Pular para o conteúdo

Zebra aquática no Laser, Fernandinha e Ana 100% e favoritos liderando na PréOL de Búzios

O dublê de lambe-lambe e mergulhador, Márcio Rodrigues, registrou mais uma vitória de Bimba hoje no quintal de sua casa.

A terça-feira em Búzios foi típica do verão no balneário fluminense, praias lotadas e muito sol para alegria dos turistas. Já para os velejadores foi um dia diferente do habitual. Pela manhã ventos de apenas 6 nós (Aproximadamente 10 km/h) nas primeira regata do dia e de pouco menos de 10 nós (18 km/h) na segunda, sempre do quadrante leste, testaram os nervos dos atletas que buscam aqui um lugar na equipe olímpica de Vela para Londres 2012. Para a maioria dos favoritos, no entanto, a terça-feira não reservou grandes surpresas no resultado final. Robert Scheidt e Bruno Prada venceram as duas provas do dia na classe Star, assim como Jorge Zarif na Finn, Fábio Pillar e Gustavo Thiesen, na 470 masculina e Ricardo “Bimba” Winicki e Patrícia Freitas, na RS:X masculina e feminina.

Na disputa mais ferrenha desta seletiva olímpica, Fernanda Oliveira e Ana Barbachan, novamente cravaram duas vitórias sobre a dupla formada por Martine Grael e Isabel Swan e mantém 100% de aproveitamento com quatro vitórias nas quatro regatas disputadas até agora. Como a dupla formada pela filha de Torben Grael e a antiga proeira de Fernanda, vencedora do pioneiro Bronze olímpico feminino, Isabel Swan, havia classificado o Brasil no Mundial da Austrália em dezembro passado, se Fernanda e Ana vencerem em Búzios o desempate será em águas espanholas no Troféu Princesa Sofia em Palma de Maiorca.

A classe 49er hoje não foi para água, mas o dia foi de muito trabalho para a única dupla brasileira presente em Búzios, André Fonseca e Marco Grael. “Aproveitamos o dia para fazer alguns acertos no barco. Apesar de sermos os únicos brasileiros aqui. Resolvemos vir do mesmo jeito. Emprestamos um barco para a dupla portuguesa e convidamos os chilenos que são parceiros de treino para velejar aqui também. Fico chateado que as outras duplas nacionais não tenham vindo. Nós rodamos mais de 1.200km para chegar aqui e a dupla do Rio, aqui do lado, não veio. É uma pena. Para nós é um treino de luxo e uma forma de prestigiar os patrocinadores e o evento. Como não classificamos o Brasil ainda, o nosso foco está no Mundial de Zadar, Croácia no final de Maio”, contou André “Bochecha” Fonseca, velejador veterano de duas olimpíadas que agora forma dupla com o outro filho de Torben Grael, Marco.

Zebra no Laser – Foi na classe Laser que a zebra aquática passeou nas águas de Búzios hoje. No vento muito fraco da primeira regata do dia, tanto Adriana Kostiw, no Radial feminino, quanto Bruno Fontes, no Standard, chegaram em terceiro lugar. Adriana se recuperou e venceu a quarta regata da séria (2ª desta terça-feira) e ainda lidera com folga a súmula do Laser Radial, com 6 pontos perdidos contra 12 pontos da vice-líder Maria Cristina Boabaid, de Santa Catarina, que tem a mesma pontuação da capixaba Odile Ginaid, terceira colocada.

No Laser Standar, entretanto, o “azarão” João Hackerott gostou de ganhar e cravou mais uma vitória na segunda prova do dia. Com isso, ele empatou em pontos com Bruno Fontes e no critério de desempate viu seu nome no lugar mais alto da tabela. “No final do ano passado eu treinei 15 dias com o Robert Scheidt em Ilhabela e isso fez toda a diferença. Velejei bem hoje e pretendo continuar dando trabalho. Estou velejando no barco emprestado pelo Jorginho Zarif e com a mastreação de outro amigo, mas vim para competir a sério e estou ficando cada vez mais animado, estou achando tudo muito bonito”, brincou o jovem paulista que é formado em Meteorologia e também veleja em barcos de oceano.

A Semana Brasileira de Vela é a segunda parte do processo seletivo do time olímpico brasileiro que começou no Mundial unificado das classes olímpicas em Perth, na Austrália, em dezembro passado. Lá estavam em disputa 75% das vagas dos países para Londres 2012 e os brasileiros que classificaram o país receberam um ponto na seletiva individual de cada classe. Outro ponto está em disputa na PréOL de Búzios e caso haja empate, o Troféu Princesa Sofia, em Palma de Maiorca, na Espanha, servirá como desempate. Para a 49er e 470 masculina, barcos não classificados na Austrália, quem classificar o Brasil (ou ficar na frente se houver mais de um barco brasuca) nos Mundiais 2012 das respectivas classes, ganha a vaga londrina.

Para amanhã estão previstas mais duas regatas a partir das 13h. O bicho vai pegar!!

Não há comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: