Pular para o conteúdo

Gabriel Lopes é campeão sul-americano de Optmist em Porto Alegre

Este slideshow necessita de JavaScript.

O gaúcho Gabriel Lopes ficou com o título do Campeonato Sul-americano da classe Optimist que encerrou neste sábado em Porto Alegre (30), no clube Veleiros do Sul. Ele terminou em segundo lugar na competição e o norte-americano Ivan Shestopalov, em primeiro, que por pertencer a um país convidado não disputava o troféu sul-americano. A Argentina ficou em terceiro lugar com Fausto Peralta e venceu na categoria feminina com Clara Vignati.

A última regata realizada neste sábado tinha maior peso para Gabriel e Ivan, ambos brigavam pela primeira colocação, enquanto a expectativa maior para os brasileiros era mesmo assegurar a vitória no Sul-americano. Gabriel cruzou a linha de chegada em primeiro lugar na regata e o norte-americano em terceiro. Ao retornar da raia o velejador do Veleiros do Sul foi recebido na rampa do clube com muita festa e teve seu barco carregado nos braços pelos amigos, técnicos e competidores da equipe brasileira.

Gabriel, 12 anos, recebeu o carinho dos familiares, abraços, cumprimentos e depois foi jogado na água, assim como Ivan Shestopalov, cumprindo o ritual de comemoração na vela. O timoneiro gaúcho disse que não se preocupou com a pressão pelo resultado quando foi para raia do no início da tarde no rio Guaíba.

“Fui tranqüilo e procurei fazer uma boa regata e voltei com sentimento de campeão”, definiu seu estado de espírito. Ele lamentou sua atuação ruim na penúltima regata na sexta-feira quando chegou em 31º e perdeu a liderança que vinha mantendo. “O campeonato foi bom, mas difícil para todos por causa das condições do vento rondado. Consegui manter uma média boa de resultados”, contou Gabriel que é o atual vice-campeão brasileiro de Optimist.

O primeiro colocado, Ivan Shestopalov, 13 anos, é de St. Louis, Missouri, e diz estar mais acostumado a velejar no mar, mas teve um desempenho inquestionável na raia do Guaíba “Aqui se tem boas condições para velejar, sempre tem vento, mas é um pouco difícil porque ronda, mas ainda sim é bem bonito”.

O vento, inclusive foi um grande adversário em razão das rondadas, mas Ivan reconhece que enfrentar o brasileiro foi ainda mais difícil. “Gabriel veleja muito bem, a disputa foi muito acirrada e ele é super competitivo”. Ainda segundo Ivan, o segredo da vitória é a dedicação: “Foi muito treino, o segredo é velejar muito” diz o campeão que agradeceu os pais, os treinadores Amanda e Nico, o apoio dos amigos e a todos os companheiros de equipe.

A campeã feminina, Clara Vignati, 14 anos, da Argentina, enfrentou problemas de indisposição nos últimos dois dias que lhe dificultaram a vida na competição, mesmo assim foi a melhor entre as meninas. “Num campeonato como esse quem ganha é quem rende mais na raia e eu tive esse privilégio. Meu maior adversário mesmo foi o cansaço”.

Entre os primeiros colocados, além do Gabriel Lopes, teve outro gaúcho, Pedro Zonta, que ficou em quinto lugar. O Brasil teve uma equipe composta por 30 velejadores de cinco estados. Os técnicos foram Filipe Novelo (RJ), Mário Urban (BA) e Átila Pellin (RS) e o team leader Cássio do Canto (RS).

O campeonato iniciou no dia 23 e teve 10 regatas disputadas, além da competição por equipe. A última regata foi com vento sul entre 6 e 8 nós de intensidade. “Era uma condição que já esperávamos para o dia, tivemos calmaria, depois um vento fraco de norte que virou para sul,” conforme o race officer Odécio Adam.

O Sul-americano foi uma realização do Veleiros do Sul em conjunto com a Associação Internacional da Classe Optimist (IODA), patrocínio da Bettanin e Banrisul. Participaram 144 velejadores de 14 países: Argentina, Antilhas Holandesas, Bermudas, Brasil, Colômbia, Chile, Equador, Estados Unidos, Ilhas Virgens Americanas, México, Peru, República Dominicana, Uruguai e Venezuela. Apoio: Porto Alegre & Região Metropolitana Convention & Visitors Bureau, Ritter Alimentos, Procempa, PortoVan e Chocolate Florybal.

Classificação dos 10 primeiros do Sul-americano
1º Ivan Shestopalov (USA) – 45 pontos perdidos
2º Gabriel Lopes (BRA) – 50
3 º Fausto Peralta (ARG) – 66
4 º Valentin Queirel (ARG) – 69
5 º Pedro Zonta (BRA) – 85
6 º Wiley Rogers (USA) – 87
7º Facundo Mónaco (ARG) – 85
8º Matt Logue (USA) – 96
9º Harvey, Shawn (USA) – 99
10º Chase Cooper (BER) – 108

Da assessoria

Não há comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: