Pular para o conteúdo

Concorrentes, irmãos Haddad dominam o primeiro dia do Match Race Brasil

Os bicampeões Henrique e Felipe estão classificados para as semifinais. Seus adversários saem neste sábado, após tríplice empate

Henrique Haddad busca o tri campeonato

Henrique Haddad busca o tri campeonato

Rio de Janeiro (RJ) – A hegemonia do Match Race Brasil, nos últimos dois anos, foi da família Haddad. Henrique, conhecido como Gigante, e o irmão mais novo, Felipe, conquistaram o bicampeonato velejando pela Marinha. Dividiram o time e mantiveram o domínio na abertura da edição 2013, nesta sexta-feira (29), na raia montada em frente à praia do Flamengo. Os dois estão classificados para as semifinais, mas terão de aguardar os adversários que sairão após duas regatas de desempate entre as equipes femininas – Rio Yacht Club e Iate Clube Brasileiro – e o time gaúcho do Veleiros do Sul.

O belo dia de sol e ventos de intensidade média, entre 8 e 12 nós, permitiram que a programação da fase classificatória do Match Race Brasil fosse cumprida integralmente. As 15 regatas previstas confirmaram o favoritismo de Henrique Haddad, de 26 anos, que terminou o dia invicto. Seu irmão Felipe, de 22, teve apenas uma derrota, justamente o para o mais velho, na primeira vez em que se enfrentaram na carreira. 

“Velejamos muito bem, agora é torcer para que o vento se mantenha como nesta sexta-feira. O Felipe também está muito bem e foi ótimo ganhar dele, o duro seria perder”, brincou. Henrique garantiu que não se preocupa com o resultado deste sábado que definirá quem está classificado para as semifinais. “Nosso time está focado e não estou preocupado em definir adversário. Espero que consigamos vencer e, quem sabe, enfrentar novamente o Felipe na final”, completou o melhor velejador brasileiro de match race.

Felipe, por sua vez, admitiu a maior experiência do mais velho. “É uma honra competir de igual para igual com ele, poder colocar em prática tudo que me ensinou. A gente é muito competitivo na água, mas em terra somos parceiros”, admitiu.

Vitórias femininas – Como era previsto, as duas tripulações femininas deram muito trabalho aos homens nesta sexta-feira. Tanto que terminaram o dia com chances de irem para as semifinais, depois de um empate triplo com o Veleiros do Sul, os três com duas vitórias cada. 

O time comandado por Renata Deconop, que defende o Rio Yacht Club, começou o dia perdendo para as meninas lideradas por Juliana Senfft (Iate Clube Brasileiro), mas recuperou-se ao bater duas tripulações masculinas na parte da tarde, o Charitas (Rafael Pariz) e o Veleiros do Sul (Philipp Grotchmann). 

“Começamos sem ritmo e sentimos um pouco na estreia diante do outro time feminino. Depois ganhamos entrosamento e conseguimos as duas vitórias importantes para mantermos as chances de semifinal. Para o sábado, vamos velejar com calma e método e temos todas as condições de seguir adiante”, garantiu Renata Decnop. Ela vai enfrentar no primeiro confronto de desempate a equipe de Juliana Senfft. Quem vencer estará na semifinal e a perdedora define a outra vaga com o Veleiros do Sul.

Juliana Senfft começou o dia bem, com vitória sobre Decnop, mas somente garantiu o segundo resultado positivo no final da tarde ao superar o Charitas. “O vento rondou muito durante o dia e nos atrapalhou. Tivemos chance de vencer o time favorito do Gigante, mas acabamos errando em duas manobras, mesmo assim conseguimos bater o Charitas e agora vamos lutar para chegar à semi”, analisou.

Os gaúchos do Veleiros do Sul estão acostumados a disputar match race com outro barco, o Elliot 6, tanto que o time foi vice-campeão brasileiro no último domingo, em Porto Alegre. E demoraram um pouco a se entrosar com o J24. No final do dia, conseguiram duas vitórias diante do Charitas e do Iate Clube Brasileiro. “Foi um pouco difícil de nos acostumar com o barco e também com as mudanças do vento. No começo faltou confiança, mas aos poucos fomos nos recuperando e agora o objetivo é garantir a semifinal”, explicou o jovem comandante Philipp Grotchmann, de apenas 17 anos.

O Clube Charitas, de Niterói, não se classificou, pois não obteve nenhuma vitória. 

Classificação:

1- Iate Clube do Rio de Janeiro (ICRJ), Henrique Haddad – 5 vitórias
2- Clube Desportivo da Marinha(CDM), Felipe Haddad – 4 vitórias
3- Ryo Yacht Clube (RYC), Renata Decnop – 2 vitórias
Veleiros do Sul (VDS), Philipp Grotchmann – 2 vitórias
Iate Clube Brasileiro (ICB), Juliana Senfft – 2 vitórias
6- Clube Naval Charitas (CNC) – 0 vitória

Resultados:

ICRJ 1 x 0 VDS
ICB 1 x 0 RYC
ICRJ 1 x 0 CNC
CDM 1 x 0 RYC
VDS 1 x 0 CNC
CDM 1 x 0 ICB
ICRJ 1 x 0 ICB
CDM 1 x 0 VDS
RYC 1 x 0 CNC
ICRJ 1 x 0 CDM
RYC 1 x 0 VDS
ICB 1 x 0 CNC
CDM 1 x 0 CNC
VDS 1 x 0 ICB
ICRJ 1 x 0 RYC

Para o sábado (30), a partir de 10 horas, estão previstas duas regatas de desempate da fase classificatória. Depois serão disputadas as semifinais, em cruzamento olímpico (1o x 4o e 2o x 3o), em melhor de três regatas. Na parte da tarde será realizado o Pro-Am, que reunirá velejadores e convidados. As finais serão no domingo, também a partir de 10 horas.

Os times são formados por quatro velejadores. A premiação total é de 100 mil reais, divididos entre os oito primeiros colocados. A equipe campeã recebe 26 mil reais. Está em disputa o troféu de posse transitória Roger Wright. 

O Match Race Brasil 2013 tem o patrocínio de Volvo, Sportv, Lorenzetti e TIM. A promoção é da IMX, com apoios da Marinha do Brasil e do Iate Clube do Rio de Janeiro. O projeto foi viabilizado pela Lei Federal de Incentivo ao Esporte. A realização é da Federação de Vela do Estado do Rio de Janeiro. 

da ZDL

Não há comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: