classe Star 2011. O título ficou com os velejadores Lars Grael  e Renato Moura  (ICB/CMIC). A segunda colocação ficou com o Guilherme Raulino  e Juliano Camargo (ICB), seguidos por uma pequena diferença pelos velejadores Admar Gonzaga  e Alexandre Freitas (ICB). 
      
No sábado, não teve regata por falta de vento. Já no domingo, foram disputadas duas regatas com bons ventos, com a média de oito nós. A primeira etapa foi disputada nos dias 27 e 28 de agosto. O DF de star foi organizado pela Federação Náutica de Brasília (FNB), Iate Clube de Brasília (ICB) e Flotilha Paranoá da Classe Star. 
       
“Lars e eu conseguimos manter a liderança com certa tranquilidade, apesar do vento muito rondado. Na segunda regata de domingo, foi mais complicado. Fizemos uma opção mais conservadora velejando pelo meio da raia. Apesar disso, conseguimos contornar a primeira bóia na segunda colocação, o primeiro a contornar a bóia foi Guilherme Raulino e Juliano Camargo”, contou Renato Moura. 

“Após a montagem, ambos os velejadores escolheram bordos opostos, o que facilitou nossa ultrapassagem, pois Guilherme caiu em um buraco de vento, o que permitiu nossa ultrapassagem”, completou o velejador. 

Confira o resultado completo do DF da classe Star:   
       1 – Lars Grael e Renato Moura (ICB/CMIC)
       2 – Guilherme Raulino e Juliano Camargo (ICB)
       3 – Admar Gonzaga e Alexadre F. de Freitas (ICB)
       4 – George Raulino e Felipe Moralles (ICB)
       5 – Luiz André A. Reis e Samuel Gonçalves (ICB / ICRJ)
       6 – Rommel Castro e Marcus Vinícius (ICB)
       7 – Raul Frattine G. Ramos e Mário Frattine G. Ramos (ICB)
       8 – Guilherme Alfonsin e André Serpa (ICG – RS)

Mundial de TP52 começa dia 4 de outubro

Regatas acontecem entre 4 e 8 de outubro na Sardenha

A partir do dia 4 de outubro equipes da Espanha, Itália, Grã Bretanha e EUA irão participar do Mundial de TP52, que acontece na Itália, no Yacht Club Costa Smeralda, na região da Sardenha. Estão programadas regatas barla-sota e uma regata longa, que acontecerá no dia 6 de outubro. As equipes que participaram da Audi Med Cup terão algumas mudanças a bordo, sempre visando a vitória. “Vai ser uma pena perdermos o Kevin Hall, mas o Francesco Mongelli está bastante envolvido conosco e com o Synergy, trabalhando muito de perto com o Kevin”, disse Ed Raynolds, gerente da equipe americana Quantum Racing, se referindo ao navegador, que tem outros compromissos nos EUA.

 

Isaf anuncia os indicados ao prêmio de velejadores do ano

A Isaf anunciou nesta segunda-feira os nove indicados ao prêmio de Velejador do Ano. Entre as mulheres estão Dee Caffari, atual recordista feminina de volta ao mundo, Sarah-Quita Offringa, bicampeã mundial de windsurf, Alexandra Rickham, vencedora da Copa do Mundo da Isaf de windsurf, e Anna Tunnicliffe, campeã da Copa do Mundo da Isaf de Match Race e campeã mundial feminina de Snipe.

Os homens indicados ao prêmio são Ben Ainslie, campeão mundial de Match Race e campeão da Copa do Mundo da Isaf, Lorenzo Bressani, campeão mundial de Melges 23 e 32, Rob Douglas, recordista mundial de velocidade, Iker Martinez & Xabier Fernandez, vencedores das classes IMOCA 60 e 49er, e Nathan Outteridge, campeão mundial de Moth e de 49er.

Os vencedores serão eleitos pelos membros nacionais da Federação e serão anunciados no dia 8 de novembro, em Porto Rico.

Penúltima etapa do Campeonato de RC44 começa nesta quarta

AEZ 44 terá como tripulante Ivan Kljakovic Gašpic, 4o no ranking mundial de Finn

A partir desta quarta-feira 15 equipes estarão na Croácia disputando a penúltima etapa do Campeonato de RC44. Depois de quatro etapas o Team Aqua lidera tanto o Match Race quanto a Fleet Race. “Estamos muito contentes como nosso ano, pois fomos muito consistentes. Conforme a flotilha cresce, fica mais difícil de vencer e temos que manter o foco no que funciona para nós e nos pequenos detalhes para velejar em alto nível”, disse Cameron Appleton.

A etapa vai marcar a estreia de alguns membros da equipe olímpica da Croácia, tal como Ivan Kljakovic Gašpic, 4º no ranking mundial da classe Finn, que velejará a bordo do AEZ RC44 Sailing Team.

Sol e vento médio marcaram a Regata Brascola em Santa Catarina

Cerca de 30 barcos participaram da competição na Baía da Babitonga

A Baía da Babitonga, entre Joinvile e São Francisco do Sul, foi palco da regata Brascola 58 anos no último final de semana. O sol e o vento sul de 12 nós levaram cerca de 20 veleiros para a água, em três categorias: Classe Regata, Classe A e Classe B.

Na Classe A, o veleiro Hagar, comandado por Delmar Voigt, foi o vencedor, com otempo cravado em 1h12min24seg. Em seguida chegaram o Brasil 31, de André Casagrande, (1h15min02seg) e Hirondelle, de Rosalvo Medeiros (1h16min21seg).

Já na Classe B, a briga foi boa pela segunda colocação. O veleiro Felicita, do comandante Fabio Pini, foi o mais rápido e alcançou a linha de chegada com o tempo de 1h06min01seg. Em seguida, três barcos realizaram uma briga acirrada. Moleque, de Renato Hardt finalizou a prova com o tempo de 1h09min41seg, seguido do veleiro Prosper que completou a prova 27 segundos depois e do Jacopo que estava colado atrás com apenas 10 segundos de diferença.

A Classe Regata contou com o percurso mais longo, no qual os veleiros tiveram que dar uma volta a mais. A vitória foi do barco Paranoya, do comandante Roberto Assis, com o tempo de 1h29min19seg. Menos de um minuto depois, o barco Brascola, de Henrique Gomes cruzou a linha de chegada, seguido do Makika, de Adam Max, que cravou 1h33min29seg.

Confira o resultado completo (mais informações no site http://www.fncvo.com.br)

Classe A
Hagar – Delmar Voigt – 1:12:24
Brasil 31 – André Casagrande – 1:15:02
Hirondelle – Rosalvo Medeiros – 1:16:21

Classe B
Felicita – Fabio Pini – 1:06:01
Moleque – Renato Hardt – 1:09:41
Prosper – Dieter Hardt – 1:10:08
Jacopo – Adriano Mormul 1:10:18
Brenda – Vicente Marino – 1:12:25

Classe Regata
Paranoya – Roberto Assis – 1:29:19
Brascola – Henrique Gomes – 1:30:07
Makika – Adam Max – 1:33:29
Kraken – Roberto Borg – 1:34:13
Katana 2 – Francisco Altenburg – 1:39:21
Azurro – Miguel Bianchi – não completou.

Equipes chegam à Alicante para finalizar preparativos da Volvo Ocean Race 2011/2012

Quatro barcos já estão atracados no porto espanhol para a largada da maior regata de volta ao mundo

O circo da Volvo Ocean Race está quase todo preparado para a edição 2011/2012 da maior regata de volta ao mundo. Nesta semana chegaram à Alicante mais três barcos para os ajustes finais visando a largada: Groupama Sailing (França), Camper with Emirates Team New Zealand (Nova Zelândia) e Sanya (China). A 11ª edição da VOR está marcada para o dia 29 de outubro e termina em 7 de julho de 2012, na cidade irlandesa de Galway.

“Chegar em Alicante significa que entramos na fase final antes do início da Volvo Ocean Race. O campeonato já vai começar e nosso barco está rápido e pronto para o desafio”, revelou Mike Sanderson, líder do Sanya após a viagem de Inglaterra à Espanha.

Os donos da casa, o Team Telefónica (Espanha), foram os primeiros a atracar no porto. Faltam mais dois veleiros – Abu Dhabi Ocean Racing (Emirados Árabes) e PUMA Ocean Racing (EUA) – para completar a flotilha que enfrentará 72 mil quilômetros (39 mil milhas náuticas) em oito meses.

Confiante, o comandante do Camper with Emirates Team New Zealand disse que a equipe está preparada para o evento. “Agora é com a nossa tripulação. O barco está 99% pronto. Esse tempo em Alicante vai nos ajudar a entender um pouco mais sobre o veleiro”, contou Chris Nicholson.

Já o skipper do Groupama Sailing revelou que o segredo para enfrentar a desgastante Volvo Ocean Race é a interação entre os tripulantes. “É importante fazer com que todos trabalhem em conjunto e essa parte é uma das melhores do Groupama. Nossa equipe é muito unida. O importante é dar muitas risadas durante nove meses”, revelou o irlandês, que comanda o time francês.

As equipes sairão de Alicante (Espanha) e passarão por Cidade do Cabo (África do Sul), Abu Dhabi (Emirados Árabes), Sanya (China), Auckland (Nova Zelândia), ao redor do Cabo Horn até Itajaí (Brasil), Miami (EUA), Lisboa (Portugal) e Lorient (França).

Por Flavio Perez, da ZDL de Comunicação

Gold Coast Australia vence a terceira perna da Clipper Race

Gold Coast Australia vence a segunda perna seguida na Clipper Race

O Gold Coats Australia venceu mais uma! A equipe do comandante Richard Hewson foi a primeira a cruzar a linha de chegada na Cidade do Cabo, na África do Sul, garantindo a terceira vitória em três etapas. O segundo lugar ficou com o Visit Finland, seguido por De Lage Landen. Até o momento apenas estas equipes cruzaram a linha de chegada. O próximo barco a chegar deverá ser o Singapore, que está a 66 milhas do final da etapa. Os 10 barcos partiram do Rio de Janeiro no dia 11 de agosto.

%d blogueiros gostam disto: