Pular para o conteúdo

Posts com Tag ‘Brasileiro de J/24’

Brasil é campeão sul-americano de J/24

A equipe Bruschetta em ação no Sul-Americano

A equipe Bruschetta em ação no Sul-Americano

Terminou no último sábado, dia 15, em La Punta, no Peru, o Sul-Americano de J/24. E mais uma vez a equipe Bruschetta, comandada por Maurício Santa Cruz, sagrou-se campeã. Além da medalha de ouro, o time voltou para casa com a vaga brasileira nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, que serão disputados em 2015.

No total foram realizadas 10 regatas e os brasileiros nem precisaram correr a última. O segundo lugar ficou com os peruanos comandados por Luis Olcesse, e o terceiro com os chilenos do skipper Matias Seguel. Participaram da competição 13 equipes.  Para ver os resultados completos, clique aqui: http://bit.ly/14yQvyg

Tripulação do VDS vence o Brasileiro da classe J/24

O Campeonato Brasileiro da classe J/24 encerrou nesta terça-feira (1º) em Porto Alegre com a vitória da tripulação do barco Angela VI comandado por Henrique Dias. Em segundo ficou o Iuca, de Cláudio Ruschel e em terceiro o Bravíssimo, de George Nehm. Todos eles pertencem ao Veleiros do Sul, sede da competição.

O Brasileiro foi muito disputado. Os dois primeiros colocados ficaram empatados em número de pontos, 17 cada um, na oitava regata e decidiram o título na prova final. A equipe do Angela VI fez uma boa largada e se manteve entre os três primeiros na flotilha, enquanto o Iuca teve o seu pior desempenho no campeonato, ficou em sétimo lugar. A regata foi vencida pelo Bravíssimo. Ao cruzar a linha de chegada em terceiro, o comandante Henrique garantiu o título Brasileiro da J/24 e comemorou muito com a  tripulação, formada por Frederico Sidou, Alexis Knebel e Vilnei Goldmeier.  Eles correram com um barco emprestado, mas competem juntos na classe oceano em outro veleiro, o C’est la Vie, que pertence ao comandante campeão.

“De certa maneira foi uma surpresa o nosso resultado. No início sentimos que estávamos andando bem e passamos todo o campeonato na vice-colocação, porém deu tudo certo na raia, velejamos bem na segunda regata do dia final, com vento forte, e o título veio para nossas mãos”, disse Henrique, 23 anos, que comemorou com champanhe na chegada ao trapiche do Clube.

O líder da equipe vice-campeã, Cláudio Ruschel, considerou um campeonato “excepcional” devido ao equilíbrio entre os concorrentes. “Estava muito parelho com quatro cinco barcos montando as bóias juntos, embolados. E a comissão de regatas também foi excelente”.

O comandante de Murilo Borges, do Iate Clube do Rio de Janeiro, terminou em quinto lugar e contou na sua equipe com a presença ilustre do filho, Gabriel Borges, o Coveiro, que junto com Alexandre Tinoco conquistou a medalha de ouro na classe Snipe no Pan-Americano de Guadalajara, no México.O Brasileiro contou com a participação de 10 barcos do Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro. No total foram realizadas nove regatas, com exceção do sábado, todos os dias as condições de vento foram de intensidade forte, cerca de 20 nós. A entrega de prêmios foi à noite no Veleiros do Sul.

A flotilha, do Veleiros do Sul, seguirá em breve para a Argentina onde participará do Campeonato Mundial da classe J/24, de 11 a 19 de novembro no Yacht Club Argentino. As tripulações confirmadas até agora são a Diferencial, de Nelson Ilha; Iuca, de Cláudio Ruschel e Vento Negro, de Eduardo Ribas.

Da assessoria do VDS

Iuca larga na frente no Brasileiro da classe J/24 em Porto Alegre

O Campeonato Brasileiro da classe J/24 começou de fato neste domingo no Veleiros do Sul. A falta de vento no dia da abertura foi compensada pelas três regatas realizadas em condições perfeitas no Guaíba, com vento sul firme e intensidade média de 15 nós. A liderança do campeonato está nas mãos do comandante Ronaldo Ruschel, do Iuca, que obteve duas vitórias e um quarto lugar. A vice-liderança é do Angela VI, comandado por Henrique Dias que cruzou a linha de chegada em primeiro na terceira regata do dia.

A tripulação gaúcha do Iuca começou muito bem na competição. Eles velejaram sem dar chances para os adversários, pelo menos nas duas primeiras regatas. Mas a briga promete pela ainda ser acirrada pelo título. O Brasileiro conta com apenas uma tripulação de fora do estado, a do comandante do barco Bruschetta, Murilo Borges, do Iate Clube do Rio de Janeiro, que ocupa o quarto lugar.

A tradição germânica também está presente na competição com a equipe Segel Mannsschaft, do comandante Walther Bromberg, de 80 anos. Ele pertence à família do grupo de fundadores do Veleiros do Sul, em 1934, e presença constante nas competições da classe oceano. No  Brasileiro participam 10 tripulações de Porto Alegre, Rio Grande e Rio de Janeiro. O evento continua nesta segunda-feira a partir das 14 horas, com mais três regatas.

Da assessoria do VDS

%d blogueiros gostam disto: