Pular para o conteúdo

Brasileiros estreiam na classe Star no Mundial da Isaf

Dupla Robert Scheidt e Bruno Prada está em nono na classificação geral

Bimba é um dos favoritos ao título da classe RS:X

No domingo (11) nublado nas raias de Fremantle, em Perth, Austrália, foram disputadas as primeiras regatas da classe Star no Mundial de Vela de 2011 (ISAF Sailing World Championships), competição que vale como classificatória de 75% das vagas de países para Londres-2012.

Para os brasileiros Robert Scheidt e Bruno Prada, sempre apontados como favoritos ao título, foi um começo um pouco frustrante, uma vez que, logo na largada da primeira regata, uma colisão com um adversário os obrigou a pagar uma penalidade de 720 graus o que acabou os colocando em último entre os 41 barcos do campeonato.

A dupla, que integra a EBV – Equipe Brasileira de Vela da CBVM/COB, fez uma excelente prova de recuperação e chegou em 13º lugar. Na segunda regata, um 7º lugar fechou o primeiro dia, colocando-os em 9º lugar geral, com 20 pontos perdidos.

A liderança é da dupla inglesa Iain Percy e Andrew Simpson com sete pontos perdidos. “Logo na largada da primeira regata batemos e tivemos que pagar um 720. Chegar em 13º acabou sendo bom diante das circunstâncias. Na segunda regata, estávamos brigando pelo terceiro lugar e um pequeno vacilo nos empurrou para sétimo. E óbvio que não estou satisfeito. Mas amanhã é outro dia e temos muitas regatas ainda pela frente”, comenta o proeiro campeão do mundo e medalha de prata em Pequim 2008, Bruno Prada.

Neste domingo também foram disputadas as quatro primeiras Medal Races, provas curtas que reúnem apenas os 10 primeiros colocados de cada classe e determinam o pódio. Não havia nenhum brasileiro nas regatas finais da RS:X Feminina, Laser Radial (feminino), 470 Masculino e Finn (masculino), no entanto apenas na 470 Masculina o Brasil não conquistou a vaga para as Olimpíadas do ano que vem.

Match Race – Na raia de Inner Harbour, na barra do rio Swan, em pleno porto comercial, o dia também não foi dos melhores para as meninas do Brasil na repescagem do Match Race Feminino que vale quatro vagas na fase final do torneio e coincidentemente também oferece as quatro últimas vagas de Perth 2011 para os países que sonham estar na estreia da categoria em Londres.

Como as vagas são por países, é provável que mesmo não se classificando para a final da competição na Austrália, algumas duplas possam garantir presença de suas nações nos Jogos de 2012. E é com isso que nossos trios contam. Nas águas de Fremantle, as equipes brasileiras só conseguiram vencer um match cada neste domingo. Assim o time de Juliana Senfft, Fernanda Decnop e Luciana Kopschitz tem apenas duas vitórias nesta fase e o de Renata Decnop, Gabriela Sá e Larissa Juk, possui quatro. Para Juliana, o caminho ficou mais difícil para a segunda-feira, provável último dia da repescagem.

“Viemos para classificar o Brasil e é isso que vamos tentar até o fim. Ainda não acabou e se formos nós ou a Renata, tanto faz. O que importa é ter a vaga brasileira nas olimpíadas”, declara Juliana, filha do medalhista olímpico Ronaldo Senfft.

Já Renata Decnop acredita em uma virada no último dia. “Hoje cometemos pequenos erros que podem ser corrigidos. Temos ainda cinco matchs para correr e estamos a três vitórias da líder. Lógico que esta liderança ainda pode ser ampliada, mas acho que se capricharmos e tivermos um pouco de sorte, podemos garantir a vaga sem precisar depender dos outros resultados. Se não, é fazer o nosso melhor e sentar em terra e torcer para que tudo termine bem para o Brasil”, conta a comandante niteroiense.

Punição – Um fato ocorrido no sábado (10), na penúltima regata da classe Finn, acabou sendo o assunto do dia no Mundial da Isaf. A grande estrela do evento, o velejador inglês Ben Ainslie, cinco vezes campeão mundial e detentor de quatro medalhas olímpicas, sendo três de ouro, foi desclassificado das duas regatas do dia, por conduta antiesportiva quando, irado, deixou seu barco à deriva, invadiu o bote de imprensa e agrediu, com gestos e palavras duras, o piloto do barco e o cinegrafista que estavam a bordo.

Com isso, Ben Ainslie perdeu a chance de conquistar seu sexto título mundial, uma vez que liderava a competição com relativa vantagem e constrangeu sua equipe e outros velejadores que lamentaram a atitude intempestiva da estrela da Vela mundial.

“Um campeão olímpico tem outras formas de demonstrar sua indignação. O fato do barco da imprensa ter ou não o atrapalhado é menor perto da reação desmesurada que ele teve. O espírito olímpico e as boas maneiras têm que prevalecer no mundo da Vela”, comenta o técnico da classe Finn da EBV, Eduardo Melchert.

O fato é que, para os que viram o inglês, então na classe Laser, ser o algoz de Robert Scheidt na final de Sydney-2000, com uma marcação tanto implacável quanto questionável sobre o brasileiro, quando, deliberadamente, deixou de correr sua regata optando apenas por atrapalhar a prova de Robert e com isso ganhar o ouro, o caráter de Ainslie já era questionado.

Neste domingo, aparentemente arrependido Ben Ainslie, que é Sir na Inglaterra, pediu desculpas aos seus pares e ao mundo por ter perdido a cabeça. Foi tarde demais e o título Mundial na classe Finn acabou nas mãos de outro inglês, Giles Scott.

Para a segunda-feira (12) estão previstas mais duas regatas da classe Star, o prosseguimento dos matchs femininos e a estreia das quatro últimas classes olímpicas deste mundial unificado: Laser (masculino), 470 Feminino, 49er e RS:X Masculino. Em todas as quatro, o Brasil tem boas chances de garantir vaga e até mesmo lutar pelo título mundial. Na Laser, Bruno Fontes, na 49er a dupla André Fonseca e Marco Grael, na RS:X Masculina ninguém menos que o campeão mundial Ricardo “Bimba” Winicki e na 470 Feminino, a disputa acirrada entre as antigas companheiras da primeira medalha olímpica da Vela feminina brasileira, Fernanda Oliveira e Isabel Swan. Fernanda, com a nova proeira Ana Barbachan e Isabel Swan, na proa da timoneira campeã mundial da juventude Martine Grael.

Da ZDL de Comunicação com Murillo Novaes

Não há comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: