Pular para o conteúdo

Arquivo de

Sam Davies quebra o mastro e desiste da Vendée Globe

Os 20 velejadores solitários da Vendée Globe largaram de Les Sables D’Olonne, na França, há apenas uma semana rumo a volta ao mundo sem assistência e sem paradas, num total aproximado de três meses de competição. Porém para quatro deles a regata já acabou, antes mesmo de chegar à África.

O primeiro foi Marc Guillemot, do Safran, que quebrou a quilha com apenas 50 milhas velejadas. Sem um equipamento reserva, ele foi obrigado a desistir. No dia seguinte foi a vez de Kito de Pavant, que se chocou com um barco pesqueiro já próximo à costa portuguesa. Com o deck inteiramente danificado, ficou impossível de continuar a regata. Dois dias depois, novamente um encontro nada agradável com um barco pesqueiro acabou com a regata do mais jovem velejador desta edição, Louis Burton, de 27 anos. Na terça-feira a noite foi a vez de Sam Davies, quarta colocada na última edição, desistir e voltar para casa. Velejando no meio de uma depressão, com ventos de 35 nós, ela se preparava para colocar o terceiro rizo da vela quando, de repente, o mastro veio abaixo.

Com isso restam 16 velejadores. Nesta quinta-feira eles passavam pelas Ilhas Canárias, com ventos fortes e praticamente disputando um match race, com o três barcos disputando a primeira colocação: Macif, de François Gabart, Banque Populaire, de Armel Le Cleac’h, e Cheminees Poujoulat, de Bernard Stamm. Já na manhã desta sexta, Le Cleac’h conseguiu se separar e assumiu a liderança.

%d blogueiros gostam disto: