Pular para o conteúdo

Aos 40, Scheidt conquista mais um Mundial de Laser

Velejador brasileiro se confirma como o maior nome da classe, encerrando a competição com vitória na única regata deste sábado (23)

209467_365320_scheidt_3_web_

São Paulo – A vitória na única regata deste sábado (23) consagrou Robert Scheidt campeão do Mundial de Laser de Omã, confirmando-o como o maior nome da história da classe. O título, 11º de sua carreira na Laser, junta-se a três medalhas olímpicas (duas delas de ouro) e marca o retorno triunfal do velejador à categoria, após oito anos velejando na Star. O pódio foi completado pelo cipriota Pavlos Kontides (prata) e o alemão Phillip Buhl (bronze).

“Talvez seja o título mais especial da minha carreira, pela volta à Laser após oito anos de ausência e por estar num momento diferente da minha vida”, vibrou Robert Scheidt. “Hoje meus maiores incentivadores são minha esposa e meus filhos. Retornar à Laser aos 40 anos, idade elevada para a classe, e superar competidores bem mais novos e muito fortes, é uma honra. Ainda não sei qual é o meu limite, mas estou muito feliz em levar mais esse título para o Brasil e quero muito disputar a Olimpíada de 2016 em casa.”

Scheidt demonstrou o desempenho mais regular entre os 126 competidores reunidos na raia de Mussanah e liderou a competição a partir do terceiro dia de disputas, superando os primeiros colocados do ranking mundial, entre eles o australiano Tom Burton (1º), o croata Tonci Stipanovic (2º), o compatriota Bruno Fontes (3º) e o sueco Jesper Stalheim (4º). Neste sábado, final do Mundial, os ventos fracos em torno de 10 nós (abaixo de 20 km/h) levaram à realização de uma só regata. Separado por apenas um ponto do cipriota Pavlos Kontides, Scheidt precisava de um bom resultado para garantir sua posição.

“Liderei de ponta a ponta, foi uma regata excelente”, vibrou o velejador. No formato escolhido para o Mundial de Laser, não houve medal race (que vale pontos dobrados). “Quero agradecer aos meus patrocinadores, Banco do Brasil, Rolex, Prada e Deloitte, por apostarem em mim neste novo ciclo olímpico, e ao COB e a CBVela por me apoiarem no Mundial.”

Próxima competição é de Star, nas Bahamas – Além de confirmar sua supremacia na Laser, Scheidt velejou de Star nos últimos anos e conquistou três títulos mundiais e duas medalhas olímpicas (prata e bronze), ao lado de Bruno Prada.

É justamente essa dupla que representará o Brasil na Star Sailors League (SSL), que reunirá os melhores velejadores do mundo, na classe, em Nassau, Bahamas, pela primeira vez desde os Jogos Olímpicos de Londres 2012. Robert e Bruno Prada vão compor uma flotilha de 18 barcos, entre 3 e 8 de dezembro.

O evento com sede no Nassau Yacht Club é exclusivo para duplas convidadas e que ocupam as primeiras colocações no ranking mundial de Star. Serão nove regatas nos três primeiros dias e o quarto, reservado para a final entre os dez melhores colocados. O prêmio da primeira edição da SSL é de 200 mil dólares.

Entre duplas de 11 países, destacam-se como adversários de Robert e Bruno, o lendário americano Paul Cayard, sete vezes campeão mundial e vencedor da Louis Vuitton Cup, o francês Xavier Rohart, o sueco Freddy Loof, o suíço Flávio Marazzi, o norueguês Eivind Melleby e o também americano Mark Mendelblat.

Classificação final do Mundial – após 12 regatas e dois descartes

1- Robert Scheidt (BRA) – 29 pontos perdidos (4+5+1+1+2+1+[28]+1+12+1+[26]+1)
2- Pavlos Kontides (CYP) – 42 pp (2+5+3+3+4+2+1+[10]+[16]+3+6+13)
3- Phillip Buhl (ALE) – 68 pp (1+17+3+4+2+12+[18]+2+2+15+[64]+10)
4- Rutger Schaardenburg (NED) – 68 pp (19+3+4+4+1+[38]+5+2+[23]+14+13+3)
5- Jesper Stalhein (SWE) – 69 pp (3+2+6+1+4+4+[26]+4+18+26+2+[37])
6- Tonci Stipanovic (CRO) – 70 pp (1+8+1+5+3+2+[43]+6+[43]+6+3+35)
7- Juan Maegli (GUA) – 80 pp ([27]+13+13+16+3+12+6+3+4+[19]+5+5)
8- Bruno Fontes (BRA) – 101 pp (5+6+2+[14]+9+6+13+12+31+4+[30]+14)
9- Tom Burton (AUS) – 105 pp (8+1+4+17+14+7+[21]+12+15+9+18+[31])
10- Mathew Wearn (AUS) – 118 pp (18+14+7+7+6+4+4+[52]+13+42+4+[52])
38- Matheus Dellagnelo (BRA) – 226 pp (22+38+11+26+19+[41]+18+37+25+[50]+12+18)

Da Local

2 Comentários Comente
  1. Alcino Moreira #

    fala Murillo, beleza é Alcino,

    fiquei intrigado com o descarte do Bruno, ele tinha um 31 mas descartaram um 14, é por causa das fases?

    Robert, sem palavras o cara é o CARA!!! Parabéns a ele!!

    abraços,

    Alcino

    25/11/2013
    • murillonovaes #

      Oi Alcino, é por aí mesmo! Tá uma zona esse lance de ficar experimentando formatos… rsrsr O Robert é deus, cara!!

      25/11/2013

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: