Pular para o conteúdo

Resumão a milhas e milhas… Recorde, VOR, Perth, Clássicos, eXtreme e mais, mto mais!!

Olá querido amigo e lindíssima, gostosíssima e queridíssima amiga,

Transmitindo direto da cangurulândia (ou seria moscolândia? Meu deus, como tem moscas aqui!), no lado oposto do planetinha azul, onde nas águas límpidas e frias de Perth, na verdade, de Fremantle né, vai rolando o campeonato mundial unificado das classes olímpicas da Isaf, vamos aproveitando que hoje é domingo, meu aniversário de 42 anos e…. Trabalhemos, pois!!  Bem, você sabe que tenho um prazer enorme em informar os amigos (e com prazer é mais caro, hein!) então façamos como naquelas promoções bregas de lojas populares: o SuperManza Magazine faz  aniversário e quem ganha o presente é você! Segue resumão… Rápido!

E comecemos pelo rio Swan aqui nesta bela Fremantle de Deus, que viu o Kookaburra III deixar suas águas para perder a Copa América de 1987, no ventão local, a superbrisa de sudoeste chamada carinhosamente de Fremantle Doctor, para Dennis Conner no Star & Stripes 87. O local tem história! Pois bem, no belo e referido rio que se junta ao mar neste majestoso lugar, as meninas do nosso time de match race abriram os trabalhos da EBV – Equipe Brasileira de Vela no megaevento que junta quase 1400 atletas de mais de 80 nações e dispõe a elas (às nações, não aos atletas) 75% das vagas no torneio olímpico de Londres 2012 a ser disputado em Weymouth. Ontem as primeiras a cair na água foram Renata Decnop, Larissa Juk e Gabriela Sá. O desempenho foi acima do esperado, já que o trio venceu uma, contra o Canadá, e perdeu dois matches, justamente para as equipes mais fortes do grupo, que são Eslovênia e Estados Unidos. Já hoje, no outro grupo das fêmeas matchracers, Juliana Senfft, Fernanda Decnop e Luciana Barros correram uma e venceram sobre a peruana Tania Zimermann. Na raia, dentro do porto de Fremantle, na barra do Swan, o ventos sempre rondados e paradoxalmente fracos nestes dois dias deixaram tudo mais tenso entre a mulherada. Amanhã tem mais!

E como tem… Além da galera da TPM (Tensão Pré-Match Race), teremos ainda a gloriosa estreia da prancha RS:X feminina, Laser Radial (olímpico é só feminino…), 470 dos machos e Finn, que é, por definição, barco pra macho, convenhamos. Depois eu conto como foi! E, claro, no www.murillonovaes.com , à bombordo na home, tem a reprodução dos últimos tuítes que sempre são uma boa maneira de se atualizar. Fique ligado!

Bem, mas como não é só na Austrália que se veleja e como diria Einstein: o espaço-tempo é relativo, vamos às outras novidades que são muitas, boas e sempre nos interessam. Dentre elas, já vou enaltecendo o grande evento que rolou em Búzios no final de semana passado, a 6ª Regata de Clássicos. Por lá, no ventão leste de quase 30 nós nas rajadas (detalhe apocalíptico: com chuva), os velhinhos, barcos e tripulantes, se safaram bem. A festa no ICAB, como sempre, foi de primeira e para engrandecer tudo, estava lá o nosso áureo e corajoso empresário Antonio Luiz de Souza Mello, vulgo Tonico da Velejar, o intrépido proprietário da única revista de Vela do país, lançando o seu maravilhoso – porque belo, rico e informativo – livro ‘Clássicos do Iatismo’, um volume que resgata a história de algumas das mais preciosas joias históricas de nossas águas, um pouco da história de nosso esporte e também – Por que não? – o próprio papel central que Tonico tem na Vela nacional. Arrebentou! Na água, apesar da festa, muita disputa e na categoria F, o belo Lady Lou do comandante Torben Grael, atrapalhado pelo navegador da nave (euzinho mesmo!) só ficou com o vice, atrás de Pedro Paulo Couto no não menos belo Viva. Viva!! Mas teve muito mais, confira no site.

Ainda no topo de nossa cartinha-resumo, falemos da Volvo Ocean Race 2011/12. Como você já sabe… Terminou!! E terminou bem para a torcida verde e amarela a primeira etapa da VOR. O Telefônica do papai Joca Signorini e do Diretor Técnico Horácio Carabelli não quebrou nada (nem o recorde do Ericsson 4…) e chegou são e salvo com autoridade, quase 200 milhas à frente do segundo, o Camper, para vencer na Cidade do Cabo. Em terceiro, e último, há que se dizer, veio o Groupama. O resto chegou de navio (que anticlímax!). Sanya, que está fazendo uma plástica na proa, e Azzam, já estão no cabo. Puma, cuja tripula, à toa, ficou jogando golfe em Tristão da Cunha, ontem foi içado para o vaso salvador que o levará à africana vila da regata. Que os deuses sejam generosos com o resto da prova!!

Bem, como você está careca de saber (né, Xandi Paradeda?) lá no humilde sítio deste escriba (www.murillonovaes.com) tem uns videozinhos bem legais. Entre eles alguns da referida VOR, um bem bacana do maxi-tri Banque Populaire que está querendo quebrar o recorde da circunavegação e outro mais legal ainda de nosso herói Kan Chuh surfando na Mini-Transat. Clica lá!

E por falar no banco popular dos gauleses, a galera está muito bem na tentativa de tirar das mãos de Franck Cammas o Troféu Júlio Verne, peça que repousa na estante daquele que for o mais rápido ao redor do planeta. Enquanto a tarde já ia neste oeste australiano deste domingo de festa mânzica, os caras do Banque Populaire V simplesmente pulverizaram em mais de 2 dias e 15 horas o recorde anterior de Ouessant (Ushant) ao cabo da Boa Esperança, do rival a ser batido Groupama 3. No passo que estão, a quebra do recorde é questão de tempo (Frase infeliz. Quebrar recordes sempre é questão de tempo, não?…). Se não quebrarem nada pior antes, como o barco, por exemplo… Sinistro!!

Ainda lá no nosso pequeno minifúndio informativo o dileto leitor e amigo poderá travar contato com outras novas. Dentre elas, por exemplo, a vitória antecipada do Fram na RGS A na Copa Suzuki Jimny em Ilhabela. Fruto de intenso treinamento e da paciência de ir para a raia sempre algumas horas antes da regata para treinar e treinar. Merecem! Tem também os 70 anos do Clube dos Jangadeiros em Porto Alegre, um celeiro de talentos que tem aqui em Perth, por exemplo, 3 tripulas na EBV. Parabéns!! Por lá ainda você encontrará a história da Transat B to B que larga amanhã em St. Barth rumo à França e serve de treino e qualificação para a vindoura Vendée Globe e volta para os Open 60 que correram a Transat Jacques Vabre. Detalhe que ontem o PRB, de Vincent Riou, já venceu uma regatinha exibição lá nas caraíbas… Fera!! E por falar em St. Barth, o novo paraíso caribenho das celebridades internacionais já tem na sua Semana de Vela, o 3º maior evento vélico da região. Em abril de 2012 rola de novo! Vamos?

Seguindo nas principais novidades do sítio, temos ainda a Clipper Race que largou hoje em Tauranga, NZ rumo a Gold Coast, Austrália (detalhe: a costa leste fica a 5 horas e meia de voo daqui de Perth… Caraca!) e que já tem o barco da próxima edição, saído das pranchetas do sempre competente Tony Castro, sendo produzido. É um 70 pés bem legal! Ainda no oceano, largou a 2ª perna da Global Ocean Race em Cape Town rumo a Wellington, NZ, e como a proximidade com as equipes da VOR hoje em dia é algo complicada, os alemães do Classe 40 Hayai já perderam o mastro. Ai ai!! Temos ainda a última etapa da eXtreme Sailing Series de eXtreme 40 em Cingapura e a galera já se preparando para 2012, quando possivelmente teremos regata e tripula brasuca na parada. Uhuuu!! E para finalizar uma notinha do Ibero-Americano de Match Race que rolou em Porto Alegre no domingo passado, no Veleiros de Sul. Por lá a equipe de Renata Decnop derrotou na final justamente a galera de Juju Senfft (os dois times que nos representam aqui no Mundial) e entre os homens, a tripula de Samuca Albrecht venceu. Boa!!

Como o futuro também interessa, lá no www.murillonovaes.com você fica sabendo do que nos espera. Como, por exemplo: o verão de Snipe em Ubatuba; o recém lançado Cruzeiro da Costa Fluminense da ABVC, a tradicional regata de clássicos (e modernos também…) Preben Schmidt no Rio ‘Sailing’ yacht Club em 17/12; o Circuito Rolex Atlântico Sul (ORC, S40, etc.) a partir de 14 de janeiro e a Sidney-Hobart, que já tem 96 inscritos e larga dia 26/12. Ufa!!

Por fim um “Entre Aspas” de aniversário sobre o tempo. “Os dias talvez sejam iguais para um relógio, mas não para um homem”, Marcel Proust.

Fui!! Tique-taque… Tique-taque… Tique-taque…

Murillo Novaes

 

 

2 Comentários Comente
  1. Nadia #

    Parabéns, Sagitariano!
    Sei que é pouco diante do que você acabou de reportar, mas hoje estão começando as regatas do II Sul Americano de Praia, em Manta, onde nossos medalhistas Mundiais e do Pan da classe Snipe estão competindo. Bons ventos para a equipe e, em particular para Alexandre Tinoco e Gabriel Borges.
    Felicidades sempre.

    04/12/2011
    • murillonovaes #

      Não é pouco não!! estou ligado lá tb!! bjs e obrigado

      04/12/2011

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: