Pular para o conteúdo

Vento fraco marca disputas do Troféu Cayru em Porto Alegre

Trinta e cinco barcos participaram da competição no Guaíba

O vento fraco não impediu as belas disputas nas regatas do 21º Troféu Cayru de Vela de Oceano. Realizada nos dias 22 e 23 de outubro, a competição contou com a participação de 35 barcos e mais de uma centena de velejadores. No final, a festa foi toda do Clube dos Jangadeiros, o organizador do campeonato, que teve vitórias em todas as classes. Além dos representantes do anfitrião, participaram do evento competidores do Veleiros do Sul, do Sava Clube, do Iate Clube Guaíba e do Rio Grande Yacht Club. 

O grande campeão do fim de semana foi o Magia, de Rodrigo Castro, do Clube dos Jangadeiros. Além de vencer na classe RGS B, o barco ficou com o primeiro lugar geral da competição, com uma vantagem de apenas 23 segundos no tempo corrigido, em relação ao segundo colocado, o Kamikaze XI, de Hilton Piccolo. O terceiro lugar ficou com o Taz, de Airton Schneider, seguidos pelo Virtù, de Nilton Beccon, ambos do Clube dos Jangadeiros.  Na J/24, mais uma vitória dos donos da casa. Comandado pelo vice-comodoro esportivo, Francisco Freitas, o Cosa Nostra contou com a ajuda do experiente Andre Wahrlich e do jovem Luís Augusto Lagemann Mergel para alcançar a vitória na classe. O segundo lugar ficou com Tango, de Alex Luiz, seguido pelo Iucca, de Claudio Ruschel, ambos do Veleiros do Sul.

Na Microtoner 19, a vitória ficou com José Antônio Torelly Campello e o seu Thermopylae. O velejador do Clube dos Jangadeiros venceu com tranquilidade, chegando com uma boa vantagem para o segundo colocado, o Catavento, de Mário Lima, do Sava Clube. A terceira posição ficou com o Gazeio, de Mauro Marcelo Lino, também do Sava.

O Velejaço da Bienal do Mercosul terminou com a vitória do Friday Night, de Frederico Roth, do Veleiros do Sul, na classificação geral. Em segundo lugar, mais um representante do Clube dos Jangadeiros: o Boa Vida IV, de Marcelo Bernd, que ainda saiu vitorioso na Força Livre.

Classificação final:
RGS

1º Magia – Rodrigo Castro (CDJ)
2º Kamikaze XI – Hilton Piccolo (CDJ)

RGS A
1º Kamikaze XI – Hilton Piccolo (CDJ)
2º Virtù – Nilton Beccon (CDJ)
3º Delirium – Darci Norte Rebelo Jr. (CDJ)

RGS B
1º Magia – Rodrigo Castro (CDJ)
2º Taz – Airton Schneider (CDJ)
3º Cib’s – Rodrigo Castro (Sava)

RGS Esteante
1º Hawa – Marcelo Kern (CDJ)

J/24
1º Cosa Nostra – Francisco Freitas (CDJ)
2º Tango – Alex Luiz (VDS)
3º Iucca – Claudio Ruschel (VDS)

MT 19
1º Thermopylae – José Antônio Torelly Campello (CDJ)
2º Catavento – Mário Lima (Sava)
3º Gazeio – Mauro Marcelo Lino (Sava)

Velejaço
1º Friday Night – Frederico Roth (VDS) – Cruzeiro 40
2º Boa Vida IV – Marcelo Bernd (CDJ) – Força livre
3º Aquario II – Henrique Ilha (VDS) – Cruzeiro 30

Da assessoria de imprensa

Não há comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: