Pular para o conteúdo

Três barcos perdem o mastro em 24h na Mini Transat

Renaud Chavarria foi a última vítima do vento forte na Mini Transat

A travessia entre a ilha da Madeira, em Portugal, e Salvador não está nada fácil para os 77 velejadores solitários da Mini Transat. O vento forte e as grandes ondas causaram muitos estragos, incluindo três mastros quebrados em 24 horas, dos italianos Andrea Caracci e Tiziano Rossetti e do mediterrânico

Fora isto, também informaram à organização da prova que estão com problemas Jorge Luiz Madden, com um leme quebrado, Thibault Reinhart com avaria na barra de ligação, Marie Duvignac com um suporte de piloto arancado, Bruno Simonnet com problemas de energia, e Chuan Guo também com um leme quebrado.

Dentre os que ainda sobrevivem, o líder entre os barcos de serie é Gwénolé Gahinet. O nosso chino-baiano Kan Chuh é o 19º, de 45 na classe. Entre os protos, o primeiro colocado é Sébastien Rogues.

Não há comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: