Pular para o conteúdo

Arquivo de

VELA: FERNANDA E ANA SÃO CAMPEÃS EM BÚZIOS E DECISÃO DE DUPLA OLÍMPICA DA 470 É ADIADA PARA ESPANHA

Mr. Mpix capturou a vitóra de Fernandinha e Ana que deixa para as Baleares a batalha final no rumo do canal da Mancha. Quem viver, verá!

Semana Brasileira de Vela teve dia de ventos fortes, com três regatas realizadas e favoritos ficam perto de vaga; na Laser, Fontes volta a liderar

A Semana Brasileira de Vela já tem suas primeiras campeãs. Nesta quinta-feira (9), a medalhista olímpica Fernanda Oliveira e a proeira Ana Barbachan garantiram o título na classe 470 feminina e adiaram a decisão da dupla brasileira nos Jogos Olímpicos de Londres/2012.

As fluminenses Martine Grael e Isabel Swan entraram na seletiva olímpica com vantagem, após o oitavo lugar no Mundial de Perth, na Austrália. Para carimbar a vaga, precisavam vencer em Búzios. Mas as gaúchas foram superiores.

Fernanda e Ana comemoraram o título antecipado da Pré-Olímpica já na sexta regata. As duas venceram todas as provas realizadas em Búzios até agora. Com isso, a definição da vaga ficou adiada para o Troféu Princesa Sofia, em Palma de Maiorca, na Espanha.

“Tiramos um peso das costas. Foi só uma etapa e vamos seguir treinando forte para Palma de Maiorca. Já corremos na raia espanhola e a estratégia será diferente, sem a necessidade de um match race”, revela Ana Barbachan, que promete descansar alguns dias.

A dupla deve retomar os treinamentos no Rio Grande do Sul até a viagem a Palma de Maiorca. O evento espanhol está marcado para o final de março.

Outras classes – A quinta-feira começou com poucos ventos e muito calor em Búzios e parecia que novamente o vento estava de folga no litoral leste do Rio de Janeiro. No entanto, no começo da tarde, com as regatas previstas para as 13h, o vento de este/sueste, de 8 a 12 nós, chegou firme e proporcionou três boas regatas para cada classe. Apenas a Finn, que viu Jorge Zarif vencer as duas do dia para manter 100% de aproveitamento, não chegou às oito provas previstas no programa.

Na classe Laser Standard, palco de disputa feroz, a briga promete se estender até a última regata, no sábado (11). Na primeira prova desta quinta, João Hackerott voltou a vencer e deu mais um susto no favorito Bruno Fontes, que vinha de um vice-campeonato em Miami no primeiro evento do circuito internacional de Vela da Isaf (Federação Internacional de Vela). O catarinense, porém, não se fez de rogado e venceu as duas provas seguintes para terminar o dia com os mesmos 13 pontos perdidos do rival e levar vantagem no critério de desempate.

“Eu velejo melhor em vento forte e, se a previsão se concretizar, estarei preparado para dar o meu máximo. A disputa está bem equilibrada e tudo será decidido no final”, explica Bruno Fontes. Na Laser feminina, Adriana Kostiw teve o melhor desempenho do dia e pode confirmar a vaga nesta sexta-feira (10).

Nas demais classes, após 8 das 11 regatas previstas no evento, os líderes e favoritos, que classificaram o Brasil em Perth, na Austrália, praticamente garantiram o título da Semana Brasileira de Vela e, com isso, a vaga nominal para competir nos Jogos Olímpicos.

Com 100% de vitórias e apenas com remotas chances matemáticas de perder em Búzios, Robert Scheidt e Bruno Prada, na Star; Jorge Zarif, na Finn, e Ricardo “Bimba” Winicki, na RS:X masculina, podem dormir sossegados.

“Mais um dia difícil de ventos médios e fracos. Conseguimos vencer as três regatas de maneira conservadora. Estamos quase lá e precisamos apenas completar uma regata para ir aos Jogos”, relata Bruno Prada, feliz pelo desempenho da dupla. “É uma honra correr mais uma olimpíada pela Star, classe mais vitoriosa da vela. Vamos trabalhar para a temporada européia”, finaliza o proeiro.

“Os critérios de classificação são os mais justos, já que o atleta que investe e disputa competições internacionais ao longo do ano certamente está mais preparado para a conquista da vaga. Só um evento para definir o representante olímpico não é justo”, analisa Robert Scheidt.

Também com oito vitórias em oito provas estão Fábio Pillar e Gustavo Thiesen, que não classificaram a classe 470 masculina na Austrália, mas garantem, com a vitória em Búzios, o apoio financeiro para o Mundial de Barcelona, que ainda vale 25% das vagas de países para Londres 2012.

“O objetivo é focar nos eventos internacionais para ficar mais próximos dos europeus, que são os melhores da categoria. Precisamos ainda mais desenvover material para buscar a vaga e fazer bonito em Londres”, fala Gustavo Thiesen.

Na prancha RS:X feminina, a medalhista de ouro pan-americana Patrícia Freitas, sete vitórias um segundo lugar nas oito regatas disputadas, também praticamente assegurou sua vaga olímpica.

A Semana Brasileira de Vela continua nesta sexta-feira com mais duas provas previstas para cada classe a partir das 11 horas. A Finn deverá ter três regatas. No sábado ocorre a última prova de cada classe e a cerimônia de encerramento.

Classificação geral:

470 Feminino – após 8 regatas
1ª- Fernanda Oliveira/Ana Luiza Barbachan – 8 pontos perdidos (1+1+1+1+1+1+1+1)
2ª- Martine Grael/Isabel Swan – 16 pp (2+2+2+2+2+2+2+2)

470 Masculino* – após 8 regatas
1º- Fabio Pillar/Gustavo Thiesen – 8 pontos perdidos (1+1+1+1+1+1+1+1)
2º- Henrique Haddad/Nicolas Castro – 20 pp (3+2+2+2+2+4+3+2)
3º- Carlos Henrique Wanderley/Bernardo Arndt – 21 pp (2+3+3+3+3+2+2+3)
4º- Nicolas Brancher/Marco Brancher – 33 pp (4+4+4+4+4+5+4+4)
5º- Alexandre Muto/Gabriel Borges – 39 pp (5+5+5+5+5+3+5+6 OCS)

Finn – após 7 regatas
1º- Jorge Zarif – 7 pontos perdidos (1+1+1+1+1+1+1)
2º- Pedro H. Trouche de Souza – 14 pp (2+2+2+2+2+2+2)
3º- Arthur Lopes – 22 pp (3+3+3+3+3+4+3)
4º- Tiago Moraes – 29 pp (5+4+5+4+4+3+4)
5º- Ricardo Carvalho – 37 pp (6+5+6+5+5+5+5)

Laser Radial – após 8 regatas
1ª- Adriana Kostiw – 15 pontos perdidos (1+1+3+1+4+3+1+1)
2ª- Odile Ginaid – 25 pp (3+3+2+4+5+2+3+3)
3ª- Fernanda Decnop – 26 pp (2+2+4+5+2+4+5+2)
4ª- Maria Cristina K. Boabaid – 27 pp (5+4+1+2+1+6+4+4)
5ª- Monica G. Matschinske – 28 pp (4+5+5+3+3+1+2+5)

Laser Standard – após 7 regatas
1º- Bruno Fontes – 13 pp (1+1+3+2+2+2+1+1)
2º- João Hackerott – 13 pp (3+2+1+1+1+1+2+2)
3º- Eduardo Couto – 26 pp (2+3+2+3+6+3+3+4)
4º- Alex Ramos Veeren – 35 pp (4+5+7+5+4+5+4+3)
5º- Matheus Carvalho – 41 pp (5+4+6+7+3+7+6+5)

RS:X Masculino – após 8 regatas
1º- Ricardo Bimba Santos – 8 pontos perdidos (1+1+1+1+1+1+1+1)
2º- Ivan Pastor (ESP) – 20 pp (2+2+2+2+2+6+2+2)
3º- Alberto Lopes de Carvalho – 31 pp (5+6+3+5+3+2+4+3)

RS:X Feminino – após 8 regatas
1ª- Patricia Freitas – 9 pontos perdidos (1+1+1+1+1+2+1+1)
2ª- Patricia Castro – 21 pp (2+2+3+3+3+1+4+3)
3ª- Bruna Martinelli C. de Mello – 22 pp (4+4+2+2+2+4+2+2)

Star – após 8 regatas
1º- Robert Scheidt/Bruno Prada – 8 pp (1+1+1+1+1+1+1+1)
2º- Alessandro Pascolato/Henry Boening – 20 pp (2+2+4+3+3+2+2+2)
3º- Gastão Brun/Gustavo Kunze – 30 pp (3+3+2+2+2+6 DNC +6 DNC +6 DNC)
4º- Reinaldo Conrad/Ubiratan Matos – 30 pp (5+4+3+5+4+3+3+3)
5º- Luiz André A. Reis/Renatão Moura – 41 pp (4+5+5+4+5+6 DNC +6 DNC +6 DNC)

49er* – após 8 regatas
1º- André Fonseca/Marco Grael – 12 pp(1+3+2+1+2+1+1+1)
2º- Pablo Herman/Luis Felipe Herman (CHI) – 15 pp(2+1+3+2+1+2+2+2)
3º- Bernardo Freitas/Francisco Andrade (POR) – 27 pp(4+2+1+4 DNC+4 DNC +4 DNC +4 DNC +4 DNC)

* Classes que não tem a vaga olímpica
Em negrito, velejadores tem um ponto na seletiva

Da ZDL com Murillo Novaes

Itajaí julga projetos voltados à Volvo Ocean Race na segunda-feira

Evento faz parte dos preparativos para a parada Itajaí da maior regata de Volta ao Mundo

Meio ambiente, cultura e empreendedorismo são os principais temas dos 10 projetos executados para receber a Volvo Ocean Race 2011/2012, maior regata de volta ao mundo, e que serão julgados na segunda-feira (13) pela Comissão Organizadora para Parada de Itajaí (CCO/Itajaí). O evento de avaliação dos projetos ocorrerá a partir das 8 horas, no auditório do Centro de Vivência, Campus Itajaí da Univali e é aberto à toda comunidade.

Neste encontro, os proponentes desses projetos farão uma apresentação de 20 minutos cada, com o intuito de descrever o processo de produção e execução dessas ideias que contribuíram ou estão ajudando a preparar a cidade para o evento de Volta ao Mundo. A cidade catarinense recebe a Fórmula 1 da vela a partir de abril.

O julgamento será realizado por representantes da Universidade do Vale do Itajaí, da Fundação Municipal de Meio Ambiente e da Associação Empresarial de Itajaí. A premiação para os três primeiros colocados é de R$ 100 mil, R$ 50 mil e R$ 30 mil, respectivamente.

Da ZDL de Comunicação

Isaf testará kitesurf como modalidade olímpica para o Rio 2016

A Isaf testará o kitesurf como modalidade olímpica entre os dias 21 e 25 de março, em Santander, na Espanha. A ideia é de que a modalidade substitua a prancha à vela na competição. O anúncio final de qual das duas estará em disputa nas águas cariocas em 2016 será feito em maio.

Brasileiro e Sul-americano agitam a classe A-Cat no mês de fevereiro

Apesar de não ser muito conhecida no Brasil, o nível da flotilha nacional de A-Cat é bem alto

A flotilha de A-Cat estará bastante agitada durante o mês de fevereiro. Isto porque acontecem em Niterói entre os dias 10 e 12 o Campeonato Sul-Americano e entre os dias 18 e 21 o Campeonato Brasileiro. Estão confirmadas as presenças de 10 barcos, entre eles Alex Welter (ouro em Moscou no tornado), Edu Penido (ouro em Moscou no 470), Clínio de Freitas (Bronze em Seul no Tornado), além da campeã mundial de A-Cat (2010) Claudia “Cacau” Swan.

Organização muda a data da Refeno 2012

Apesar de setembro ser um mês tradicional para a disputada regata Recife-Fernando de Noronha, este ano a organização decidiu adiar a largada para o dia 13 de outubro para permitir que grande parte dos velejadores que sobem no cruzeiro Costa Leste possam participar também da regata Salvador- Maragogipe e  da Refeno. Outro ponto importante da mudança é propiciar condições de mar e ventos mais brandos, já que estatisticamente os meses de agosto e setembro têm apresentado condições muito duras, dificultando a subida dos barcos vindos do sul.

Regata Arnaldo Guinle para as classes Ranger 22 e HPE 25 acontece neste sábado

No próximo dia 11 as classes Ranger 22 e HPE 25 disputam no Rio de Janeiro a regata Arnaldo Guinle. A largada está programada para às 12h. Não serão cobradas taxas de inscrição.

%d blogueiros gostam disto: