Pular para o conteúdo

Arquivo de

Velejadores sofrem com vento fraco na regata longa no Mundial de ORCi em Ancona

O vento forte que cancelou regatas nesta segunda-feira no Mundial de ORCi, em Ancona, na Itália, desapareceu e agora os velejadores sofrem com o vento fraco e uma regata longa pela frente. Oito horas depois de largarem, os líderes da classe A ainda não tinham completado o primeiro trecho da regata, considerado como regata curta offshore.

Por conta do vento fraco, a organização planejou uma regata de 130 milhas para a classe A, na qual está o brasileiro Touché, e de 83 milhas para a classe B, percursos que devem ser completados em 32 horas.

Organização divulga as divisões das categorias da Rolex Ilhabela Sailing Week

As categorias de rating, que levam mais barcos à 40ª edição do maior evento de vela oceânica da América Latina, têm definições sobre medições suas divisões

Ilhabela (SP) – A organização da Rolex Ilhabela Sailing Week divulga os critérios para a divisão das classes ORC e RGS para a 40ª edição do maior evento de vela oceânica da América Latina. As duas categorias juntas contam com mais de 50% dos barcos inscritos para o evento, que será disputado de 6 a 13 de julho, no Yacht Club de Ilhabela (YCI). O objetivo das divisões é garantir resultados justos nas regatas dos veleiros que usam o rating, ou seja, uma fórmula para calcular os vencedores das provas.

Divisões da classe ORC:
ORC 500 – GPH <= 590
ORC 600 – GPH >590 e GPH <= 650
ORC 650 – GPH >650 e GPH <=690 e com LOA >=29 pés (8,84 m)
ORC 700 – Todos os barcos com LOA <29 pés (8,84 m) ou GPH>690

Divisões da classe RGS:
RGS-A – barcos com LOA >= 39 pés (11,88 m) ou TMFAA >= 0,9900
RGS-B – barcos com TMFAA >= 0,8901 e TMFAA <= 0,9899
RGS-C – barcos com TMFAA <= 0,8900
RGS-Cruiser – # LOA >= 32 pés (9,70 m) que atendam os critérios de elegibilidade

Em 2012, os vencedores da Roelx Ilhabela Sailing Week nas categorias citadas foram: Tomgape Touché (ORC Geral e 500), Zeus (ORC 600), Kiron (ORC 650), Prozak (ORC 700), Maria Preta (RGS Maxi), Troop Too (RGS A), Tangaroa (RGS B), Mandinga (RGS C), Chrispin II Kelvin Clima (RGS Cruiser A) e Hélio II- Hospital Sírio Libanês (RGS Cruiser B).

Veleiros ainda podem se inscrever – As inscrições seguem abertas no sitewww.risw.com.br. Os veleiros que ficarem em seus clubes de origem, outros clubes com eles conveniados, com amarras próprias ou alugadas, terão 25% de desconto. O valor da inscrição para os barcos que queiram ficar em poitas ou amarras do Yacht Club de Ilhabela será de R$ 400,00 por tripulante até 30 de junho.

Da ZDL

Slide Show de Fred Hoffmann: Regata São Pedro

Este slideshow necessita de JavaScript.

Scheidt segue na liderança em Kiel; Fontes sobe para quinto

Em dia de muitas oscilações, velejador tem desempenho regular e continua em primeiro lugar na Classe Laser, na Alemanha

São Paulo – Maior medalhista olímpico brasileiro, com cinco medalhas (três delas na Laser), Robert Scheidt continua a se sobressair pela regularidade, na Semana de Vela de Kiel. Abrindo a fase final da tradicional competição alemã, o velejador fez dois quartos e um sexto lugares nas regatas desta segunda-feira (24), resultados suficientes para manter a liderança na Laser, com 15 pontos perdidos.

Em dia marcado por muitas oscilações, o sueco Jesper Stalheim assumiu a vice-liderança, com 17, seguido pelo australiano Ashley Brunning, com 21. O outro brasileiro na disputa, Bruno Fontes, pulou do oitavo para o quinto lugar, com 32 pontos.

O primeiro dia da fase final da Semana de Kiel surpreendeu os velejadores da Laser com ventos mais fracos, entre 7 e 12 nós (entre 13 e 22 km/h). A temperatura não passou dos 17 graus.

“Foi um vento mais fraco do que o previsto, que pegou todo mundo de surpresa, mesmo. Acabei não acertando muito bem o início das regatas, sempre montando a primeira boia em décimo, para fazer corridas de recuperação. Em todas elas, tive que correr atrás do prejuízo”, contou Robert Scheidt, tricampeão da Semana de Kiel (1999, 2000 e 2004). “Mas o barco está muito rápido, e estou conseguindo me recuperar bem, estou satisfeito.”

Na Alemanha, o velejador enfrenta nomes como o sueco Jesper Stalheim, terceiro do ranking mundial da classe, o australiano Ashley Bunning, sexto do ranking, e o alemão Philipp Buhl, último a vencer o torneio. A fase final da Semana de Kiel tem mais três regatas programadas para esta terça-feira (25), a partir das 12 horas (7 horas no Brasil). Apenas os seis primeiros colocados seguirão para a medal race, na quarta-feira.

“Se eu conseguir acertar melhor a largada, amanhã (terça-feira), posso conseguir resultados bem melhores, para chegar bem à fase da medal race”, completou Scheidt.

Classificação da fase final após três regatas

1 – Robert Scheidt (BRA) – 15 pontos perdidos (1+4+4+6)
2 – Jesper Stalheim (SUE) – 17 pp (4+3+9+1)
3 – Ashley Bunning (AUS) – 21 pp (2+2+5+12)
4 – Philipp Buhl (ALE) – 28 pp (3+8+3+14)
5 – Bruno Fontes (BRA) – 32 pp (8+1+10+13)
6 – Nicholas Heiner (HOL) – 33 pp (5+11+12+5)
7 – Kacper Zieminski (POL) – 37 pp (6+9+14+8)
8 – Tobias Schadewaldt (ALE) – 37 pp (16+6+8+7)
9 – Enrico Strazzera (ITA) – 38 pp (20+13+2+3)
10 – Wannes Van Laer (BEL) – 43 pp (12+14+15+2)

Da Local

Brasileiros estreiam no Mundial de ORCi na 30ª colocação

O primeiro dia de regatas do Mundial de ORCi, que está sendo realizado em Ancona, na Itália, começou com sol e vento de 14 a 17 nós, fato que animou os velejadores dos 110 barcos, de 15 países, que participam do evento. Os grupos A e B estavam ansiosos para largar e a comissão teve que colocar bandeira preta antes de conseguir fazer uma regata limpa para os percursos de 9,7 e 8 milhas respectivamente.

Um pouco após o término das regatas, no entanto, uma tempestade chegou à raia, com ventos forte, chuva e muitos raios e a CR optou por mandar os velejadores para um lugar mais abrigado, na Marina Dorica. Como a nuvem preta não passou, o dia foi dado como encerrado às 16h, horário local.

Velejando na categoria A, os brasileiros do Touché, comandados por Ernesto Breda, começaram a competição na 30ª colocação, dentre 47 inscritos.

Para esta terça-feira está programada uma regata longa, com largada pela manhã e previsão de término 24 horas depois e uma regata curta. Ambas terão peso 1, porém a regata longa não poderá ser descartada.

Para ver os resultados completos, clique aqui.

Vídeo: MOD70 Spindrift capota da Irlanda

Yan Elies é campeão da Solitaire du Figaro

Termino neste domingo em Roscoff a Solitaire do Figaro. E bastou o segundo lugar na quarta etapa da competição para que Yan Elies garantisse o título geral. Esta foi a sua segunda vitória consecutiva, fato que o coloca em um patamar diferenciado. Além dele, apenas Guy Cornu tem duas vitórias seguidas no evento (1975/6).

Resultado final:
1. Groupe Queguiner – Leucemie Espoir, Yann Elies
2. Skipper Herault, Xavier Macaire
3. Vendee, Morgan Lagraviere
4. DLBC, Yoann Richomme
5. Maitre Coq, Jeremie Beyou

Primeiro Mundial de Nacra 17 será realizado na Holanda em julho; Brasileiro começa quinta-feira

Cacau Swan e Clínio de Freitas foram a primeira dupla a ir para a água

Cacau Swan e Clínio de Freitas foram a primeira dupla a ir para a água

A classe Nacra 17 entrou para o programa olímpico do Rio 2016 e a partir do dia 21 de julho terá o seu primeiro Campeonato Mundial. O evento será realizado em Hague, na Holanda e terá velejadores de 22 países.

Enquanto o resto do mundo já está treinando, finalmente os primeiros barcos chegaram ao Brasil, depois de muita burocracia. Quatro dos cinco barcos que foram entregues na semana passada estarão nas águas da Baía de Guanabara a partir de quinta-feira para a disputa do primeiro Campeonato Brasileiro.

 

Vídeo: 40 anos de Volvo Ocean Race

Francês Alizée é campeão da Giraglia Rolex Cup; Magic Carpet 3 é fita azul

A edição 2013 da Giraglia Rolex Cup vai ficar na memória dos velejadores por muitos anos. Cento e oitenta r quatro barcos, de 14 países, estiveram presentes na competição, que largou de Saint-Tropez, na França, e chegou em Gênova, na Itália, em um total de 243 milhas.

Depois de 31 horas, 35 minutos e 48 segundos, o barco de bandeira inglesa Magic Carpet 3 cruzou a linha de chegada, garantindo a fita-azul. O francês Alizée foi o melhor no tempo corrigido.

%d blogueiros gostam disto: