Pular para o conteúdo

Volvo Ocean Race: Com sorte e mastro novo, Groupama vence Regata do Porto de Itajaí

E a francesada que diz não gostar de regatas curtas venceu a inport de Itajaí depois de erro histórico do navegador do Telefônica.

Equipe francesa conta com erro do Telefónica em montagem de boia para vencer e se aproximar dos espanhóis da classificação geral

O Groupama venceu a Regata do Porto DHL neste sábado (21) e diminuiu a vantagem para os espanhóis do Telefónica na tabela da Volvo Ocean Race: 149 pontos contra 133. “Nós não esperávamos vencer a In-port Race e contamos com a sorte e o erro dos adversários para sair com o primeiro lugar. Confusões podem ocorrer com todas as tripulações”, relata Franck Cammas, líder da equipe francesa, que completou o percurso em 46 minutos. “Eu agradeço ao navegador do Telefónica pela vitória”, brinca o comandante do Groupama, Franck Cammas, referindo-se à equipe espanhola que contornou uma boia errada e caiu para último lugar, logo no início da regata.

Foi uma recuperação e tanto para o barco da França, que chegou em terceiro lugar na perna, após ter o mastro quebrado no Uruguai. Com a peça nova e com moral, o Groupama espera vencer a sexta perna, que terá início às 14h deste domingo (22) e irá até Miami, nos Estados Unidos. “Estamos preparados e seguros para diminuir a vantagem. Com certeza, a corrida será menos desgastante do que a anterior”, diz Franck Cammas.

A prova foi disputada com chuva e ventos de 10 a 15 nós em Itajaí. Mais de 20 mil pessoas assistiram o duelo dos Volvo Open 70 no litoral catarinense. Além do Groupama, completaram o pódio Camper e Puma, com a prata e o bronze, respectivamente.

Um gol contra – Na Regata do Porto, o barco da Espanha liderava a prova de quase uma hora de duração, mas um erro atrapalhou as pretensões da equipe do brasileiro Joca Signorini, bastante decepcionado com o resultado. “Foi um gol contra”. O velejador explica que a manobra equivocada acabou com o clima a bordo. “Não temos que culpar ninguém, somos um grupo e vamos tentar a recuperação na perna até Miami. Mais do que nunca, eu gostaria de retribuir o carinho da torcida de Itajaí com a vitória, mas isso faz parte do esporte”. O Telefónica contornou a boia errada (branca) e perdeu tempo, sendo superada por Groupama, Camper, Puma e Abu Dhabi, que passaram pela correta (vermelha).

“Fizemos uma boa regata até o problema. Não se pode errar esse contorno de boia. Foi a primeira vez que isso aconteceu na minha vida e espero que nunca mais ocorra”, conclui Iker Martínez, comandante do Telefónica.

Antes do fato mais marcante da Regata do Porto de Itajaí, o Puma, que teve a melhor largada, foi punido pelos árbitros e teve de pagar uma penalidade pedida pelo Abu Dhabi por uma suposta manobra errada.

“Preciso ouvir dos juízes o que realmente aconteceu. Não concordamos com a punição e consideramos injusta. Fizemos uma excelente largada e isso nos custou a vitória”, lamenta Ken Read, do Puma. O líder do veleiro norte-americano espera que o público volte a comparecer para assistir ao adeus dos cinco barcos nos molhes e pontos estratégicos de Itajaí.

A Regata do Porto DHL foi disputada próxima ao público entre as praias de Cabeçudas, Atalaia e Bico do Papagaio. Quem estava na Avenida Beira-Mar, local da Vila da Regata, pode acompanhar a movimentação dos veleiros.

Aposta – Como no futebol, os velejadores costumam fazer apostas sobre resultados de regatas ou de outras modalidades de que são fãs. No barco Puma, o comandante Ken Read e o tripulante de mídia Amory Ross, fãs de hóquei no gelo, colocaram a sorte em jogo durante os playoffs da temporada passada da NHL e o ‘jornalista velejador’ perdeu. Torcedor do Boston Bruins, Read obrigou Ross, fã do New York Rangers, a usar a camisa do seu time.

“Estou bastante constrangido. É como um brasileiro usar a camisa da Argentina durante uma possível final da Copa do Mundo entre as duas seleções. Fizemos a aposta e eu perdi, paciência”, brinca Amory Ross.

Classificação após a Regata do Porto DHL:
1º – Telefónica (Iker Martínez) – 149 pontos
2º – Groupama (Franck Cammas) – 133 pontos
3º – Camper (Chris Nicholson) – 124 pontos
4º – Puma (Ken Read) – 117 pontos
5º – Abu Dhabi (Ian Walker) – 58 pontos
6º – Team Sanya (Mike Sanderson) – 25 pontos

Ritual antes da partida – Os velejadores terão um momento único neste domingo antes de enfrentar as quase 5 mil milhas até os Estados Unidos. O adeus às famílias emociona o público e as pessoas próximas aos atletas. As equipes deixarão o píer uma de cada vez, mas antes haverá o desfile das tripulações na Vila da Regata. A previsão é de ventos fortes na subida para o Paraná nos dois primeiros dias de regata.

Enrique Bernoldi, ex-piloto da Fórmula 1 pulará do barco da Puma, ritual tradicional em todas as paradas. Já o velejador olímpico Bruno Fontes, representante do País na Laser em Londres/2012 fará a ação com o Telefónica. O craque francês Zinedine Zidane, por exemplo, saltou do Abu Dhabi em Alicante, na primeira perna da Volta ao Mundo.

Itajaí passa chave da Volvo Ocean Race para Miami – As autoridades das duas cidades-sede da Volta ao Mundo se encontram oficialmente neste domingo. O prefeito de Itajaí, Jandir Bellini, passará simbolicamente a chave da Volvo Ocean Race para o chairman de Miami, Marc Sarnoff. A cidade norte-americana receberá a parada nos próximos dias. Os líderes municipais irão passar pelo píer, ao lado dos cinco barco que partem para a aventura pelo Oceano Atlântico.

Vila da Regata perto de 250 mil pessoas – A Parada de Itajaí deve comemorar neste domingo seu visitante número 250 mil. Neste sábado, cerca de 25 mil pessoas passaram pelos contadores eletrônicos da Vila da Regata, somando até agora 247 mil visitantes desde o dia 4 de abril. Além disso, nos dias 6 e 7 de abril a Polícia Militar estimou em mais 25 mil pessoas que estavam nos molhes e na Avenida Beira Rio, para acompanhar a chegada dos veleiros à cidade.

Com o público deste domingo, na despedida dos barcos, o Comitê Central Organizador da Parada de Itajaí estima que a Vila terá cerca de 270 mil pessoas, sem contar o público que acompanhará o evento dos molhes e das praias. Com estes números, Itajaí já é a segunda parada em número de pessoas desta edição, perdendo apenas o porto de abertura, em Alicante na Espanha.

Da ZDL

Não há comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: