Pular para o conteúdo

Abaquar é o campeão da 20a Copa Cidade de Porto Alegre

Comandada por Caco Moré, tripulação do Clube dos Jangadeiros venceu duas das três regatas realizadas

 Regatas da 20ª Copa Cidade de Porto Alegre foram realizadas nos dias 22 e 23 de março. Crédito Claudio Bergman


Regatas da 20ª Copa Cidade de Porto Alegre foram realizadas nos dias 22 e 23 de março. Crédito Claudio Bergman

Os velejadores porto-alegrenses compareceram em peso ao Guaíba no último fim de semana, dias 22 e 23 de março, para participar de um tradicional evento realizado pelo Clube dos Jangadeiros em homenagem ao aniversário da Capital gaúcha, a Copa Cidade de Porto Alegre. Em sua 20ª edição, a competição reuniu dezenas de barcos e mais de 200 competidores, em regatas marcadas pelas belas e acirradas disputas. As condições climáticas não poderiam ser melhores, com vento sul nos dois dias de provas, variando de 15 a 18 nós.

Comandado por Caco Moré, o veleiro Abaquar repetiu o desempenho apresentado nas últimas competições de vela de oceano e ficou com o primeiro lugar na principal classe da competição, a BRA-RGS. A tripulação do Jangadeiros não deu chances para os adversários e  conquistou com autoridade o troféu rotativo da Copa Cidade, vencendo duas das três regatas realizadas. “Iniciamos a disputa com um terceiro lugar, mas, depois disso, o nosso desempenho foi muito bom”, ponderou o vitorioso comandante, que não poupou elogios para os companheiros de tripulação Francisco Freitas, Fernando Thoede, Márcio Rosa, João Pedro Tatsch e João Luka Moré. “A equipe foi impecável. Só tenho a agradecer aos amigos que estiveram comigo em mais esta conquista”, afirmou.

Outro destaque do evento foi o Boa Vida IV, do comandante Marcelo Bernd, primeiro a cruzar a linha de chegada da Regata em Solitário, no sábado, e também do Velejaço, no domingo. O representante do Jangadeiros mostrou muita habilidade na raia, deixando para trás adversários de muita qualidade, como oMadrugada, de Niels Rump. Também venceram na Copa Cidade: o Tereza, de Martin Rump, na classe HPE 25; o Zápeka, de Walter Bromberg, na J-24; e o 14 Bis, de Humberto Blattner, na Microtonner 19.

Da assessoria

Não há comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: