Pular para o conteúdo

Arquivo de

Vídeo: Esta sexta-feira tem Mar Brasil na ESPN

Camper diminui a diferença para o líder Telefónica na VOR

Os neozelandeses do Camper estão diminuindo cada vez mais a diferença entre eles e o Telefónica, líder desta primeira perna da Volvo Ocean Race. Nesta quinta-feira a diferença entre eles baixou de 100 milhas. O Camper é o mais rápido, velejando a 23,8 nós. O Telefónica passou a barreira das mil milhas para o final da etapa. Agora ele está a pouco mais de 800 milha de distância da Cidade do Cabo. A equipe chegou a fazer 548 milhas em 24 horas, o que significa uma velocidade média de 22,8 nós. Os franceses do Groupama são os mais lentos da flotilha e velejam a 18,6 nós. Eles estão bastante atrás, a 360 milhas do líder.

Vídeo: A primeira coisa que os líderes da VOR farão quando chegarem em terra

Regata da Marinha acontece dia 3 de dezembro em Santos

No dia de dezembro acontece em Santos a 39ª Regata da Marinha. Estão convidadas as classes ORC, BRA-RGS A, B, C e Bico de Proa, além dos monotipos Dingue, Holder, Laser, Snipe, BIC e Aberta. Não há taxa de inscrição. Após a regata haverá a premiação e um churrasco de confraternização na sede da Capitania dos Portos.

Noventa e seis barcos já confirmaram a participação da Sidney-Hobart

A regata Sidney-Hobart só larga no dia 26 de dezembro, mas até o momento 96 barcos já confirmaram a participação. Destaque para a australiana Jessica Watson, que deu a volta ao mundo sozinha sem escalas quando tinha apenas 17. Junto com ela, a bordo do Ella Bache Another Challenge estarão mais três meninas, sendo duas de 18 anos.

Organização divulga o AR do Circuito Atlantico Sur Rolex Cup 2012

A partir do dia 14 de janeiro acontece em Buenos Aires o Circuito Atlantico Sur Rolex Cup para as classes de Oceano. O primeiro dia de competições terá a regata Olivos – Buenos Aires – Buceo – Punta del Este. A partir do dia 17 serão disputadas regatas barla-sota, em Punta del Este. O campeonato acaba dia 21 de janeiro. As inscrições para a regata longa devem ser feitas até o dia 14 de dezembro no Yacht Club Argentino. Estão convidadas as classes ORCi, ORC Club, IRC, Soto 40, 40 OD e 33 OD. Mais informações no site www.casrc.org.ar.

Vídeo: Vmax surfando na Mini Transat

Regata longa desafia velejadores no primeiro dia da final da Copa Suzuki Jimny

Volta a Ilhabela – Sir Peter Blake vale pontos para a decisão do Campeonato, que chega à sua quarta etapa em 2011

A Volta a Ilhabela – Sir Peter Blake, que abre as finais da Copa Suzuki Jimny, terá 30 milhas neste sábado (26) e contará com mais de 50 veleiros. A distância, no entanto, deve ser percorrida pelos mais rápidos em no máximo 10 horas. A meteorologia para o litoral norte paulista indica o que a maioria dos barcos irá enfrentar: ventos médios (variando de 8 a 10 nós) na direção leste e sudeste. A temperatura ficará entre 16 e 26 graus.

“As condições de vento são parecidas com as de 2010. Acho que barcos mais lentos, como os da nossa categoria, devem demorar um pouco mais a chegar. A previsão é de 12 horas”, explicou Marco Antônio Aleixo, comandante do YDYPY.

Em 2010, o fita-azul, foi o Orson Mapfre, de Carlos Eduardo Souza e Silva. “Na regata, o velejador é obrigado a pegar todo tipo de vento. O interessante é que já fizemos em seis horas e outra vez em 10. A previsão é de vento médio para fraco. E a vantagem do Sudeste é que não tem aquela parada, que todo mundo te alcança”, salientou Carlos Eduardo Souza e Silva.

A tradicional regata Volta a Ilhabela – Sir Peter Blake será disputada pela 11ª vez nas classes ORC, BRA-RGS A, B e Cruiser, Skipper 21, Delta 32 e C30. Os veleiros inscritos nas classes HPE25 e BRA-RGS C terão outra raia para fazer a regata de sábado.

“Participar da Volta a Ilha é um prazer enorme. No ano passado, na Bico de Proa A, chegamos em segundo e esperamos fazer uma boa prova. A regata é muito bonita e os velejadores do litoral norte esperam pela data”, contou Marco Antônio Aleixo, comandante do YDYPY, agora na categoria BRA-RGS Cruiser.

O representante do YDYPY espera se aproximar dos líderes da classe com uma possível vitória na regata. O barco está em segundo no campeonato, atrás do Helios II.

“O time do Helios II está velejando muito bem e será muito complicado tirar o título deles. Mas temos chances e sempre insisto na frase: Regata é igual ao programa do Chacrinha, só acaba quando termina”, revelou Marco Antônio Aleixo, em reverencia ao famoso Hora da Buzina, do apresentador Abelardo Barbosa, o Chacrinha.

Da ZDL de Comunicação

%d blogueiros gostam disto: