Pular para o conteúdo

Arquivo de

Definidas equipes do Match Race que representarão o Brasil em Perth

As duas equipes brasileiras que buscarão uma vaga no Match Race feminino da Olimpíada de Londres foram anunciadas neste domingo no Veleiros do Sul. A definição veio no último dia da Clínica Avançada que teve a presença da técnica e velejadora norte-americana bicampeã mundial na modalidade Sally Barkow.As equipes que terão a incumbência de garantir a participação do Brasil em 2012 são:

Comandante – Renata Decnop, trimmer – Gabriela Sá e proeira – Larissa Juk. Comandante – Juliana Senfft, trimmer – Fernanda Decnop e proeira – Luciana Kopschitz.

Do grupo de nove velejadoras olímpicas que participavam do projeto saíram: Juliana Mota, Marina Jardim e Tatiana Almeida.

O anúncio veio num clima de alegria e tristeza para as meninas do match race. Houve duas reuniões e a decisão não foi fácil para a comissão técnica formada por membros da Confederação Brasileira de Vela e Motor, Comitê Olímpico Brasileiro, e do Núcleo de Vela de Alto Rendimento, do Veleiros do Sul.

O trabalho de formação e avaliação das equipes começou em janeiro deste ano, com a chegada dos barcos da classe olímpica Elliott 6M e as seis clínicas do Projeto Match Race Feminino, no Veleiros do Sul, que compõe o Projeto de Solidariedade Olímpica Internacional desenvolvido pelo Comitê Olímpico Brasileiro. Todas foram com a técnica Sally Barkow.  Além das clínicas foram avaliados os resultados das equipes em competições de match race no Brasil e exterior.

As duas equipes tentarão a classificação do Brasil para a Olimpíada de Londres em 2012, no Campeonato Mundial Olímpico, em Perth, Austrália, dezembro, e ainda na US Sailing’s Rolex Miami (EUA), em janeiro de 2012. Antes destes compromissos elas participarão do Campeonato Brasileiro de Match Race, em Florianópolis, e no Ibero-Americano, de 22 a 25 de novembro no Veleiros do Sul.

da assessoria do VDS

Xandi Paradeda e Gabriel Kieling vencem o Gaúcho de Snipe

Xandi e Gabriel são os novos campeões gaúchos de Snipe

O Campeonato Gaúcho da classe Snipe encerrou neste domingo no Veleiros do Sul. A competição iniciou na sexta-feira com duas regatas. No sábado a falta de vento não permitiu nenhuma disputa. E no último dia foram três regatas, no início da tarde o vento era de 14 nós e depois foi aos 24 nós na rajada. O título ficou com a dupla Alexandre Paradeda e Gabriel Kieling (CDJ). O VDS venceu na dupla mista com Kadu Bergenthal e Valéria Fabiano. A entrega ocorreu no final da tarde com churrasco na Vento Sul.

Da assessoria do VDS

Vento forte atinge flotilha da Transat Jacques Vabre e causa quebras

Marc Guillemot e Yann Eliès resolveram optar por uma rota mais ao sul, na passagem pelos Açores, para evitar um sistema de baixa pressão e o consequente vento forte. A dupla é a 7ª  colocada entre os IMOCA na Transat Jacques Vabre. Os líderes são Jean Pierre-Dick e Jérémie Beyou, do Virbac Paprec 3.

E quem não fugiu do vento sofreu com ele. No domingo a dupla Tanguy de Lamotte e Eric Peron perderam a quilha do seu Class 40 Initiatives – Alex Olivier. Eles seguem rumo norte agora, sem saber exatamente para onde ir, com todo o equipamento no centro do barco para tentar estabilizá-lo. “estamos velejando num rumo de 45°, mas não sabemos para onde ir pois o barco está instável. Veremos o que fazer quando o tempo melhorar um pouco. Ao meio dia [de domingo, quando o acidente aconteceu] tínhamos entre 28 e 30 nós de vento. Está difícil a bordo e não é uma boa sensação”, disse de Lamotte.

Ainda no domingo a dupla Stamm e Jean Francois Cuzon, do Cheminees Poujoulat informou a direção da regata que seu barco estava com um grande vazamento. Os dois acionaram o pedido de socorro e foram resgatados de helicóptero.

Já o PRB, de Vincent Riou e Hugues Destremau irá fazer uma parada estratégica nos Açores para consertar uma peça que trava a vela mestra. Segundo eles não está entrando água no barco.

Vídeo: Chuny Bermudez cai durante entrevista na 1a perna da VOR

Holandesa perde o mastro a 110 milhas da chegada da Mini Transat

Faltavam apenas 110 milhas para a linha de chegada quando a holandesa Christa Ten Brinke informou a organização da Mini Transat que havia perdido o mastro do seu 758 – Ran of the North Sea. Um navio da Marinha do Brasil foi enviado para fazer o resgate da velejadora. O barco será levado para Mangue Seco, no sul da Bahia, onde ficará ancorado.

O primeiro barco da regata, o protótipo de David Raison, chegou à Salvador no dia 30/10. O Brasileiro Kan Chuh foi o 21° barco de serie a cruzar a linha, no dia 4/11.

Regata Mormaii tem vento forte e ondas de 3 metros em Floripa

Fortes ventos e ondas de mais de 3 metros não deram trégua na disputa da 10ª Regata Mormaii neste sábado em Floripa. A prova, com 20 milhas náuticas também foi válida pela 7ª etapa da Copa Veleiros de Oceano.Na classe ORC, o veleiro Zeus Ecco! de Inácio Vandressen foi o primeiro colocado depois de mais de 3 horas de regata, deixando o Katana Energia de Fábio Filippon na segunda posição. O Absoluto de Pedro Prosdócimo foi o 3º colocado.

Entre os barcos da classe RGS A, a vitória ficou com o veleiro Bruxo de Luiz Schaefer, na 2ª posição ficou o Revanche de Celso Faria com o Rock and Roll de André Alves fechando o pódio na 3ª colocação.

Na RGS B, o Açores de Paulo Schefer e Adauto Novo foi o vencedor com o Zephyrus de Tarcisio Matos em 2º lugar e Bom Abrigo de Jeroen Servaes na 3ª posição.

Entre os barcos da RGS C mais uma vez o Neon II de Maurity Borges Júnior foi o vencedor com o Cresta de Sérgio Seviliano em 2º lugar. Na categoria dos Cruzeiros, a vitória foi do veleiro Maresia, seguido pelo Blue na 2ª posição e Klymmp em 3º.

Leonardo Lombardi e Felipe Petersen são campeões cariocas de Optimist

Terminou neste final de semana no Rio Yacht Club, em Niterói o Carioca de Optimist. Depois de oito regatas, Leonardo Lombardi, entre os veteranos e Felipe Petersen, entre os estreantes, foram os campeões. Entre as meninas o título veterano ficou com Julia Correia e o título estreante com Sabrina Magalhães. Na regata por equipes, o ICRJ foi o grande campeão.

Isaf anuncia parte dos locais que irá sediar a Copa do Mundo em 2013-14

A Isaf anunciou neste final de semana parte dos locais que irá sediar a Copa do Mundo de Vela, que acontece em 2013-14. Até agora Palma de Maiorca, na Espanha e Hyères, na França, foram mantidas. Os outros quatro locais deverão ser divulgados em breve. A federação deverá optar por locais da África, Ásia, Oceania e América.

Luciano Gubert vence o Paranaense de Laser

Neste final de semana o Clube Náutico de Antonina sediou o Paranaense de Laser. Foram dois dias de competição, com seis regatas realizadas para as classes Standard, Radial e 4.7. Luciano Gubert de Oliveira foi o grande campeão na classe Standard, seguido por Alexandre Rucker e Bruno Amaral. Na Radial Alan Godoy ficou com o lugar mais alto do pódio, seguido por Alberto Sanchotene e Claro Alves dos Santos. Na 4.7 o campeão foi Elizeu Junior da Silva, seguido por Felipe Albanez e Wilian Oliveira.

Quinta perna da Clipper Race larga rumo à Nova Zelândia

Os dez barcos da Clipper Race largam rumo à Nova Zelândia

A quinta perna da Clipper Race, maior regata Pro Am do mundo, largou neste final de semana de Geraldton, na Austrália, rumo a Tauranga, na Nova Zelândia. Com pouco mais de 24 horas de regata o Gold Coast Australia assumiu a liderança da prova. A equipe venceu todas as etapas até agora. A flotilha de 10 barcos enfrenta agora um sistema de baixa pressão, num percurso de pouco mais de 3 mil milhas.

%d blogueiros gostam disto: