Pular para o conteúdo

Arquivo de

Brasileiro da classe Laser Radial começa amanhã no Veleiros do Sul

Competição abre nesta sexta, a partir das 11h, e contará com a participação de 80 velejadores nas classes masculina e feminina

Adriana disputou o Brasileiro de Laser Standard e agora tenta o título na Radial

Adriana disputou o Brasileiro de Laser Standard e agora tenta o título na Radial

O Campeonato Brasileiro de Laser tem continuidade nesta sexta-feira no Veleiros do Sul com a disputa da classe Radial masculino e feminino. Para as mulheres não será apenas o título nacional que estará em jogo, pelo menos para algumas das competidoras será a oportunidade de começar bem a campanha para os Jogos do Rio de 2016, por ser classe olímpica a Laser Radial.

No Brasileiro em Porto Alegre estão presentes nomes conhecidos da classe e também novas integrantes. A paulista Maria Hackerott vem para defender o título feminino conquistado em Minas Gerais no ano passado. Já a representante do Brasil nas Olimpíadas de Pequim (2008) e Londres (2012), Adriana Kostiw (SP), veio em busca de mais uma vitória na Radial, enquanto não vai para a nova classe olímpica, a Nacra 17.

Fernanda Decnop (RJ) foi campeã brasileira de Radial em 2009 e quer ser a representante nacional nos Jogos do Rio. “Troquei a Laser pelo match race e voltei no final do ano passado pensando na Olimpíada do Rio. Esse período no match race me proporcionou bom aprendizado sobre regras e o quê fazer nas mudanças rápidas durante a regata”, diz Decnop, 25 anos. Sua expectativa é marcar o seu retorno com uma vitória no Brasileiro.

A gaúcha Júlia Silva, 17, (Veleiros do Sul), é um dos nomes que despontam da nova geração da Laser Radial. Ela foi campeã sul-brasileira em 2011, e 17º no Mundial Jovem, na Austrália, em 2012. E ficou com o título feminino na Laser 4.7 que encerrou na quarta-feira no Veleiros do Sul. Ela também está começando sua campanha olímpica com pretensões de estar no Rio em Janeiro, em 2016.

O programa do 20º Campeonato Brasileiro da classe Laser Radial masculino e feminino prevê a realização de 10 regatas até a próxima terça-feira (29). Participam 80 velejadores de oito estados brasileiros.

Da assessoria

CBVela divulga AR da Copa da Juventude

Entre os dias 27 de fevereiro e 3 de Março a CBVela e o Clube Naval Charitas irão promover A Copa Da Juventude. O evento servirá como seletiva para o Mundial da Juventude, realizado em Limassol, no Chipre, entre 13 e 20 de julho. Estão convidadas as classes Laser Radial (Masc. e Fem.), 420 (Masc. e Fem.), RS:X (Masc. e Fem.), Hobie Cat 16 (Aberto) e 29er (Aberto), desde que tenham no mínimo dois barcos inscritos participando de no mínimo de 4 regatas da série. Não serão cobradas taxas de inscrição.

Com vídeo: Líderes da Vendée Globe deverão cruzar a linha de chegada neste final de semana

François Gabart e Armel Le Cleac’h , líderes da Vendée Globe, já estão sendo esperados em Les Sables d’Olonne, na França. A previsão é de que eles terminem a volta ao mundo em menos de 80 dias e cheguem no destino final neste sábado ou domingo. A distância entre eles é de 90 milhas, ou 10 horas de velejada. Enquanto isso, Jean Pierre Dick, que quebrou a quilha, ainda não decidiu se irá abandonar a regata ou seguir com lastro até o final. Ele está se dirigindo para os Açores, onde tomará a decisão.

Lucas Mazim, o Sorriso, é campeão brasileiro de Laser 4.7

O campeão Lucas Mazim

O campeão Lucas Mazim

A dedicação aos treinamentos e o esforço do velejador do  Lucas Mazim foram recompensados nesta quarta-feira, dia 23, quando o jovem de 19 anos ergueu a taça do Campeonato Brasileiro de Laser 4.7. Sorriso, como é conhecido pelos amigos, liderou a competição de ponta à ponta, estando desde o primeiro dia de provas à frente dos outros 35 competidores, que participaram das oito regatas realizadas na raia da Baía do Cristal, em Porto Alegre. “O campeonato foi muito disputado, eletrizante mesmo. Apesar das dificuldades e dos fortes concorrentes, eu estava confiante e sempre acreditei no meu trabalho”, afirmou o velejador gaúcho, que nos últimos quatro meses seguiu uma rotina de treinos diários, de olho no campeonato brasileiro.

Para garantir o título, Sorriso bateu nomes importantes da classe, como o experiente Henrique Dias, do Veleiros do Sul e o campeão brasileiro de 2012, Gabriel Elstrodt, do Yacht Club Santo Amaro. A vitoriosa campanha teve início no último sábado, dia 19, e terminou nestaquarta-feira, dia 23, quando as provas do dia acabaram canceladas devido à falta de vento. O velejador do Clube dos Jangadeiros venceu quatro das oito regatas disputadas, terminando com uma vantagem de três pontos sobre o segundo colocado, Henrique Dias. “O apoio dos amigos e a torcida de todos me ajudaram bastante para chegar ao título”, destacou Sorriso, que participou pela primeira vez de um campeonato brasileiro da classe Laser.

Da assessoria do Jangadeiros

Slideshow da regata Comandante Ermel por Fred Hoffmann

%d blogueiros gostam disto: