Pular para o conteúdo

Vento fraco e bandeira preta marcam primeiro dia do Mundial de Star na Itália

Vento fraco no lago di Garda

Vento fraco no lago di Garda

O Mundial de Star começou nesta segunda-feira em Malcesine, no lago di Garda, na Itália, com 92 inscritos. Os Brasileiros, porém, não tiveram um bom dia. Vinte e quatro barcos largaram escapados com bandeira preta, incluindo Lars Grael e Samuca Gonçalves, Marcelo Bellotti e Arthur Lopes, Admar Gonzaga e Alexandre Freitas, Frederico Viegas e Tinha Moura, André Luiz Reis e Antonio Moreira.

Assim como no domingo, quando estava programada a regata de abertura, o vento demorou a aparecer. Nesta segunda-feira, no entanto, os velejadores conseguiram ir para a água, ainda que com mais de três horas de atraso.

Como manda a tradição, apenas uma regata foi disputada, com vento bem fraco, em torno dos nós. No final, os vencedores foi o alemão Robert Stanjek, que passou o grego Emilios Papathanasiou no final. O melhor barco brasileiro foi Dino Pascolato e Maguila, na 10ª colocação. Torben Grael ficou em 26º, Marcelo Fuchs aparece em seguida na 27ª colocação.

Não há comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: