Pular para o conteúdo

Decisão do Extreme Sailing Series será feita em Florianópolis

Veleiros que atingem velocidade superior a 30 nós (mais de 60 km/h) competem, pela primeira vez, na ‘Arena de Florianópolis’, em novembro

Florianópolis(SC) – Os barcos ‘voadores’ fazem um desafio inédito em Florianópolis. O Brasil está confirmado para receber a última etapa da mais veloz competição da vela mundial. A oitava etapa do Extreme Sailing Series, apresentado por Land Rover, chega ao Brasil pela segunda vez. As disputas entre os veleiros de dois cascos, considerados voadores pela velocidade que adquirem, estendem-se entre os dias 14 e 17 de novembro.

Um Race Village montado em frente ao Trapiche da Beira Mar Norte (avenida Rubens de Arruda Ramos/Praça de Portugal) transformará o local em uma autêntica arena de vela e levará ao público o privilégio de conferir as manobras dos bólidos a poucos metros de distância e de sentir de perto a adrenalina dos atletas.

Os catamarãs Extreme 40 super velozes têm 40 pés de comprimento (12 metros), são fabricados em fibra de carbono e levam a bordo cinco tripulantes, mais um convidado. Os barcos de dois cascos são idênticos e os percursos curtos tornam-se extremamente táticos, fazendo com que o público sinta-se numa arena. O espetáculo promovido, de forma pioneira, pela OC Sport, foi idealizado com este formato para favorecer o espectador, o que não acontece na vela.

A OC Sport é a organizadora mundial da competição e seu presidente executivo, Mark Turner, está certo de que a cidade vai realizar uma ótima final de campeonato, sem deixar nada a desejar para qualquer outra sede. “Florianópolis preenche todos os requisitos necessários para se fazer um grande evento e não há dúvida de que será um local espetacular para encerrarmos nosso sétimo ano de competição.”

A visualização do que acontece na raia é simples: vence aquele que chega na frente, o que facilita o entendimento do público e permite que a torcida incentive o seu time preferido. Além disso, um locutor narra a prova, explicando cada detalhe técnico da regata. Uma tripulação nacional vai se juntar a outras equipes internacionais para compor a flotilha de oito embarcações. Os detalhes da equipe brasileira serão anunciados em breve.

Serão até oito regatas por dia, todos velejando contra todos, e as regatas finais, no domingo, terão transmissão, ao vivo, pela TV.

No ano em que o Extreme Sailing Series comemora a 7ª edição, o circuito visita três continentes: Muscat (Omã), Singapura, Qingdao (China), Porto (Portugal), Cardiff (País de Gales), Nice (França) e Florianópolis (Brasil). Em 2012, pela primeira vez na América do Sul, os Extreme 40 competiram na Baía de Guanabara, no Rio de Janeiro, com a participação de uma equipe brasileira comandada pelo bicampeão olímpico Torben Grael.

Na última etapa deste ano, em agosto, em Cardiff, País de Gales, o time The Wave Muscat, de Omã, ficou em primeiro lugar, acompanhado por um público de 120 mil fãs da vela. Na classificação geral da temporada, depois de cinco etapas disputadas entre as sete previstas, a liderança é do The Wave Muscat, com 46 pontos, seguido pelo time suíco Alinghi, com 45 e o Red Bull, com 37 pontos O próximo encontro dos barcos voadores será em Nice, sul da França, entre os dias 3 e 6 de outubro, última parada antes do desembarque em águas brasileiras.

A etapa brasileira do Extreme Sailing Series será promovida e organizada pela empresa Mais Brasil Esportes, que tem a direção de Carlos Col, empresário responsável por resgatar a credibilidade da Stock Car, hoje a principal e mais profissional categoria do automobilismo brasileiro.

Escolha de Florianópolis – A capital do Estado de Santa Catarina, região Sul do Brasil, famosa por suas 42 praias de areias brancas espalhadas por uma costa de 33 quilômetros de extensão, vai além da vocação náutica, especialmente a vela. As ondas também atraem surfistas não apenas da região, mas de todo o País.

O Governo do Estado de Santa Catarina e a Prefeitura Municipal de Florianópolis apoiam o evento e a intenção é de que o compromisso com a cidade seja assumido a longo prazo. A secretária de Turismo, Maria Cláudia Evangelista, relaciona a beleza natural de Florianópolis com o arrojado design dos modelos Extreme 40. “É uma honra acolher esta competição mundial de vela. Nossa cidade, cercada por água, vai ficar ainda mais bonita com a flotilha de barcos extremamente velozes”.

Sobre a capacidade de Florianópolis para receber eventos de grande porte, Maria Cláudia acrescenta. “A excelente infraestrutura, a geografia privilegiada e o clima maravilhoso são ideais para a prática de esportes. A ilha de Santa Catarina é um polo turístico que tem plena capacidade para sediar o Extreme Sailing Series Land Rover, fato constatado pela Associação Internacional de Congressos e Convenções que nomeou Florianópolis como a sexta cidade no topo mundial para eventos internacionais. O vento está soprando a favor e estamos ansiosos para receber os barcos”.

O Extreme Sailing Series é um circuito mundial que pertence a OC Sport, com patrocínio da Land Rover. A organização da etapa brasileira está sob a responsabilidade da Mais Brasil Esportes, com apoio do Governo do Estado de Santa Catarina e da Prefeitura Municipal de Florianópolis.

Sobre o Extreme Sailing Series™
Criado em 2007, o Extreme Sailing Series™ é um circuito mundial de regatas disputado em ‘arenas’ projetadas especificamente para que os espetadores tenham a oportunidade de acompanhar as manobras de veleiros de altíssimo rendimento junto à costa. O formato exclusivo da competição atrai os melhores velejadores do mundo. Os velozes multicascos de 40 pés disputam provas de curta duração no torneio que atravessa o planeta passando por Oriente Médio, Ásia, América do Sul e Europa. O Extreme Sailing Series ™ também oferece uma experiência exclusiva aos convidados VIP, que têm o privilégio de embarcar e competir durante as regatas. Os fãs da vela em todo o mundo podem acompanhar a transmissão do evento ao vivo pela TV.

Desde 2007, o valor de mídia do Extreme Sailing Series™ tem crescido a cada ano. Em 2012 a quantia foi estimada em 27,8 milhões de euros (83 milhões de reais), incluindo uma série de TV distribuída para emissoras em todo o mundo e oferecendo uma proposta atraente para os parceiros do circuito como o principal deles, Land Rover, e outras marcas multinacionais. Para mais informações sobre os nossos parceiros clique aqui.

Com foco na construção de um Race Village interativo, com música ao vivo e diversas formas de entretenimento, o pioneiro circuito segue em direção ao futuro com a proposta de inovar. O Extreme Sailing Series™ recebeu da ISAF (Federação Internacional de Vela) o “Estatuto de Evento Especial”, um aval para que a vela continue sendo promovida e levada para novos mercados e novos públicos.

Da ZDL

Não há comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: