Pular para o conteúdo

Disputa entre Puma e Telefónica será acirrada na chegada a Itajaí

Previsão é que Puma vença a perna mais longa da Regata de Volta ao Mundo. Telefónica deve chegar logo atrás e curtir a festa que será realizada na parada

Itajaí (SC) – Depois de quase 20 dias de travessia desde Auckland (Nova Zelândia), Puma e Telefónica chegarão a Itajaí na tarde desta sexta-feira (6), completando assim a quinta perna da Volvo Ocean Race. O percurso de 6.705 milhas náuticas é o mais longo e desgastante da Regata de Volta ao Mundo. Os barcos, que já estão em águas brasileiras, virão de Balneário de Camboriú, passarão pelo Farol do Mole e entrarão no Rio Itajaí, antes de parar na Vila da Regata. A flotilha será recebida por 20 embarcações, da Marinha do Brasil, organização e espectadores.

A previsão é de ventos na direção sudoeste (10 a 13 nós) e temperatura na casa do 25 graus para o período. As equipes de terra já definiram a logística para receber as equipes e iniciar a reparação das embarcações. Já os velejadores contam as horas para poder rever a família e descansar.

A chegada desta sexta-feira promete ser emocionante, já que o Puma se defenderá da última tentativa do Telefónica de ultrapassar os norte-americanos. A última parcial, no entanto, no final da tarde desta quinta-feira, é favorável ao barco vermelho e preto, que está a 230 milhas de Itajaí, e apenas 18 milhas à frente do adversário. Os espanhóis estão mais a leste e ainda sonham em vencer e ampliar a vantagem na liderança da Volvo Ocean Race.

“Evidentemente que é difícil pegar o Puma, mas vamos tentar. No final da etapa, na chegada a Itajaí, certamente terá pouco vento e será um ponto chave para ‘caçar’ os norte-americanos. A esperança é a última que morre”, relata Pablo Arrarte, tripulante do Telefónica.

Joca Signorini, chefe de turno do Teléfonica, e único velejador brasileiro desta edição, não vê a hora de desembarcar em Itajaí. “Chegar ao Brasil e, principalmente a Itajaí, é uma emoção muito grande. Estamos na perna mais longa e desgastante da Volvo Ocean Race. Foram muitos desafios e a nossa rotina é intensa. Esperamos ainda vencer, mas só de voltar ao País é extremamente gratificante,” garante. Joca ficará apenas um dia na cidade catarinense. Ele embarca para Estocolmo (Suécia) neste sábado (7) para visitar sua filha Sandra, que nasceu em fevereiro.

O tripulante de mídia do Puma, Amory Ross, confirma que os norte-americanos se sentem ‘preocupados’ com a investida dos espanhóis. “O Telefónica é uma ameaça real para a nossa vitória. Eles aproveitam o lado leste e avançam. A chegada será extremamente apertada. Não há nenhuma maneira de impedir a chegada deles. A recuperação é incrível. Mas, estamos em primeiro e vamos com toda velocidade que podemos, pois merecemos a vitória.”

A Vila da Regata já recebe visitantes que experimentam a realidade da maior competição náutica do planeta. Cinema 3D, simuladores e atividades náuticas marcam a parada. Nesta quarta-feira (5), no primeiro dia de visitação, mais de 5 mil pessoas conferiram as atrações do local. A programação continua até o dia 22, com regatas, shows, feira náutica, palestras e ações de sustentabilidade.

Reparos no Groupama – O francês Groupama está parado em Punta Del Este, no Uruguai, reparando o barco antes de voltar à perna e somar os pontos para a classificação geral. Se terminar em terceiro, os europeus ganharão mais 20 pontos. A equipe verde faz a chamada mastreação de fortuna para seguir na regata e chegar em Itajaí entre segunda (9) e terça-feira (10). Porém, a velejada será mais lenta. O time conta com a ajuda do brasileiro Ricardo Ermel, experiente velejador que participou do projeto Brasil 1 na Volvo Ocean Race 2005/2006. O especialista apoiará a área de logística na instalação do novo mastro de 32 metros.

“Vamos aguardar a chegada do barco para fazer um pente fino. O trabalho precisa ser ágil e eficaz, já que o Groupama briga pelo título e quer somar pontos importantes na Regata de Porto”, relata Ermel. O brasileiro conta que o mastro será transportado de São Paulo pela BR-101 e terá de ser escoltado por batedores da Polícia Federal. Uma situação parecida ocorreu com o Brasil 1 em 2005, na perna entre Cidade do Cabo (África do Sul) e Melbourne (Austrália). O barco nacional foi transportado de caminhão da costa oste até a costa leste da Austrália, após a quebra do mastro.

O transporte do Abu Dhabi – O Abu Dhabi está na costa do Chile a bordo de um navio cargueiro a caminho de Itajaí. O veleiro teve problemas técnicos pela segunda vez consecutiva na perna e agora depende do auxilio do transporte para chegar à cidade catarinense antes da Regata do Porto, marcada para o dia 21. A previsão é de que o navio atraque no Porto de Itajaí no dia 16. Os tripulantes do barco árabe estão a caminho do Brasil por avião. Parte do time liderado pelo britânico Ian Walker chegará ao sul do País no sábado.

As chances do Camper – O time chegou na cidade chilena de Puerto Montt para fazer os reparos no casco e voltar a tempo de correr a Regata do Porto em Itajaí. “O progresso agora é excepcional,” disse o chefe da equipe de terra, Neil Cox. “Tivemos que reformar parte do veleiro e o objetivo é juntar o quebra-cabeças e seguir viagem até Itajaí”. O problema ocorreu no dia 25 de março e afetou a proa.

Sobre as seguidas quebras nesta perna, o CEO da Volvo Ocean Race, Knut Frostad, prometeu tomar providências para evitar que os problemas voltem a se repetir neste ano ou nas próximas edições. “É muito cedo para constatar o que realmente ocorreu. Estamos preocupados em ver tantos incidentes durante as travessias e nosso próximo passo é conversar com comandantes, engenheiros e projetistas”.

Da ZDL de Comunicação

Não há comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: