Pular para o conteúdo

Taça Flotilha da Garoa reúne o futuro da vela no Yacht Club de Santo Amaro

YCSA recebe jovens atletas neste fim de semana (15 e 16) para regatas de Optimist e 420, classes formadoras da vela olímpica

Sidney Bloch registrou a criançada em ação na Guarapiranga

Sidney Bloch registrou a criançada em ação na Guarapiranga

São Paulo (SP) – O Yacht Club de Santo Amaro (YCSA) cumpre mais uma etapa na missão de formar velejadores internacionais e recebe neste fim de semana (15 e 16), jovens atletas de vários clubes em torno da Represa de Guarapiranga para a Taça Flotilha da Garoa, com regatas para as classes 420 e Optimist, que limita a idade em até 15 anos, ambas consideradas como ‘de base’ na vela olímpica. São esperados 50 veleiros Optimist e outros dez barcos 420, reunindo cerca de 70 competidores de São Paulo, São Sebastião e Ilhabela.

Será o primeiro torneio de 2014, válido pelo ranking paulista da temporada, o que motiva a participação dos principais velejadores de São Paulo e do litoral norte. O gerente geral do YCSA, Marcos Biekarck, justifica a expectativa da garotada. “Vamos observar o nível de evolução da classe 420, que vai correr a Taça para somar pontos e também como preparação para a Copa da Juventude. Na Optimist, o mais importante é a oportunidade de renovação, além da disputa pelo ranking. Teremos na raia, vários integrantes da equipe Audi YCSA Sailing Team”.

A Copa da Juventude está marcada para março, em Florianópolis e será adotada pela CBVela como seletiva para o Mundial da Juventude, em julho, na cidade de Tavira, Portugal. Só o campeão de cada classe terá a vaga assegurada. No mesmo mês, será disputado o Mundial de 420 na Alemanha, que também está entre os objetivos dos velejadores que competem neste fim de semana na Guarapiranga.

“Nossa primeira meta de 2014 já foi alcançada, quando ganhamos a medalha de ouro no Brasileiro de 420, categoria Júnior, no mês passado em Búzios, e ainda ficamos em terceiro na classificação geral”, lembra Rodrigo Dabus, parceiro de Eric Belda. O resultado de Búzios garantiu a dupla no Mundial da Alemanha, pela Audi YCSA Sailing Team. “Agora, precisamos andar bem na Taça Flotilha Garoa, para depois ganharmos a Copa da Juventude e aí sim podermos pensar no Mundial da Juventude. O principal objetivo do ano é corrermos em Portugal”.

A flotilha de 420 ganhará o reforço da dupla Antônio Aranha e Stephan Kunath, em campanha para o Mundial da Juventude na classe 29er, mas como há poucos barcos desse modelo no País, a estratégia é não deixar de competir. “Temos treinado de 29er em Ilhabela e corrido regatas de 420, quando temos a oportunidade. Apesar de o 29er ser mais veloz, os dois barcos têm as mesmas velas de popa e de contravento. Posso garantir que correr nas duas classes, deixa-nos mais bem preparados”, avalia Stephan.

A intenção da Comissão de Regatas, presidida por Cláudio Buckup, é de realizar seis regatas no fim de semana, três em cada dia. Após a quinta prova será considerado um descarte. A previsão para sábado e domingo, a partir das 13h, horário da primeira largada, é de ventos variando de sudoeste a sueste entre cinco e dez nós (8 a 18 km/h). A expectativa do YCSA é de que as regatas da Taça Flotilha Garoa sejam observadas de perto pelos medalhistas pan-americanos Cláudio Biekarck e Bernardo Arndt, o Baby, visando a formação e o desenvolvimento da Audi YCSA Sailing Team.

Não há comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: