Pular para o conteúdo

Vento volta a soprar na Mini Transat

Os líderes da Mini Transat, David Raison (747 – TeamWork Evolution) e Thomas Normand (787 – Financière de l’Echiquier) seguidos por Bertrand Delesne (714 – Zone Large) reencontraram o vento. Um vento de Sudeste os empurra com bom desempenho rumo à Bahia. Sim, o Brasil ainda está longe de suas proas, a mais de 1.100 milhas. Se eles percorreram um rota Leste antes do Pot au Noir, hoje, eles avançam em linha direta, amura bombordo, rumo à Baía de Todos os Santoa.

Agora, as táticas são simples para esse trio: “Toda vida reto” e o mais rápido possível. Thomas Normand se segurou firme e briga para continuar no encalço dos primeiro colocados. Os outros dois homens seguem uma rota paralela. Agora a diferença dependerá de detalhes que não são nada desprezíveis: trocas e ajustes de velas, o ângulo de incidência, o estado físico dos skippers.

Ontem, na classificação das 16h, David tinha 6,71 milhas de vantagem sobre Thomas. Hoje por volta das 6h a vantagem era de 15,19 milhas e às 10h, de 15,58 milha. O mesmo acontece com Bertrand Delesne. Na Segunda-feira à noite, ele estava a 23,83 milhas de David. Hoje cedo a vantagem de David era de 45,57 milhas e passou para 49,61 por volta do meio-dia

Atrás do trio que encabeça e avança rapidamente, o momento foi um pouco de “relaxamento”, como uma trégua após os dias vividos em um sistema meteorológico totalmente imprevisível que deu uma boa sacudida nos homens e nos materiais. Na categoria série, Benoit Mariette (599 – Odalys Vacances) se mantém na liderança seguido POR Vincent Kerbouriou (435 – CGGVeritas) e Clément Bouyssou (514 – Douet Distribution) que se mantêm a menos de 8 milhas de distância. No total são sete barcos separados por menos de 40 milhas. O chino-baiano Kan Chuh ocupa a 22ª posição, a pouco mais de 160 milhas do líder.

Sessenta e quatro na competição – Com a desistência, hoje de manhã, do australiano Scott Cavagnouh, obrigado a abandonar o seu barco após um acidente com seu mastro, 64 é o número de competidores restantes na prova. Houve oito abandonos em série e cinco em protótipos. Ainda aguardamos a decisão do Italiano Sergio Frattaruolo (769 – Bologna in Oceano), que se apresenta como “o vagabundo dos mares”, e que fez meia-volta e se encontra a aproximadamente 40 milhas de Mindelo, sobre a ilha de São Vicente no Cabo Verde.

Classificação dos Protótipos em 25/10/2011 às 12h00 (hora francesa) – 33 inscritos
1. David Raison (747 – TeamWork Evolution) a 1.114,07 milhas da chegada
2. Thomas Normand (787 – Financière de l’Echiquier) a 15,58 milhas do líder
3. Bertrand Delesne (754 – Zone large) a 49,61 milhas do líder

Classificação dos Barcos de Série em 25/10/2011 às 12h00 (hora francesa) – 46 inscritos
1. Benoit Mariette (599 – Odalys Vacances) a 1 305,5 milhas da chegada
2. Vincent Kerbouriou (435 – CGGVeritas) a 7,09 milhas do líder
3. Clément Bouyssou (514 – Douet distribution) a 7,69 milhas do líder
22. Kan Chuh (472 – Vmax) a 163,62 milhas do líder

Da assessoria de imprensa

Não há comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: