Pular para o conteúdo

Lars Grael ganha apoio para comandar a ABVO

Eleição que definirá a nova gestão da Associação Brasileira de Vela Oceânica será na próxima quinta-feira (31)

São Paulo (SP) – O medalhista olímpico Lars Grael concorre nesta quinta-feira (31) ao cargo de presidente da ABVO (Associação Brasileira de Vela Oceânica). A chapa conta com nomes importantes do esporte brasileiro, como Torben Grael, Eduardo Penido, Horácio Carabelli e Nelson Ilha. Sócio da ABVO e um dos principais organizadores de eventos da modalidade no País, José Manuel Nolasco manifestou publicamente seu apoio às propostas do grupo nesta semana. “Não posso deixar de me solidarizar e apoiar plenamente todas as intenções da plataforma de Lars Grael para a ABVO, com as quais plenamente concordamos e apoiamos. Será a modernização e valorização da vela oceânica”.

Entre as propostas apresentadas a Nolasco e ao grupo que organiza os maiores eventos de vela oceânica do País estão transformar a ABVO numa entidade proativa e prestadora de serviços. Outra intenção do grupo de Lars é limitar o mandato em apenas uma gestão. A plataforma de campanha visa também quitar a dívida geral com a ORC, que hoje está em 5.400 euros, e valorizar a categoria, umas das mais ativas de vela oceânica do Brasil. “Sempre assumimos a defesa e o incentivo da regra da classe ORC (a ABVO é a coordenadora master no Brasil). Muitas vezes até assumimos posições firmes. A atitude teve auxilio até do Yacht Club Argentino, com quem reativamos o Campeonato Sul-Americano de Oceano”.

Nolasco é diretor de vela do Yacht Club de Ilhabela, que organiza a Rolex Ilhabela Sailing Week e o circuito Copa Suzuki Jimny.

Saiba quais são as propostas:

1) Alteração Estatutária:
* Adequação do Estatuto ao Código Civil.
* Revisão do estatuto para a realidade da NOVA ABVO
* Limitação do mandato dos dirigentes para uma única reeleição.
A alteração estatutária será proposta pelo velejador e renomado advogado Luis Armando Peixoto Garcia Justo (ex-Neptunus Express).

2) Administrativo e Financeiro:
* Quitação da Dívida com a ORC (cerca de EUR 5.400)
* Saneamento financeiro – verificar contratos ativos, pendências, dividas. Análise detalhada para proposta de plano de ação.
* Ver possibilidade de mudança da sede para sede da FEVERJ (custo zero).
* Objetivo: Reduzir custos e baixar anuidades.
* Anuidades mais baixas para que tenhamos mais filiados.

3) Plano de Comunicação:
* Reformulação, modernização e dinamização do site.
* Site mais atrativo – Agregar serviços: associação via site com pagamento on line – cartão de credito; inscrição on line para cursos e palestras oferecidos pela ABVO para associados; Banco de tripulantes e skippers; Convênios com seguros, marinas, clubes, produtos e serviços náuticos.
* Divulgação da NOVA ABVO.
* Divulgação do Calendário Nacional de Vela de Oceano.
* Resultados de regatas on line. Notícias: avisos de regata, instruções de regatas; fotos e imagens.
* Lista de ratings válidos GPH`s e TMF`s.
* Transparência das ações da ABVO.
* Calendário de reuniões, palestras e cursos técnicos.
* Estruturada ABVO comrespectivos contatos
* Atas de reuniões e acompanhamento do plano de ação

4) ABVO de TODA Vela de Oceano Nacional.
* Tentativa de atração e parceria da BRA/RGS.
* Criação da taxa de anuidade de barcos de cruzeiro/regata. Valor bem baixo.
* Criação das Diretorias Regionais e participação ativa dos capitães de flotilha.
* Inclusão da Associação Brasileira de Veleiros Clássicos – ABVClass na ABVO. Diretor: Eduardo Hamond Regua/SC (veleiro Cairu II).
* Criação da Diretoria de Vela de Multicascos – Adaptar regra de rating para os Multicascos. Aceitamos sugestão de nome.
* Parceria com a Associação Brasileira de Veleiros de Cruzeiro – ABVC. (ações de comum interesse).
* Parceria com a ACOBAR, estaleiros e importadores. Todos barcos de oceano com numeral ABVO.
* Diálogo e tentativa de inserção de flotilhas regionais separadas da ABVO como Associação da Fórmula Brasília – AFB (regra SMP2 – reconhecida pela ABVO); Associação Brasiliense de Veleiros de Oceano – AVOB (regra RGS/DF) e FARVO (regra APS).
* Aproximação e parcerias com as associações nacionais das classes: Soto 40`; C 30`; HPE 25`; J 24`; Ranger 22`e flotilhas como Velamar 22`; Veleiros 23`; Delta 21; Angra 21`; Microtonner 19`e outros.

5) Organização dos NUMERAIS:
* Tentativa de recuperação do arquivo de numerais da ABVO. (busca do livro perdido, registros, pesquisa na Yachting Brasileiro e entrevistas).
* Moralização de numerais. Recadastrar e organizar outras entidades regionais que emitiram numerais em dissonância com a ABVO.

6) ABVO – PRESTADORA DE SERVIÇOS:
* Medição e emissão de certificados.
* Capacitação de novos medidores.
* Apuração de resultados de regatas.
* Parceria com Seguradora – Desconto para afiliados da ABVO.
* Parceria com Velerias – Desconto
* Parceria com Lojas – Desconto nas compras
* Parceria com Marinas – Desconto em vagas e serviços.
* Parceria com Fabricantes de Mastros – Desconto em mastros e serviços.
* Parceria com Revistas – Descontos em assinaturas
* Parceria com Capotarias – Descontos em capas e serviços.
* Parceria com Tintas Náuticas
* Contrapartida no site da ABVO e banners em eventos oficiais da ABVO.
* Apoio no registro de rádio na ANATEL.
* Suporte técnico na organização de eventos.
* Suporte na divulgação de eventos

Não há comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: