Pular para o conteúdo

Souza Ramos vê evolução da vela nas classes One Design

Com oito conquistas do evento, velejador aposta em mais uma competição forte e divertida em Ilhabela. Regatas serão disputadas a partir do dia 8 de julho e terão 150 barcos na água

Souza Ramos comanda o Lancer Evo na Mit Sailing Cup

Ilhabela (SP) – O comandante do Pajero Gol é apontado como um dos maiores nomes da vela oceânica nacional e internacional dentro e fora das regatas. Incentivador, ao lado dos sócios do Yacht Club de Ilhabela, das classes one-design como HPE e S40, Eduardo Souza Ramos vê a consolidação das categorias de monotipos e o surgimento de mais uma, a C30. Na Rolex Ilhabela Sailing Week de 2012, o velejador espera mais um evento competitivo e divertido, unindo os principais nomes da modalidade. As regatas começam dia 8 com a Eldorado Alcatrazes por Boreste – Marinha do Brasil e termina no dia 14. Além das categorias com barcos iguais (HPE, S40 e C30), a competição terá a tradicional da ORC e a mais numerosa BRA-RGS.

A Rolex terá 150 barcos e mais de 1.400 velejadores e está entre as principais provas do mundo. “Os monotipos de oceano estão completos com a chegada do C30 na raia. Porém, o handicap ou rating é a melhor maneira para colocar barcos maiores e de cruzeiro na competição. Cabe ao velejador escolher qual é o melhor perfil”, revela Eduardo Souza Ramos, que hoje compete na S40.

O Brasil, na avaliação do velejador, demorou em relação à Europa e Estados Unidos para colocar veleiros acima de 30 pés para competir nas regatas de oceano. O trabalho começou nos anos 90, com os HPE, justamente com o apoio do empresário Eduardo Souza Ramos. “Começamos com barcos menores e mais baratos no HPE e agora a batalha é no S40. O objetivo é consolidar, definitivamente, a classe no Brasil”, indica

Eduardo Souza Ramos é recordista de títulos da Rolex Ilhabela Sailing Week. São oito no total e o último foi conquistado em 2010, com o S40 Pajero. O empresário e porta-bandeira do Brasil nos Jogos Olímpicos de Los Angeles/84 também foi o primeiro campeão do evento em 1973. “É a maior festa de confraternização da vela brasileira. Velejar essa regata tão tradicional e importante é motivador. O importante é a amizade e a união entre os velejadores. Novos amigos, tripulantes e negócios são feitos e formados durante os sete dias de provas. Isso não pode se perder, pois mistura diversão e alto rendimento”, diz.

A Rolex Ilhabela Sailing Week faz parte do XV Campeonato Sul-Americano das Classes S40, ORC Internacional e ORC Club. Em 2011, os campeões foram o chileno Pisco Sour, na classe S40, e o Touché, de Ernesto Breda, na ORC. As classes confirmadas são: S-40, ORC, HPE 25, C30 e BRA-RGS. O calendário de provas começa na manhã do dia 8 de julho, com as regatas Eldorado Alcatrazes por Boreste – Marinha do Brasil, Ilha de Toque-Toque por Boreste e Renato Frankenthal – HPE 25.

Da ZDL

Não há comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: