Pular para o conteúdo

Arquivo de

Lars Grael conta como foi participar da regata Aratu Maragogipe

O catamarã 14 Bis

“Naveguei no multicasco 14 Bis, de 40 pés e desenho antigo do Nick Bailey. No total foram 183 barcos inscritos. Nós levamos tempo na preparação do barco e por estas e outras, chegamos na linha de largada em cima da partida (a nossa era a 3ª e última largada).

Reclamei que o leme tinha uma folga de mais de 1/2 volta e dito e feito, quebrou a corrente dentro do pedestal. Cruzamos a linha escapados sem governo e em risco de colisão. Baixamos a vela rapidamente e tentamos improvisar um leme de fortuna. Havia uma cana de emergência no barco, mas o difícil foi achá-la. Subimos os panos e saímos com quase 15 minutos de atraso e ainda perdemos tempo ajustando as velas e achando ponto para a buja.

A cana de emergência (tubo de inox) estava curta e pesada (além da folga). Tirei a borrachinha da minha muleta e coloquei a muleta dentro da cana, deu certo! Como derivamos demais na linha, perdemos barlavento e não tivemos altura para passar algumas bóias do canal. Fomos obrigados a cambar e jogar fora outros cinco minutinhos.

Ao sair do canal, já não estávamos mais em último e com a subida do spi, o barco disparou em velocidade até quase 17 nós. Foi quando o moitão da escota do assimétrico rompeu e golpeu um dos 5 tripulantes. Perdemos tempo e com o improviso, o ponto do assimétrico ficou sufocado. Mais tarde em outro improviso, conseguimos recuar o ponto. Mantivemos a buja em cima, o que pareceu acertado e nessa passamos uma centena de barcos até entrarmos no Rio Paraguaçu.

Dentro do Rio, a tripulação manobrou bem e nossos jibes saíram melhores que a expectativa. Cruzamos a linha de chegara em 4º geral, atrás do fita azul, Magune, que é um catamarã de regata não oceânico. Em 2º ficou o Open 40 Zing 2, com Edu Penido no comando. Em 3º e próximo do “, o 50 pés Bola Sete. Estes dois monocascos, partiram em saída anterior, 15 minutos antes (fora os nossos cerca de 15 min. parados).

Apesar de ter sido montado meio às pressas, as velas Cognac de prolam funcionaram muito bem, enquanto o balão comprado usado do Soto 40 Carioca parecia projetado para o barco.O barco esteve abandonado e precisa ser todo reaparelhado. No mais, o 14 Bis precisa de um dono caprichoso, limpeza e uma preocupação paranóica em aliviar peso.

A tripulação teve muita fibra, foi destemida e por estarem fora de forma física, todos saíram machucados, com câimbras, exaustos, porém realizados. Valeu! O Marco Antonio (comandante) é sério e zeloso. Tenho certeza que este barco vai engrandecer a vela de multicascos sob a regra MOCRA, reconhecida pela ABVO.

Legal é constatar que um multicasco velho e largado, é muito mais rápido que um monocasco do mesmo tamanho, mesmo que com canting keel, lastro de água e outros artifícios. A constatação é que a estabilidade tem que vir da forma e não de um chumbo pendurado em baixo.

Carregar chumbo para passear, não tá com nada! Bom, aí é meu passado de classe Tornado voltando a tona.

Experiência válida. Quero voltar a velejar com eles.

No domingo, voltei com os amigos Zé Leão e Ronaldinho Fernandes no impecável e confortável catamarã Varuna. Este já irá se registrar na ABVO.

Resumindo: a Regata Aratu – Maragojipe foi um sucesso!

Fita Azul Geral – Catamarã “Maguni”- Aratu Iate Clube / BA

Fita Azul Monocasco – “Zing 2”- Iate Clube do Rio de Janeiro / RJ

ORC (9 barcos)
1. Kirimurê – Skipper 21- Yacht Clube da Bahia / BA
2. Yacht 1 – Skipper 21- Yacht Clube da Bahia  / BA –
tripulação feminina (com a Chris Frediani a bordo)
3. Nego – Dufour 36- Yacht Clube da Bahia / BA

BRA/RGS Regata (41 barcos)
1. Tata Dag Construtora – Samoa 35- Aratu Iate Clube /
BA
2. Xekmat / Bailly – Multimar 32- Iate Clube
Brasileiro / RJ
3. Alpha 2 – Schaeffer 31- Saveiros Clube da Bahia / BA

BRA/RGS Cruzeiro (24 barcos)
1. Artemis – Velamar 33- Aratu Iate Clube / BA
2. Big Store – Fast 345 – Aratu Iate Clube / BA
3. Big Blue – Fast 345 – Aratu Iate Clube / BA

Multicascos Geral (31 barcos)
1. Maguni – Grainger 33- Aratu Iate Clube / BA
2. 14 Bis – MTC 40- Iate Clube do Recife / PE
3. Graminho – B3 430 – Aratu Iate Clube / BA
Obs.: Ainda sem handicap e subdividido em categorias.

Outras classes: Aberta (sem rating) com 65 barcos; Veleiros de Aço com 3 barcos; Skipper 21com 5 barcos; Trinidad 37com 5 barcos; Delta 36 com 10 barcos.

Abraços,
Lars Grael”

Esimit Europa 2 bate o recorde entre Mônaco e Porto Cervo

A bordo do Esimit Europa 2

No último dia 26 o Esimit Europa 2, um Wally de 100 pés, quebrou o recorde da travessia entre Mônaco e Porto Cervo. O evento foi promovido pelo estaleiro Wally e pelos iate clubes de Porto Cervo e Costa Smeralda. No total foram necessárias 10 horas, 13 minutos e 42 segundos para completar o trajeto de 185 milhas, em uma velocidade média de 18 nós.

Regata Rei Olav reúne 33 barcos na Baía de Guanabara (Com slide show de Fred Hoffman)

Este slideshow necessita de JavaScript.

No último final de semana o Iate Clube do Rio de Janeiro sediou a regata Rei Olav, para as classes ORC, RGS e Clássicos. No total 33 barcos estiveram na água. Para ver os resultados completos, clique aqui.

Clube dos Jangadeiros promove Brechó Náutico neste sábado

Acontece no próximo sábado, dia 1º de setembro, o 2º Brechó Náutico do Clube dos Jangadeiros. O evento é aberto aos associados do Jangadeiros, do Iate Clube Guaíba, do Sava Clube e do Veleiros do Sul e será realizado a partir das 11h, na Sede Continente. Para se inscrever, basta entrar em contato com a Central de Locações & Eventos do Clube dos Jangadeiros pelo telefone (51) 3268-0080 – Ramal 6 ou e-mail eventos@jangadeiros.com.br.

Da assessoria de imprensa

 

Sexta etapa da Copa CIr acontece neste sábado

No próximo dia 1º o Clube Internacional de Regatas irá promover a sexta etapa da Copa CIR. Estão convidados barcos das classes BRA-RGS, Cruzeiro e outros veleiros (soling, HPE, ou barcos sem medição). As inscrições custam R$ 30,00 por tripulante, com exceção dos tripulantes mirins, que estão isentos da taxa.

Em Brasília, FestCat 2012 acontece neste final de semana

Nos dias 1 e 3 de setembro será realizado em Brasília do FestCat, evento para as classes A-Cat e Hobie Cat 16. Estão programadas até oito regatas, sendo no máximo quatro por dia. As inscrições custam R$ 30,00 por tripulante e devem ser feitas até às 12h do primeiro dia de regatas.

Vídeo: Opera House Cup 2012

%d blogueiros gostam disto: