Pular para o conteúdo

Regata de volta a Ilha – Sir Peter Blake abre a última etapa da Copa Suzuki neste sábado

Comodoro Ivan Lopes e Peter Blake no YCI

Comodoro Ivan Lopes e Peter Blake no YCI

São Paulo – Depois de mais de 20 regatas disputadas desde abril, chega o momento decisivo da Copa Suzuki Jimny. Neste sábado (30), são esperados 40 barcos na Regata Volta à Ilha – Sir Peter Blake, tradicional travessia incluída na quarta e última etapa do Circuito Ilhabela de Vela Oceânica. A largada para o percurso de cerca de 40 milhas náuticas será ao meio-dia. Os veleiros com menos de 30 pés correm uma prova mais curta no Canal de São Sebastião, a partir das 13h.

A Regata Volta à Ilha, em homenagem ao velejador neozelandês Peter Blake, duas vezes campeão da America’s Cup, abre a etapa decisiva, que terá os quatro últimos dias de disputa na temporada: 30/11, 1º, 7 e 8/12, com sede no Yacht Club de Ilhabela. Além de impor às tripulações o desafio de superar a maior distância de uma prova da competição, a Volta à Ilha oferece uma visão privilegiada das praias e enseadas da costa de Ilhabela voltada para o mar aberto, muitas delas acessíveis apenas por rota marítima.

As dificuldades mescladas às belezas naturais provocam uma emoção única, até nos mais experientes velejadores. “Estou super animado. O lado de fora da ilha possui uma paisagem que raramente temos a oportunidade de contemplar. E o mais importante é que estamos disputando o pódio”, relata o bicampeão pan-americano da classe Lightning, Mário Buckup, tático do Maria Preta, terceiro colocado na RGS A após três etapas. O líder da classe é o Jazz, de Valéria Ravani, seguido pelo Urca, barco da BL3 Escola de Iatismo, comandado por Pedro Rodrigues.

Buckup correu durante toda a temporada, inclusive a Semana de Vela de Ilhabela, com a tripulação do barco do Ubatuba Iate Clube, comandada por Alberto Barreti. Espera agora, encerrar o ano em grande estilo. “Contornar Ilhabela na última etapa do campeonato é uma ótima maneira de concluirmos a nossa campanha oceânica. Cruzar a linha de chegada depois de nove ou dez horas de regata é muito emocionante”.

A Volta à Ilha vai reunir as embarcações das classes ORC, RGS, C30 e IRC, enquanto os HPE 25, maior flotilha do campeonato e os menores de 30 pés fazem uma regata barla-sota (percurso demarcado por duas boias). A previsão é de que o vento esteja na direção sul, o que permitiria à Comissão de Regatas montar a largada em frente ao Yacht Club de Ilhabela e fazer a chegada na Ponta das canas, após o contorno da ilha no sentido anti-horário. A intensidade deve ser média, em torno de dez nós (18km/h). No domingo, muda para sueste e a velocidade deve aumentar de acordo com o site Tempo OK.

Em 2012, o Fita Azul da regata “Volta à Ilha – Sir Peter Blake”, válida pela 12ª edição da Copa Suzuki Jimny, foi o veleiro Lexus/Chroma, de Santos, com o tempo de 9h51m05, seguido pelo Loyal, com o Montecristo em terceiro lugar no tempo real. Neste ano, o Lexus /Chroma é o segundo da classe ORC, atrás do Tangaroa, enquanto o Loyal lidera a C30. Os três primeiros da HPE são: Relaxa Next/Caixa, Ginga e SER Glass.

Inscrições até sábado (30) – As inscrições serão feitas nesta sexta-feira(29), das 18 às 21h, e no sábado (30), das 8 às 11h, na secretaria do evento no YCI, no valor de R$ 80,00 por tripulante. Os velejadores mirins estão isentos de taxa.

Pontuação acumulada após três etapas (considerando-se os descartes)

ORC
1º – Tangaroa (James Bellini) – 11 pontos perdidos
2º – Lexus/Chroma (Luiz de Crescenzo) – 17 pp
3º – Orson/Mapfre (Carlos Eduardo S. Silva) – 27 pp

C30
1º – Loyal (Marcelo Massa) – 14 pp
2º – Barracuda (Humberto Diniz) – 27 pp
3º – Caballo Loco (Mauro Dottori) – 39 pp

HPE
1º – Relaxa Next/Caixa (Tomas Mangabeira) – 33 pp
2º – Ginga (Breno Chvaicer) – 41 pp
3º – SER Glass (Marcelo Bellotti) – 50 pp

RGS A
1º – Jazz (Valéria Ravani) – 14 pp
2º – Urca/BL3 (Pedro Rodrigues) – 31pp
3º – Maria Preta (Alberto Barreti) – 34 pp

RGS B
1º – Asbar II (Sergio Klepacz) – 12,5 pp
2º – Suduca (Marcelo Claro) – 18 pp
3º – Kanibal (Martin Bonato) – 22,5 pp

RGS C
1º – Rainha (Leonardo Pacheco) – 11 pp
2º – Ariel (Andreas Kugler) – 20 pp

RGS Cruiser
1º – Boccalupo (Claudio Melaragno) – 12 pp
2º – Cocoon (Luiz Caggiano) – 19 pp
3º – Brazuca (José Rubens Bueno) – 28 pp

Da ZDL

Não há comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: