Pular para o conteúdo

Scheidt segue na liderança do Mundial de Laser; Fontes cai pra nono

São Paulo – Robert Scheidt só precisou de mais uma vitória para encerrar a fase classificatória do Mundial de Laser do Omã na liderança. Mesmo com um 28º lugar na outra regata desta quarta-feira (20), resultado descartado, o velejador aumentou para cinco pontos a vantagem sobre o vice-líder, Pavlos Kontides, do Chipre. Já Bruno Fontes não teve um bom dia e caiu três posições, terminando na nona colocação. 

O quarto dia de disputas do Mundial de Laser, último da fase classificatória, teve ventos fracos e inconstantes, com intensidade variando de 4 a 14 nós, na raia de Mussanah. “Fiz escolhas erradas na primeira regata em relação ao lado da raia, que me deixaram com a 28ª posição. Mas velejei bem melhor na segunda regata e consegui vencer”, explicou Scheidt, velejador mais bem sucedido na história da Laser, com dez títulos mundiais (um deles juvenil) e três medalhas olímpicas, além de outras duas na Star.

Os velejadores seguem para a fase final da competição reagrupados nas flotilhas ouro, que brigará pelo pódio, e na prata. Nesta fase, estão programadas mais seis regatas, duas por dia, a partir das 11 horas (5h em Brasília), com possibilidade de apenas mais um descarte do pior resultado. “O nível aumentará muito a partir de amanhã (quinta-feira), e consequentemente as regatas ficarão bem mais difíceis”, previu o velejador, que conta com o patrocínio do Banco do Brasil, Rolex, Prada e Deloitte para o novo ciclo olímpico e disputa o Mundial com os apoios do COB e da CBVela.

O torneio reúne 128 barcos, entre os quais estão os primeiros colocados do ranking mundial da Laser: os australianos Tom Burton (1º), Ryan Palk (5º) e Ashley Brunning (8º), o croata Tonci Stipanovic (2º), o também brasileiro Bruno Fontes (3º), o sueco Jesper Stalheim (4º) e o francês Jean Baptiste Bernaz (6º).

Classificação após oito regatas e um descarte

1- Robert Scheidt (BRA) – 15 pontos perdidos (4+5+1+1+2+1+[28]+1)
2- Pavlos Kontides (CYP) – 20 pp (2+5+3+3+4+2+1+[10])
3- Jesper Stalhein (SWE) – 24 pp (3+2+6+1+4+4+[26]+4)
4- Tonci Stipanovic (CRO) – 26 pp (1+8+1+5+3+2+[43]+6)
5- Rutger Schaardenburg (NED) – 38 pp (19+3+4+4+1+[38]+5+2)
6- Phillip Buhl (ALE) – 41 pp (1+17+3+4+2+12+[18]+2)
7 – Jean-baptiste Bernaz (FRA) – 52 pp (6+3+9+[12]+8+10+7+9)
8- Bruno Fontes (BRA) – 53 pp (5+6+2+[14]+9+6+13+12)
9- Mathew Wearn (AUS) – 60 pp (18+14+7+7+6+4+4+[52])
10- Tom Burton (AUS) – 63 pp (8+1+4+17+14+7+[21]+12)

Da Local

Não há comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: