Pular para o conteúdo

Arquivo de

Martine Grael e Kahena Kunze são vice-campeãs do Campeonato Europeu de Vela, em Helsinki

Próximo desafio da dupla será o Aquece Rio International Regatta, primeiro evento teste para Rio-2016

Premiação do Europeu

Premiação do Europeu

As velejadoras brasileiras Martine Grael e Kahena Kunze conquistaram mais um excelente resultado na temporada 2014. A dupla, líder do ranking mundial da classe 49erFX, foi vice-campeã do Campeonato Europeu, que aconteceu em Helsinki, na Finlândia, ao terminar a competição com 60 pontos. As campeãs foram as dinamarquesas Ida Marie Nielsen e Marie Olsen, com 51 pontos, e a medalha de bronze ficou com Alexandra Maloney e Molly Meech, da Nova Zelândia e atuais campeãs mundiais, também com 60 pontos.

“Até a hora da entrega de prêmios estávamos em terceiro lugar, só soubemos da medalha de prata depois, quando corrigiram o resultado. Estamos bastante contentes com a conquista, pela primeira vez conseguimos fazer uma medal race confiantes, mesmo com bastante vento e manobras”, contou Kahena Kunze.

No último dia de regatas Martine e Kahena conquistaram um sétimo e dois terceiros lugares, chegando a 60 pontos e empatando a disputa com a dupla neozelandesa, que teve um 3º, um 9º e 6º lugar. Como critério de desempate foi usado o resultado da última regata, o que garantiu a medalha de prata para a dupla brasileira. O pódio do Campeonato Europeu de 49erFX 2014 é exatamente o mesmo da temporada passada, quando a competição aconteceu em Aarhus, na Dinamarca. Uma frota de 51 barcos participou do evento.

Nas últimas competições internacionais as três duplas têm se revezado no pódio mostrando que a cada dia que se aproxima os Jogos Olímpicos de Rio-2016 a rivalidade aumenta. O próximo desafio dos velejadores será o Aquece Rio International Regatta, o primeiro evento teste para a Rio-2016. A competição será realizada na Marina da Glória, entre os dias 2 e 9 de agosto, e terá a presença de 450 velejadores de 60 países.

“Estamos ansiosas! Além de ser na nossa casa, nunca tivemos tantas duplas de fora velejando no Rio, então será um teste para nós também e todos podem esperar uma grande competição”, contou Kahena.

Além do vice-campeonato europeu, em 2014 Martine Grael e Kahena Kunze conquistaram também as etapas de Hyères e Mallorca da Copa do Mundo de Vela da ISAF, a Copa Brasil de Vela, o vice-campeonato norte-americano e o quarto lugar na etapa de Miami da Copa do Mundo de Vela.

Resultado Campeonato Europeu de 49erFX

1º) Ida Marie Nielsen e Marie Olsen (DEN) – 51 pontos
2º) Martine Grael e Kahena Kunze (BRA) – 60 pontos 
3º) Alexandra Maloney e Molly Meech (NZL) – 60 pontos

Da assessoria

Vídeo: Primeiro dia do Mundial da Juventude em Tavira

Iker Martínez será o comandante da campanha espanhola na Volvo Ocean Race

VolvoOceanRace_vor-140714-spt-muina-1264-editar

Depois de liderar o Telefónica na edição passada, o campeão olímpico aceitou o desafio de levar a Espanha ao título da Volta ao Mundo
Iker Martínez será, mais uma vez, o comandante da campanha espanhola na Volvo Ocean Race, repetindo a temporada 2011-12, quando foi o líder do Telefónica nas regatas. O velejador de 37 anos já estava na equipe, mas não tinha a intenção de estar no comando. Iker Martínez faz campanha olímpica de Nacra 17, categoria que estreia nos Jogos de 2016. Ele venceu recentemente o europeu da classe.

Com o foco novo para a Volvo Ocean Race, Iker Martínez e sua equipe já trabalham na Galícia para conquistar o título da edição 2014-15 da regata. Na temporada passada, o Team Telefónica esteve com a mão na taça, mas foi superado pelo Groupama nas pernas finais.

“Estou muito feliz em ser o comandante em mais um projeto. Levar a bandeira do meu país é um orgulho”, disse Iker Martínez. “Será um grande desafio por vários motivos, incluindo a dificuldade da regata e o pouco tempo de preparação até a largada, em 11 de outubro. Sabemos que corremos contra o tempo em relação aos outros times”.

Iker Martínez foi campeão olímpico em Atenas-2004 na classe 49er, ao lado de Xabi Fernández, também companheiro de equipe na Volvo Ocean Race. Em Pequim-2008, a dupla ficou com a prata.

A campanha, além dos dois, terá os espanhóis Ñeti Cuervas-Mons e Rafa Trujillo, além do francês Nico Lunven. Outro francês, Michel Desjoyeaux, ajudará na preparação. “Temos sorte de contar com o Desjoyeaux. Ele tem um conhecimento muito grande da modalidade e vai nos ajudar nesse projeto”.

Michel Desjoyeaux é especialista em navegação em solitário. No seu currículo estão as participações em eventos como Vendée Globe, Solitaire du Figaro e Route du Rhum. O francês já correu a Volvo Ocean Race/Whitbread Round the World Race em 1985-86 (Cote d’Or), em 1989-90 (Charles Jourdan) e na temporada 1993-94 (La Poste).

No próximo sábado (19), a equipe irá disputar a Volta das Ilhas Canárias. Além dos espanhóis, outras duas equipes da Volvo Ocean Race estarão na regata: Team Brunel e Team SCA.

A Volvo Ocean Race 2014-15 começa em 4 de outubro deste ano com a In-port Race de Alicante, na Espanha.

Por Flavio Perez

Marinha divulga aviso de interdição da baía de Guanabara durante o Evento Teste

A Marinha do Brasil divulgou esta semana como será o esquema de trânsito de barcos na baía de Guanabara durante o Evento Teste. A competição irá reunir na marina da Glória mais de 300 atletas, de 34 países, entre os dias 2 e 9 de agosto. Confira abaixo as informações da Marinha:

1. De 27 de Julho a 2 de Agosto – período de treinamentos – haverá restrições de navegação somente nas áreas a onde serão montadas as raias de regatas. Serão 5 raias sendo 3 dentro da Baía (Praia do Flamengo, EM e perto da DHN) e 2 fora de Baía (Cotunduba e Piratininga). Estas áreas serão de marcadas por boias. As características das boias (cor e formato) ainda não foram definidas e serão divulgadas posteriormente por e-mail ou aviso aos navegantes.

 

2. De 3 a 9 de Agosto – evento teste – haverá interdição total da navegação entre11h e 17 horas, com exceção das barcas e embarcações autorizadas. A enseada de São Francisco estará liberada para navegação até o alinhamento entre a Ilha de Boa Viagem e Morro do Morcego.

 

Martine Grael e Kahena Kunze são vice-campeãs europeias de 49er FX

Fred Hoffmann registrou a alegria das meninas durante a Copa Brasil de Vela

Fred Hoffmann registrou a alegria das meninas durante a Copa Brasil de Vela

Terminou neste final de semana em Helsinki, na Finlândia, o Campeonato Europeu de 49er e 49er FX. Depois de seis dias de competição, a dupla Martine Grael e Kahena Kunze saiu com a medalha de prata entre as meninas do 49er FX. Entre os homens, Dante Bianchi e Thomas Lowbeer foram os melhores brasileiros, terminando em 16º na flotilha ouro. Completaram o time nacional Juju Senfft e Gabriela Nicolino, 8º na flotilha prata da 49er FX e Marco Grael e Gabriel Borges, que terminaram em 10º na flotilha prata da 49er.

Samuca e Gica são os melhores brasileiros no Europeu de Nacra 17

A flotilha de Nacra 17

A flotilha de Nacra 17

Neste sábado foi encerrado o Campeonato Europeu de Nacra 17 em La Grande Motte, na França. A dupla olímpica do Veleiros do Sul Samuel Albrecht e Georgia Silva encerrou a disputa em 36º na flotilha ouro que reuniu as 40 melhores equipes do campeonato. “Estamos contentes com o desempenho e evolução. As condições climáticas foram muito duras para o Nacra, tivemos rajadas de 30 nós, regatas não puderam ser realizadas”, comentou o timoneiro da dupla que conta com o patrocínio da Wind Brasil e Mormaii. 
“Na sexta tivemos três regatas e fomos, 21, 31 e tivemos DNC na ultima ao quebramos o mastro no ultimo popa. Vínhamos bem na regata, uma pena. Recuperamos o mastro graças a ajuda da equipe uruguaia e da outra equipe brasileira, do Clínio de Freitas e da Cacau Swan”, disse Samuca agradecendo o apoio dos colegas que terminaram a disputa na 64º posição. A dupla espanhola Iker Martinez e Tara Pacheco venceu a competição com os italianos Vittorio Bissaro e Sílvia Siccuri em segundo. Confira aqui a súmula final.

Samuel Albrecht e Georgia Silva integram a Equipe Brasileira de Vela de 2014 e contam com apoio da Confederação Brasileira de Vela, Comitê Olímpico Brasileiro e Bradesco. 

Velejadores da ANI se preparam para a maior Semana de Vela da América Latina

O belo veleiro Amazonas

O belo veleiro Amazonas

A Associação Náutica de Itajaí (ANI) será representada por 13 tripulantes a bordo do veleiro Amazonas durante a 41ª Ilhabela Sailing Week, em Ilhabela (SP). Em um dos eventos náuticos mais tradicionais do continente, a equipe de Itajaí será a única representante da cidade catarinense entre os mais de 130 veleiros nas raias do litoral paulista, durante os dias 19 a 26 de julho. O time de vela partirá do píer da Vila da Regata no próximo dia 14, com previsão de chegada à Ilhabela na manhã do dia 16, onde fará o último treino antes do início da competição.

A equipe formada por 13 integrantes mescla velejadores experientes, que carregam mais de sete participações na competição em seus currículos, e estreantes que terão a oportunidade de velejar na tradicional regata pela primeira vez. No comando do veleiro Amazonas, que levará a bandeira da ANI pela classe RGS, está o capitão Eduardo Zanella, de 46 anos.

Com 24 anos de experiência e um dos membros da equipe que mais vezes velejou em Ilhabela, Eduardo já sabe qual será a estratégia para tirar o melhor rendimento de uma equipe tão variada: “Vai ser uma semana muito técnica, por isso a gente tem expectativa maior sobre a regata de percurso”, explica fazendo referência à mais longa regata do evento, que contornará o arquipélago de Alcatrazes, localizado a 45 quilômetros da costa brasileira.

O desafio em volta das ilhas, chamadas de “Galápagos brasileira”, soma um percurso de 60 milhas náuticas, aproximadamente 111 km. A confirmação do trajeto na programação de Ilhabela foi dada no início desta semana, após a Marinha do Brasil e a Estação Ecológica (ESEC) Tupinambás, vinculada ao Ministério do Meio Ambiente, autorizarem o tráfego náutico na região. O tiro de largada para esta regata será dado no domingo, dia 20.

Ilhabela é a vitrine da vela brasileira no exterior
Além dos velejadores compartilharem suas experiências durante os nove dias de provas, um dos objetivos da equipe da ANI é levar o nome da Semana da Vela de Itajaí para dentro do evento de vela brasileiro mais reconhecido aqui e no exterior. O grupo, que participará da disputa com recursos próprios, levará a bordo o convite da segunda edição da Semana da Vela de Itajaí, confirmada para acontecer em junho do ano que vem. “Essa convivência com o pessoal da região sudeste do Brasil, principalmente do Rio de Janeiro e de São Paulo, vai ser muito importante para que a gente divulgue o que temos feito por aqui”, garante Claudio Copello, presidente da ANI. A estimativa é de quase mil velejadores estarem presentes em Ilhabela vindos de diversos estados brasileiros e do exterior.

Características do veleiro de Itajaí
O Amazonas é um barco projetado pelo engenheiro uruguaio Horácio Carabelli, mas sua formação é totalmente catarinense. O casco foi construído em Biguaçu e o interior, pelo estaleiro Macarini, em Navegantes, com seu formato inspirado no veleiro Lendário II, barco-escola da ANI que durante anos foi utilizado para ensinar a comunidade local sobre a arte da marinharia. Ele tem 21,55 m de comprimento, 5,6 de largura e 2,70 de calado. Esse monstro do mar, que pesa 55 toneladas, competirá entre os veleiros da classe RGS.

Da assessoria

%d blogueiros gostam disto: