Pular para o conteúdo

Torben Grael, no S40 Mitsubishi/Gol, é o grande campeão da 61ª Regata Santos-Rio

A edição de 2011 de uma das mais tradicionais regatas de oceano do país teve como Fita-Azul e como campeão geral no tempo corrigido, pela sétima vez, o multicampeão Torben Grael e sua tripulação no S40 Mitsubishi/Gol/Magia V.

Torben e equipe foram fita-azul e campeões gerais da Santos Rio

Torben Grael e sua tripulação no veleiro Mitsubishi/Gol/Magia V foram os grandes campeões da 61ª Regata Santos-Rio que largou na sexta-feira passada (21/10) às 13 horas em Santos e só terminou, para o fita-azul, às 8h31m10s deste domingo, na baía de Guanabara. Com o tempo total de 43h31m10s, o veleiro comandado pelo maior medalhista olímpico do esporte brasileiro e da Vela mundial, atual campeão da regata de volta ao mundo, não bateu o recorde da prova, no entanto abriu frente suficiente para garantir também no tempo corrigido o título geral da regata.

O final de semana não foi fácil para os velejadores de oceano brasileiros. Dos 23 barcos que largaram na sexta-feira em direção ao Rio de Janeiro apenas seis conseguiram completar a prova. Os fortes ventos na madrugada de sábado, que em alguns locais chegou a 40 nós, causaram o caos na flotilha. De velas rasgadas a mastros e retrancas quebrados, muitos foram os motivos dos abandonos. No entanto, o comandante Torben Grael, o navegador Ricardo Botelho, Marco e Andrea Grael, Mario Trindade, Walter Boddener, o comandante Montes, da Marinha do Brasil, Ricardo Freitas e Julio Falcão  garantiram a dupla vitória nos tempos real e corrigido e o heptacampeonato de Torben Grael na prova.

“Foi uma regata dura. Feita em um contravento muito forte. Mas serviu para testar as qualidades offshore do S40 e para começarmos o Circuito-Rio com o pé direito. Uma regata longa como a Santos-Rio não é o melhor para medirmos nosso desempenho sob as regras ORC, mas começar vencendo é sempre muito bom”, declarou Torben lembrando que, ao contrário da Mitsubishi Sailing Cup e da Semana de Ilhabela, no Circuito-Rio o seu S40 correrá na regra de rating ORC.

Com esta, é a 5ª vez que os barcos de nome ‘Magia’ de Torben Grael fazem a fita-azul da Regata Santos-Rio e é a sétima vez que ele vence a prova. No ‘Magia III/Polibrasil’, Torben estabeleceu o recorde geral da regata em 1995 que durou por mais de uma década, até ser quebrado em 2006 pelo ‘Sorsa’ de Celso Quintela. O Circuito-Rio prossegue no próximo final de semana com regatas na baía de Guanabara até o dia 1º de novembro.

Da Velassessoria,

4 Comentários Comente
  1. norman macpherson #

    porra negão, podia pelo menos citar quem chegou nas outras colocações ! hahaha!

    25/10/2011
    • murillonovaes #

      Eu citei o seu Tatá… hahaha

      26/10/2011
  2. nando #

    Murilo e a angra rio não tem comentarios?….fita azul, participantes, destaques e vencedores…
    abraço e parabens pelo trabalho!

    27/10/2011
    • murillonovaes #

      Coloquei só o Samurai Ni no Resumão, é pq ninguém me informou… Sorry!

      28/10/2011

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: