Pular para o conteúdo

Arquivo de

Scheidt e Prada estreiam na 4ª colocação em Weymouth

Dupla brasileira disputa o Skandia Sail for Gold Regatta na raia da Olimpíada de Londres

São Paulo – Robert Scheidt e Bruno Prada estrearam nesta segunda-feira no Skandia Sail for Gold Regatta. A dupla foi 4ª colocada na única regata do dia. Os líderes são os dinamarqueses Michael Hestbank e Claus Olesen. A competição, que reúne os melhores velejadores do mundo, será disputada até o dia 9 na raia olímpica de Weymouth e terá o mesmo formato dos Jogos de Londres/2012, com 10 regatas mais a medal race, em que participam apenas os 10 primeiros colocados.

O vento fraco fez com que a flotilha da classe Star esperasse por mais de 7 horas na água até a largada da única prova do dia. “Passamos oito horas na água para fazer uma regata. O resultado foi bom, fizemos uma regata bem conservadora, sem arriscar. O importante é conseguirmos manter a média e estar sempre entre os cinco primeiros, e então, do meio para o fim do campeonato, podemos arriscar mais”, disse Prada.

A dupla brasileira venceu as duas últimas competições disputadas em Weymouth. Os dois desembarcaram na Inglaterra no dia 26/05 e aproveitaram a última semana para treinar ao lado do técnico Luca Modena e das duplas sueca (Fedrik Loof e Max Salminen), dinamarquesa (Michael Hestbaek e Claus Olesen) e francesa (Xavier Rohart e Pierre Alexis Ponsot), que também irão para as Olimpíadas.

Resultados após uma regata
1. Michael Hestbaek/Claus Olesen, (Dinamarca), 1 ponto perdido
2. Richard Clarke/Tyler Bjorn (Canadá), 2 pp
3. Flavio Marazzi/Enrico de Maria (Suíça), 3 pp
4. Robert Scheidt/Bruno Prada (Brasil), 4 pp
5. Peter O’Leary/David Burrows (Irlanda), 5 pp

Após o término do campeonato, os Scheidt e Prada permanecerão na cidade inglesa para mais um período de treinamento, antes de entrarem na Vila Olímpica, em julho.

Da Local

Terceira etapa do Extreme Sailing Series começa nesta quinta-feira em Istambul

Entre os dias 7 e 10 acontece em Istambul a terceira etapa do Extreme Sailing Series. Serão oito equipes disputando o título da competição. Leigh McMillan e o time de Omã, The Wave, Muscat, venceram as prévias na China e agora tem apenas três pontos de vantagem na liderança da competição, com Groupe Edmond de Rothschild e Red Bull Sailing colados atrás.

O capitão da Red Bull Roman Hagara revela que a concorrência estará apertada, mas se diz confiante em conseguis boas posições. “Tivemos uma ótima regata na China, o nosso primeiro pódio na temporada. É isso que estávamos buscando. O nosso objetivo é o mesmo para Istambul”.

Em 2011, o público compareceu em peso para ver os catamarãs em ação em águas turcas pela primeira vez. O Sr. Kaan Ark, presidente do evento local, está confiante que este anoserá ainda melhor. “Estamos muito orgulhosos de sediar o Extreme Sailing Series, em Istambul, mais uma vez. Teremos algumas competições emocionantes neste ano, tanto na costa quanto em mar aberto. Nós acolhemos com satisfação todas as equipespara Istambul”.

Cobertura on line das regatas – Para a esta etapa, os fãs poderão acompanhar tudo on-line através da cobertura ao vivo de vários ângulos da regata, incluindo imagens e comentários de especialistas. Cobertura será transmitida para a página inicial do site oficial do evento durante os dias de competição. A cobertura de domingo também vai incluir a final ao vivo da Racing Series NeilPryde.

Horários das transmissões:

Sexta 8 de junho: 14h00-16h00 – horário local
Sábado 9 de junho: 13h30-16h30 – horário local
Domingo 10 de Junho: 14h00-16h30– horário local

Adriana Kostiw sobe sete posições em Weymouth

Apesar das condições difíceis, a representante olímpica da classe Laser Radial conseguiu bons resultados nesta terça-feira e agora está na 23a. colocação

São Paulo – A velejadora Adriana Kostiw, representante brasileira da classe Laser Radial nos Jogos Olímpicos, subiu sete posições no Skandia Sail for Gold Regatta. Com quatro regatas completadas, ela ocupa a 23ª colocação geral. A líder é a belga Evi Van Acker. A competição, que está sendo disputada na raia olímpica de Weymouth, tem o mesmo formato das Olimpíadas, com 10 regatas mais a medal race, em que participam apenas os 10 primeiros colocados.

Apesar do frio, o vento apareceu um pouco mais forte nesta terça-feira, em torno dos 15 nós. Mesmo assim as condições estavam difíceis para as velejadoras, que foram para a água às 11h (horário local) e disputaram duas regatas.

“O dia estava mais difícil, com muita chuva, frio e muita corrente. O vento um pouco mais forte do que ontem me ajudou a subir um pouco na tabela. Estou fazendo a lição de casa, mas quero conquistar aqui o meu melhor resultado, ainda mais disputando as regatas contra meninas muito boas”, disse Adriana. Durante a competição ela conta com a ajuda do técnico Geison Mendes, da Confederação Brasileira de Vela e Motor.

Por ter um grande número de inscritas (68 no total), a organização optou por dividir as velejadoras em dois grupos: amarelo e azul. Nesta terça, a brasileira conquistou um 15º e um 14º lugares na sua divisão, a azul. Na súmula final, os resultados de todas são somados para formar a classificação geral.

Depois que voltar de Weymouth, Adriana, que tem o patrocínio do Grupo Alatur, Veet, Lorenzetti e Aon, e apoio da Oakley, BL3, Nobmultisports, YCSA e VDS, seguirá para Ilhabela, onde terá mais alguns dias de treinos antes de embarcar para a Vila Olímpica, no dia 16 de julho.

Adriana Kostiw está na Equipe Brasileira de Vela, patrocinada pelo Bradesco e com apoio do COB – Comitê Olímpico Brasileiro.

Para ver o resultado completo das regatas, clique aqui.

Da Local Comunicação

Isaf define equipamento para Jogos Olímpicos da Juventude de 2014

A Isaf anunciou esta semana quais serão os equipamentos usados nos Jogos Olímpicos da Juventude de 2014, que acontecerão na cidade de Nanjing, na China. Serão eles:

Monocasco masculino e feminino: Byte CII

Windsurf masculino e feminono: Techno 293

“Os equipamentos são modernos, visualmente excitantes e se encaixam muito bem para velejadores de 15/16 anos, categoria do evento”, disse Alastair Fox, responsável pelos competidores.

Equipe Bruschetta é campeã do Europeu de J/24

Entre os dias 30 de maio e 3 de junho aconteceu na Itália, o Campeonato Europeu de J/24. Sob o comando de Alex Saldanha, a equipe do Bruschetta ficou como título da competição. No total 47 barcos de sete países participaram da competição. Alémde Alex o time contou ainda com Daniel Santiago, Alfredo Rovere Paolo Bolido e Guilherme Hamelman.

%d blogueiros gostam disto: