Pular para o conteúdo

Posts com Tag ‘Clipper Race’

12ª etapa da Clipper Race larga rumo à Jamaica

A 12ª etapa da Clipper Race partiu do Panamá rumo à Jamaica nesta quarta-feira. A flotilha terá pela frente um percurso de 590 milhas. A largada Le Mans foi dada às 12h e a previsão do tempo indica que o vento durante as 30 primeiras milhas, rumo ao mar do Caribe, será entre 10 e 15 nós. “Esta regata vai requerer muita atenção das equipes, já que deverá ser bastante disputada. Não creio que os skippers vão conseguir dormir até chegar à Jamaica”, disse Justin Taylor, diretor da regata.

Medalhista britânica do Pentatlo Moderno embarca na Clipper Race

Medalhista de prata em Pequim no Pentatlo Moderno, a britânica Heather Fell resolveu se aventurar em outro esporte: a vela. Ela embarca para a Jamaica na próxima semana, onde se juntará ao time Jamaica Get All Right rumo a Nova Iorque, na 13ª etapa da Clipper Race. “Meu conhecimento náutico é mínimo em comparação ao tamanho desta aventura, mas estou muito ansiosa pelo desafio”, diz ela. A largada está programada para o próximo dia 7 de junho em Port Antonio.

Great Britain vence a etapa mais desafiadora da Clipper Race

O veleiro Great Britain foi o primeiro a cruzar a linha de chegada da Cliper Race em Qingdao, na China, na perna mais desafiadora da competição. Ventos fortes obrigaram a organização a dividir a etapa em duas e mesmo assim a regata não foi fácil.

“Tivemos uma regata muito boa, mas muito dura. Estávamos com os dedos cruzados para conferir o tempo final. Estamos muito contentes como time, pois a regata foi muito complicada”, disse o skipper Simon Talbot.

Flotilha da Clipper Race parte de Cingapura rumo à China

A nona etapa da Clipper Race, maior regata de volta ao mundo para amadores, teve um início dramático. A falta de vento atrasou a partida e, 16 horas mais tarde, finalmente os 12 veleiros puderam partir para a perna de 2.500 milhas. Durante o percurso, os competidores irão enfrentar de calor a temperatura abaixo de zero. Ventos fortes e mar picado também são esperados. 

Barco da Clipper Race enfrenta ventos de mais de 100 nós

A Clipper Race 2013-14 não está sendo fácil. Depois de tripulantes machucados e ventos de 60 nós, agora foi a vez de um tornado atingir o Great Britain. Graças à experiência de Simon Talbot, o skipper, nada sério aconteceu.

“Estava na cabine enquanto parte da tripulação estava rizando as velas em antecipação a ventos fortes que iriam nos atingir, quando ouvi um barulho nunca antes ouvido nos meus 30 anos de vela. Este barulho era um tornado! Em segundos formos de 5 para 100 nós e o barco virou 90°. Fui jogado de um lado para o outro na sala de motor e tudo que estava na cozinha caiu, fazendo uma enorme bagunça”, disse Talbot.

O restante da flotilha vem relatando há uma semana a presença de fortes rajadas a nordeste da Austrália, no mar de Salomão, seguida de muita chuva.

Clipper Race parte de Hobart rumo a Brisbane

A flotilha da Clipper Round The World largou para mais uma perna depois de fazer parte da lendária Sydney-Hobart. Maneiro!

A flotilha da Clipper Round The World largou para mais uma perna depois de fazer parte da lendária Sydney-Hobart. Maneiro!

Depois de disputar a Rolex Sidney Hobart no último dia 26 de dezembro, a flotilha da Clipper Race segue agora para Brisbane, ainda na Austrália, pela 7ª perna da competição. Os doze barcos partiram de Hobart nesta tarde e terão 1075 milhas pela frente antes de pararem novamente.

Henri Lloyd conquista quarto pódio consecutivo na Clipper Race

A quinta etapa da Clipper Race chegou ao final nesta sexta-feira em Sidney com a chegada do Henri Lloyd. Esta foi a quarta vez consecutiva que a equipe subiu no pódio da competição, porém a primeira no lugar mais alto.

“Esta vitória estava querendo vir para nós há algum tempo. Éramos a dama de honra nas duas últimas regatas, então foi bom ir melhor nesta etapa e vencer”, disse Eric Holden, o skipper.

Três horas mais tarde foi a vez do OneDLL assegurar o segundo lugar, seguido pela equipe chinesa Qingdao, também três horas depois.

Dois barcos da Clipper Race vão para o estaleiro após colisão

A largada da quinta etapa da Clipper Race em Albany, na Austrália, não foi nada legal para os barcos Great Britain e PSP Logistics. Os dois se chocaram e tiveram que ir para o estaleiro. A equipe de terra da regata está trabalhando a todo vapor para que eles possam relargar nesta quarta-feira. Um júri independente será responsável por definir as punições para cada barco, baseado em relatos e vídeos. 

Great Britain vence a segunda perna consecutiva da Clipper Race

Parece marmelada, mas não é. O Great Britain vence a segunda perna consecutiva da Clipper Race 2013/14.

Parece marmelada, mas não é. O Great Britain vence a segunda perna consecutiva da Clipper Race 2013/14.

O veleiro Great Britain foi o grande vencedor da etapa entre Cape Town, na África do Sul, e Albany, na Australia. O time de Simon Talbot conquistou a segunda vitória consecutiva ao cruzar a linha de chegada apenas 27 minutos na frente do Henri Lloyd. “Foi muito emocionante, eu tinha lágrimas nos olhos quando cruzamos a linha de chegada. Estamos muito contentes, pois esta foi uma regata muito dura e nós não esperávamos vencer”, disse o skipper.  O OneDLL, de Olly Cotterell, chegou em terceiro e mais atrás, entre o oitavo e o décimo primeiro, aconteceu o curioso fato de quatro barcos chegaram, depois de mais de 5 mil ilhas navegadas, com o intervalo de pouco mais de quatro minutos entre eles. Incrível!

Ventos de 130 nós atingem flotilha da Clipper Race

Velejando pelos mares do sul, a flotilha da Clipper Race tem sido desafiada a cada dia. Os 12 barcos reportaram terem enfrentado ventos de 130 nós na passagem de um furacão, mas que nas últimas 48 horas ele diminuiu bastante. Os líderes já estão a 1400 milhas de Albany, na Austrália, destino final desta terceira perna. 

%d blogueiros gostam disto: