Pular para o conteúdo

Arquivo de

Princesa da Suécia é madrinha de barco feminino da VOR

As meninas com a madrinha

As meninas com a madrinha

A princesa Victoria foi escolhida como madrinha do Team SCA, barco 100% feminino na disputa da Volvo Ocean Race. A representante da realeza sueca visitou as velejadoras e deu boa sorte ao time que, a partir de  de outubro, começa a disputar o título do evento de Volta ao Mundo.
“Estamos muito satisfeitos e honrados por ter a princesa como madrinha da nossa equipe. Victoria sempre está a frente de boas causas e serve de inspiração para muitas pessoas ao redor do mundo. Espero que isso nos motive”, diz Jan Johansson, Presidente e CEO da SCA.
80% dos consumidores da marca SCA são mulheres. Por isso, a empresa sueca resolveu também patrocinar um time na regata de Volta ao Mundo. “SCA está trabalhando para garantir que as mulheres de todo o mundo tenham as mesmas oportunidades que os homens, tanto na área profissional quanto na social, finaliza.
O Team SCA tem o brasileiro Joca Signorini como treinador.

Time brasileiro é campeão americano de Melges 20

o Time Portobelo

o Time Portobelo

Terminou neste sábado em New Port, nos Estados Unidos, o Americano de Melges 20. E para a surpresa geral, a equipe vencedora veio do Brasil. Cesar Gomes Neto (dono e timoneiro), André Fonseca, o Bochecha, e John Bowden deixaram pra trás nada menos que 15 equipes e garantiram o lugar mais alto do pódio, abrindo 16 pontos de vantagem sobre o segundo colocado.

1.) Cesar Gomes Neto/Andre Fonseca, Portobello; [13]-2-3-2-2-2-1-1 = 13

2.) Drew Weirda/Scott Nixon, W; 6-4-2-1-3-[8]-6-7 = 29

3.) Marc Hollerbach/Jonathan McKee, Fu; 1-1-8-6-5-[9]-4-5 = 30

4.) Jason Michas/Mark Mendelblatt, Midnight Blue; 3-[10]-10-3-9-1-5-3 = 34

5.) Jim Wilson/Sam Rogers, Oleander; 5-3-1-[11]-11-3-8-9 = 40

Pedro Correa é sexto nas Olimpíadas da Juventude

O Brasil sofreu na merreca chinesa

O Brasil sofreu na merreca chinesa

Terminou neste domingo no lago Junniu a Olimpíada da Juventude. Depois de sete dias de competição (três deles de espera em terra), o paulista Pedro Correa foi o melhor brasileiro, terminando na sexta colocação da classe Byte CII. Pedro chegou a liderar por dois dias, porém um resultado ruim no último dia de regatas o tirou do pódio. O título ficou com Bernie Chin, de Cingapura. Rodolfo Pires, de Portugal, e Jonatan Vadnai, da Hungria, completaram o pódio.

“Foi uma regata difícil com o vento muito instável, rondado em com muitos buracos de vento. Foi uma pena deixar as cabeças do campeonato logo na última regata. Em geral foi um campeonato muito disputado com poucas regatas e alto nível técnico. ter chegado aqui já foi uma conquista. Agora voltando ao Brasil terei que decidir em qual classe seguir velejando e espero poder disputar outros campeonatos importantes.”

Natascha Boddener, que velejou na mesma classe, encerrou a sua participação na 17ª colocação. O título ficou com a Samantha jingYi Yom, também de Cingapura. Na Techno 293, Daniel Pereira, ficou em 12º. O vencedor foi o argentino Francisco Saubidet Birkner, seguido por Maxim Tokarev, da Rússia, e Lars Van Someren, da Holanda.

 

Vídeo: Melhores momentos da Sevenstar Round Britain and Ireland Race (cheia de quebras de recordes)

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: