Pular para o conteúdo

Arquivo de

Com vídeo: Bernard Stamm se choca com um OFNI

Como se não bastasse ter sido desclassificado pelos jurados da Vendée Globe e seguir navegando enquanto o protesto é reaberto, o suíço Bernard Stamm se chocou com um objeto flutuante não identificado, um OFNI, neste domingo. Segundo sua equipe de terra, o choque arrancou o hidrogerador de bombordo e danificou o de boreste, impedindo a recarga dos aparelhos a bordo.

Dentre outras coisas, ele está impossibilitado de recarregar o piloto automático, o computador central, usado para a navegação com mapas, indicador de vento, corrente e icebergs, radar, dessalinizador e rádio comunicador. No momento do incidente ele estava próximo do cabo Horn e logo após a comunicação com a equipe de terra, ele perdeu contato.  Segundo informações da regata, ele segue velejando a pouco menos de 15 nós, na oitava colocação.

A equipe de terra tentará agora alguma solução para o problema, como encontrar uma área mais calma onde possa conseguir combustível, já que o estoque a bordo está bastante baixo.

Bruno Prada é campeão da Semana de Vela do Rio de Janeiro

Fred Hoffmann registrou o medalhista olímpico na "nova" classe

Fred Hoffmann registrou o medalhista olímpico na “nova” classe

Bronze nos Jogos de Londres/2012 na Star, velejador conquista primeiro título no retorno à classe Finn

São Paulo – Num dia de regatas equilibradas, decididas nos metros finais, Bruno Prada fez dois segundos lugares, o suficiente para vencer a Semana Internacional de Vela do Rio de Janeiro. É o primeiro título do velejador em seu retorno à classe Finn, após dois ciclos olímpicos velejando na Star com Robert Scheidt. Prada encerrou a competição, neste domingo (6), no Iate Clube do Rio de Janeiro, com 8 pontos perdidos, seguido por Jorge Zarif, com 14, vencedor das duas regatas do dia.

“Mas uma vez, a disputa com o Jorginho foi bem acirrada. Hoje ele levou a melhor. O campeonato foi importante para pegarmos ritmo de regata, e estou bastante feliz com a conquista, Mas estou com os pés no chão, sabendo que tenho muito que melhorar”, analisou Bruno Prada.

A vitória deste domingo é a sexta de Bruno na Semana Internacional de Vela do Rio de Janeiro. O velejador já havia vencido em 1997 e 1999, na Finn, e em 2004, 2005 e 2007, na Star, ao lado de Robert Scheidt.

Para voltar a ser competitivo na Finn, Bruno passou 15 dias na Espanha, em novembro, treinando com o campeão mundial e olímpico Rafael Trujillo. Nas últimas semanas, dividiu os treinos com Jorge Zarif, representante brasileiro da classe nos Jogos de Londres. “Treinar com o Jorginho é muito importante para elevarmos o nível técnico brasileiro da Finn”, destacou Prada.

O próximo compromisso de Bruno Prada será o Campeonato Brasileiro de Finn, entre os dias 18 e 20, em São Paulo. ”O Brasileiro será totalmente diferente, pois vamos velejar na represa de Guarapiranga, com água doce e ventos rondados. Treinarei no Rio até terça-feira, depois vou para São Paulo fazer adaptação á raia da competição”, contou o velejador.

Bruno Prada tem uma medalha de bronze nos Jogos Pan-Americanos de Winnipeg/1999 na Finn, em que velejou por 15 anos. Nos últimos dois ciclos olímpicos, competiu pela Star, em parceria com Robert Scheidt, conquistando o inédito tricampeonato mundial da categoria e duas medalhas olímpicas – prata em Pequim/2008 e bronze em Londres/2012. O retorno à antiga classe foi motivado pela saída da Star do programa olímpico e exigiu, além de treinos, dieta e exercícios específicos.

Resultado final após seis regatas e um descarte

1- Bruno Prada – 8 pontos perdidos (1+[2]+2+1+2+2)
2- Jorge Zarif – 14 pp ([9]+9+1+2+1+1)
3- Ricardo Valério – 18 pp (2+3+[5]+4+4+5)
4- Ricardo Santos – 19 pp (3+1+[6]+6+5+4)
5- Andre Mirsky – 21 pp ([9]+9+3+3+3+3)

Da Local

%d blogueiros gostam disto: