Pular para o conteúdo

Organização da Mini Transat considera mudar percurso da regata por conta de ventos fortes

Mais de uma semana após a data programada para a largada, os velejadores da Mini Transat seguem esperando em terra que o vento diminua. A organização, no entanto, já considera mudar o percurso para que todos possam partir o quanto antes. O maior problema até agora está no cabo Finisterre, onde os ventos podem chegar a 50 nós.

Por enquanto a regata está dividida em duas pernas: de Douarnenez a Puerto Calero, num total de 1257 milhas, que deve durar de 10 a 13 dias, e de Puerto Calero a Poite-à-Pitre, num total de 2764 milhas, que deve durar de 14 a 21 dias. As opções da organização são dividir a primeira perna em dois ou esperar até segunda-feira para ver se a previsão de que o tempo irá melhorar se confirme.

 

Não há comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: