Pular para o conteúdo

Copa Suzuki Jimny confirma quatro etapas em 2012

Melhores velejadores de oceano do país competem nas classes HPE25, BRGA-RGS, RGS-Cruiser e C30

O calendário da Copa Suzuki Jimny de 2012 / XII Circuito Ilhabela de Vela Oceânica já está confirmado com quatro etapas no Yacht Club de Ilhabela (YCI) para as principais tripulações de oceano do País O circuito começa em março nos dias 17, 18, 24 e 25. A segunda etapa será em dois finais de semana – 26 e 27 de maio e 2 e 3 de junho. Os barcos voltam a se enfrentar no litoral norte paulista em setembro (22, 23, 29 e 30) e decidem os campeões entre 24 e 25 de novembro e 1 e 2 de dezembro.

A organização convidou as classes HPE25, BRGA-RGS, RGS Cuiser e C30 para a competição, apontada como uma das mais fortes da modalidade na América Latina. A previsão para o ano é de regatas ainda mais equilibradas. A Comissão de Regatas, mais uma vez, irá levar juízes para água para fazer o julgamento de protestos no mar, dando assim mais dinamismo ao evento e seguindo o padrão das provas nos Estados Unidos e na Europa.

“As tripulação investem a cada ano nos seus equipamentos e aprimorar os treinamentos. O que era apenas uma diversão, cada vez mais se torna uma competição de alto nível, principalmente nos HPE25 onde o entrosamento e o conhecimento do material fazem a diferença. A juria na água também será mantida”, explica José Nolasco, diretor de vela do YCI.

Em 2011, nomes de peso da vela brasileira correram as regatas como os medalhistas olímpico e pan-americano Bruno Prada e Bernardo Arndt, além dos especialistas em veleiros maiores como Carlos Eduardo Souza e Silva, Ernesto Breda e Felipe Aidar.

“Os veleiros da classe Carabelli 30 também terão toda a temporada mostrar que a categoria veio para ficar. Os HPE são muito fortes e todos querem acabar com a hegemonia do Ginga. Já as tripulações com barcos que precisam de rating, investiram mais materiais e treinamento”, recorda Nolasco. Outro detalhe que faz a diferença é a medição das categorias, que atinge nível de excelência, principalmente na BRA-RGS.

YCI na história –O Yacht Club de Ilhabela foi responsável pelo surgimento de três classes one design que já são realidade na vela oceânica da América Latina. O primeiro foi o HPE25, barco usado inclusive nos Jogos Mundiais Militares de 2011. Na sequência veio os S40, que caiu no gosto de ícones da modalidade como Torben Grael e Eduardo Souza Ramos. No ano passado, a Copa Suzuuki Jimny foi palco da estreia mundial do Carebelli 30.

Em 2011, a Copa Suzuki Jimny reuniu média de 40 barcos por fim de semana e sediou em paralelo o Campeonato Nacional de HPE25, o Warm Up, o Paulista de todas as classes e as primeiras regatas do Carabelli 30.

Resultados finais de 2011:
ORC – 19 regatas, com 6 descartes
1º- Orson (Carlos Eduardo Souza e Silva) – 22 pontos perdidos
2º- Touché (Ernesto Breda) – 47 pp
3º- Tembó Guaçú (Alfredo Omatti) – 50 pp

HPE – 32 regatas, com 6 descartes
1º- Ginga (Breno Chvaicer) – 59 pp
2º- Repeteco II (Fernando Haaland) – 97 pp
3º- Avantto (Dario Galvão) – 110 pp

RGS-A – 22 regatas, com 6 descartes
1º – Fram (Felipe Aidar) – 20 pp
2º – Jazz (Valéria Ravani) – 31 pp
3º – Maria Preta (J. Alberto Barretti) – 58 pp

RGS-B – 22 regatas, com 6 descartes
1º – Palmares (José Romariz Filho) – 18 pp
2º – BL3 (Clauberto Andrade) – 38 pp
3º – Blue Too – BL3 La Lampe (Domingos Chiarelli) – 57 pp

RGS-C – 22 regatas, com 6 descartes
1º – Pirajá (Rubens Bueno) – 27 pp
2º – Rainha (Leonardo Pacheco) – 41 pp
3º – Toy (Júlio Lemo) – 62 pp

RGS-Cruiser – 22 regatas, com 6 descartes
1º – Helios II – Hospital Sírio Libanês (Marcos Lobo) – 29.5 pp
2º – Cocoon (Luiz Caggiano) – 34 pp
3º – YDYPY (Marco Aleixo) – 37 pp

Delta 32 – 22 regatas, com 6 descartes
1º – Palmares(José Romariz Filho) -17pp
2º – Asbar II (Sérgio Klepacz) – 37 pp
3º – BL3 (Clauberto Andrade) – 43 pp

Skipper 21 – 22 regatas, com 6 descartes
1º – Alegria (Carlos Alberto Gallo) – 18 pp
2º – Sextante (Thomas Shaw) – 27 pp
3º – Saruê (Diego Zaragoza) – 67 pp

A Copa Suzuki Jimny / XII Circuito Ilhabela de Vela Oceânica tem organização do Yacht Club de Ilhabela, com patrocínio máster da Suzuki Veículos e co-patrocíno da Ser Glass. Os apoiadores são Brancante Seguros, Ancoradouro, Delegacia da Capitania dos Portos em São Sebastião e Prefeitura Municipal de Ilhabela.

Não há comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: