Pular para o conteúdo

Arquivo de

Americanos lideram o Mundial de J/24 na Argentina

Luca Vive, dos vicecampeões do Pan do Rio, venceram a segunda regata do dia

Nesta terça-feira começou pra valer o Mundial de J/24 em Buenos Aires. Foram realizadas duas regatas, com vento fraco, que não passou dos 10 nós. Os líderes são os americanos do 11th Hour Racing, comandados por Timothy Healy, atuais campeões mundiais. Os argentinos também tiveram um bom dia, vencendo as duas regatas. Os brasileiros não foram tão bem assim. O melhor colocado é o Iuca, de Ronaldo Ruschel, na 36ª colocação. O Diferencial Sailing Team, de Nelson Ilha, é o 40º, enquanto o Mataco, de Henrique Ilha é o 44º e o Vento Negro, de José Ortega, o 56º. Participam da competição 60 equipes.

Rodrigo Luz é campeão gaúcho de OP

Uma semana após ser vice campeão carioca, o velejador Rodrigo Luz, da Flotilha Zé Carioca, do Iate Clube do Rio de Janeiro, conquistou o 1° Lugar no Campeonato Gaúcho da Classe Optimist.  O segundo lugar ficou com o velejador local Tiago Brito, atual campeão Sul-Americano da classe.

O Evento foi disputado em Porto alegre e organizado pelo Clube dos jangadeiros. Por ser o mesmo local onde será realizado o próximo Campeonato Brasileiro, velejadores de diversos estados estavam presentes. O terceiro lugar ficou Thiago Ribas, do Veleiros do Sul. A diferença entre Tiago e Rodrigo foi de apenas dois pontos.

O próximo desafio dos dois é o Campeonato Mundial da classe, que será disputado nos meses de dezembro e janeiro, na Nova Zelândia.

Este ano, o Campeonato Estadual de Optimist reuniu não apenas velejadores gaúchos, mas também muitos competidores de outros estados, que vieram conhecer a raia onde será disputado o Campeonato Brasileiro da classe, em janeiro. No total, foram 48 velejadores veteranos e quatro estreantes. O título da classe Optimist – Estreantes ficou com Ian Paim, com Vitor Paim chegando em segundo lugar, ambos do Clube dos Jangadeiros.

Das assessorias do ICRJ e do Jangadeiros

Puma e Telefónica já velejam no hemisfério sul

O Puma lidera, mas o Telefónica não dá trégua e segue a apenas 15 milhas de distância

Os líderes da Volvo Ocean Race Puma e Telefónica cruzaram a linha do Equador nesta quarta-feira. O primeiro foi o barco americano, às 11h55, 50 minutos mais tarde foi a vez dos espanhóis. Esta será a primeira vez que os velejadores Diego Fructuoso do Telefónica, Amory Ross e Rome Kirby no PUMA, Adam Minoprio e Hamish Hooper do CAMPER, e Brad Marsh e Erwan Israel no Groupama cruzam a linha imagiária.  



Na dianteira, a briga segue acirrada. A diferença entre os líderes na tarde de hoje é de apenas 15 milhas. O Camper, terceiro colocado, está a 150 milhas atrás, enquanto o Groupama, que arriscou uma tática mais próxima da costa africana, está a 355 milhas dos primeiros.

Enquanto os quatro se aproximam de Fernando de Noronha, O Sanya e o Abu Dhabi partem para a Cidade do Cabo ainda hoje. 


Bruno Fontes intensifica treinamento visando o Mundial de Perth

Desde o dia 5 de novembro o catarinense Bruno Fontes (Unimed, Eletrosul, Age do Brasil e Governo de Santa Catarina ) está recebendo em Florianópolis velejadores da Espanha e Chile para treinamentos visando o Campeonato Mundial na Austrália no mês de dezembro. Os treinos acontecem até o próximo dia 21 deste mês no Iate Clube de Santa Catarina na praia de Jurerê.

Além de Bruno também estão em Florianópolis o brasileiro Alex Veern, os chilenos Matias Del Solar – medalha de prata no Pan Americano – e Ignácio Moraga e o espanhol Jesus Rogel. Os treinos com os estrangeiros darão continuidade à preparação de Bruno, que teve inicio em janeiro. O velejador passou por diversas competições com resultados expressivos, entre eles a medalha de prata na Copa do Mundo de Vela, o pentacampeonato Brasileiro, o vice-campeonato Sul-Americano.

“O treinamento aqui em Florianópolis será o meu último teste antes da viagem para Austrália, que é o meu maior desafio em 2011. Com certeza esse período de treino será muito importante para que eu possa chegar 100% e poder brigar por bons resultados e assim iniciar minha caminhada para Londres 2012”, destacou Bruno faz parte da Equipe Brasileira de Vela apoiada pelo COB e CBVM.

Da assessoria do velejador

Safran desiste de parada técnica após quebra de parte do piloto automático

Na terça-feira parte do sistema de piloto automático do Safran quebrou, fazendo com que Marc Guillemot e Yann Eliès considerassem uma parada técnica na Republica Dominicana. Os dois disputam a Transat Jacques Vabre e ocupam a 7ª colocação entre os IMOCA 60. Nesta quarta-feira, porém, eles desistiram e optaram por continuar na regata.

“Nós passamos o ponto geográfico onde poderíamos fazer o pit stop. Depois de pensar muito, finalmente decidimos não parar. Não foi uma decisão fácil, considerando as pessoas que já estavam à nossa espera. Mas, pesando os prós e contras, percebemos que ir para o lugar planejado ia nos tirar 5 ou 6 horas, mais o tempo de reparo. Então, cancelamos o pot stop e estamos seguindo o nosso caminho, ainda mirando o quinto ou sexto lugar na Costa Rica [final da regata]”, disse Guillemot.

Depois de 14 dias no mar, o líder da classe IMOCA é o Virbac Paprec 3; na classe Multi 50 o primeiro colocado é o Actual e na Classe 40 é o Aquarelle.com.

Festival de Esportes Náuticos acontece na Lagoa das Palmeiras

Nos dias 19 e 20 de novembro acontece na lagoa das Palmeiras, em Cabo Frio, o Festival UVA de Esportes Náuticos. Estão programadas aulas de windsurf e remo, clínica básica de regatas e uma regata festiva. O evento começa às 10h nos dois dias em frente ao quiosque do Bambinno.

No Match Race, Puma passa Telefónica rumo a Fernando de Noronha

As equipes líderes da Volvo Ocean Race já estão começando a sentir a falta de vento da região dos Doldrums. A velocidade do Puma, líder nesta terça-feira, caiu de 18 para 12 nós. E a briga pela primeira posição continua acirrada. Ken Read passou a equipe de Íker Martinez e agora veleja 10 milhas à frente. Resta saber por quanto tempo. Enquanto isso, na outra ponta da tabela, o Groupama é o último e mais lento da flotilha. Franck Cammas está a quase 300 milhas dos líderes, velejando a apenas 5,8 nós. Os três mais o Camper, seguem velejando rumo a Fernando de Noronha, passagem obrigatória nesta primeira perna da regata.

%d blogueiros gostam disto: