Pular para o conteúdo

Arquivo de

Restam 15: Após nove dias no mar, cinco velejadores desistem da Vendée Globe (Com vídeo)

Vídeo do conserto de Alex Thomson

Os 20 velejadores solitários da Vendée Globe largaram de Les Sables D’Olonne, na França, há apenas nove dias rumo a volta ao mundo sem assistência e sem paradas, num total aproximado de três meses de competição. Porém para quatro deles a regata já acabou, antes mesmo de chegar à África.

O primeiro foi Marc Guillemot, do Safran, que quebrou a quilha com apenas 50 milhas velejadas. Sem um equipamento reserva, ele foi obrigado a desistir. No dia seguinte foi a vez de Kito de Pavant, que se chocou com um barco pesqueiro já próximo à costa portuguesa. Com o deck inteiramente danificado, ficou impossível de continuar a regata. Dois dias depois, novamente um encontro nada agradável com um barco pesqueiro acabou com a regata do mais jovem velejador desta edição, Louis Burton, de 27 anos. Na terça-feira a noite foi a vez de Sam Davies, quarta colocada na última edição, desistir e voltar para casa. Velejando no meio de uma depressão, com ventos de 35 nós, ela se preparava para colocar o terceiro rizo da vela quando, de repente, o mastro veio abaixo. Nesta segunda-feira Jérémie Beyou, do Maître CoQ, aportou em Cabo Verde por conta de um problema na quilha. Como ele precisou de assistência, teve que desistir da regata.

Dentre os sobreviventes, Alex Thomson, do Hugo Boss, teve que fazer um reparo de emergência no leme após o gerador hidráulico quebrar. Javier Sansó, do Acciona 100% EcoPowered, conseguiu voltar a velejar após problemas na mestra, que caiu.

Enquanto isso, a briga pela primeira coloção está acirrada. Armel Le Cleac’h, do Banque Populaire, segue na liderança, seguido por Fraçois Gabart, do Macif, e Jean Pierre Dick, do Virbac Paprec 3. Eles velejam pela região dos Doldrums, conhecida pelos ventos fraquíssimos, a menos de cinco nós de velocidade.

POA Match Cup repete duelo do Match Race Brasil

Nesta terça-feira (20) começa o Porto Alegre Match Cup 2012. A capital gaúcha mais uma vez abre as portas para o match race, a modalidade mais dinâmica da vela. A competição terá um novo embate entre a equipe vencedora do recém realizado Match Race Brasil, do velejador Henrique Haddad (Marinha do Brasil) contra o time vice-campeão do gaúcho Samuel Albrecht (Veleiros do Sul).

As regatas barco contra barco ocorrem na baía do Cristal, no Guaíba, em barcos Elliott 6m, o mesmo modelo usado na Olimpíada de Londres. Também estão inscritas as equipes dos timoneiros Alan Willy, Geison Dzioubanov Mendes, Philipp Grochtmann, Vilnei Goldmeier, Bryan Luiz, Cícero Hartmann e Ader Santos. A competição vai até o dia 25 de novembro e conta pontos para o ranking da Federação Internacional de Vela (ISAF).

Da assessoria

Ventos fortes marcam o 34º Campeonato Sul Brasileiro de Laser

Competição reuniu 53 velejadores e foi realizada de 14 a 17 de novembro

Ventos fortes, muito sol e belas disputas na raia da Baía da Pedra Redonda, em Porto Alegre. Estas foram as marcas do 34º Campeonato Sul Brasileiro de Laser, realizado pelo Clube dos Jangadeiros e pela Associação Brasileira da Classe Laser, de 14 a 17 de novembro. O evento reuniu 53 competidores, de sete estados, e agitou as águas do Guaíba no feriadão, com oito regatas para cada classe (4.7, Radial e Standard). No fim, uma vitória para cada estado: Matheus Dellagnelo (SC) no Standard, HenriqueDias (RS) no Radial e Elizeu Júnior da Silva (PR) no 4.7. No feminino, Ana Barbachan, do Veleiros do Sul, venceu no Radial e Giovanna Pignataro, do Clube dos Jangadeiros, foi a grande campeã da 4.7.

A competição teve as primeiras provas disputadas na quinta-feira, dia 15, em uma tarde com ventos muito fortes, que chegavam a mais 30 nós nas rajadas. O dia ficou marcado pelas viradas constantes dos barcos e pelo grande desgaste físico dos velejadores ao final das três regatas. Com a previsão do tempo indicando mais um dia de ventos intensos na sexta-feira, a organização do campeonato antecipou o horário de largada das regatas, o que fez com que as primeiras provas do dia fossem disputadas com ventos mais fracos. Os competidores agradeceram e promoveram belas disputas. Ao fim de seis regatas, as lutas pelas primeirascolocações já estavam bem caracterizadas. No sábado, o último dia do evento, os velejadores disputaram ainda duas regatas, definindo os campeões do 34º Campeonato Sul Brasileiro de Laser. Confira os resultados finais:

Ivan Pimentel e Alexandre Muto vencem o Carioca de Snipe

Durante o feriado prolongado o ICRJ foi sede do Carioca de Snipe. Quarenta e dois barcos disputaram sete regatas. No final deu Ivan Pimentel com Alexandre Muto em primeiro, Henrique Haddad e Rodrigo Lins em segundo e Fernando Madureira e Pedro Wlater em terceiro. Os resultados completos podem ser vistos clicando aqui.

Gaúchos vencem sul-americano de Soling

Equipe vice-campeã

As equipes Veleiros do Sul/Volare/Marcopolo finalizaram neste domingo a participação no Campeonato Sul-americano de Soling 2012 em Punta del Este no Uruguai. Venceu a tripulação de André Wahrlich, Manfredo Flöricke e Leonardo Gomes, do Clube dos Jangadeiros, que velejaram no Ideia Fixa homenageando Fernando Krahe, falecido recentemente.

A equipe VDS/Volare/Marcopolo de George Nehm, Marcos e Lúcio Pinto Ribeiro (campeões mundiais de 2007) ficou com o vice-campeonato ao fechar a disputa vencendo mais uma regata no domingo e pela quinta vez é vice-campeã. Em terceiro lugar ficaram os argentinos Gustavo Warburg, Federico Calegari e Juan Lago.

Ainda da equipe VDS/Volare/Marcopolo também se destacou a tripulação do Coringa, com Guilherme Roth, Carlos Trein e Roger Lamb, que chegaram em quarto lugar e levaram o troféu Classic.

%d blogueiros gostam disto: