Pular para o conteúdo

Posts com Tag ‘Jogos Sul-Americanos de Praia’

Brasil estreia com vitória na segunda parte dos Jogos Sul-Americanos de Praia

Após conquistar um ouro e uma prata nas classes RS:X feminina e Laser Standard, com Bruna Martinelli e Tina Boabaid, na primeira parte dos Jogos Sul-Americanos de Praia, a delegação brasileira mais uma vez estreia com bons resultados. Na classe Snipe, Lucas Mesquita e Douglas Gomm venceram duas das três regatas do dia e estão em primeiro. Na RS:X masculina, Albert Carvalho foi segundo, terceiro e primeiro e está na segunda colocação. Na Laser Standard, Alex Veeren está em terceiro, a dois pontos do líder. Na Sunfish feminina, Julia Silva também aparece em terceiro.

“Nesta quinta-feira foi o dia que mais ventou desde que chegamos a qui, com 15 nós e muita onda. Tivemos bons resultados, mas ainda faltam seis regatas”, disse Lucas, o timoneiro do Snipe.

As regatas seguem até o próximo sábado em Vargas, na Venezuela.

Brasil conquista um ouro e uma prata nos Jogos Sul-Americanos de Praia

Terminou nesta terça-feira em Vargas, na Venezuela, a primeira parte da competição de vela. Bruna Martinelli, da RS:X, confirmou a sua superioridade em relação às adversárias e conquistou o ouro com 100% de aproveitamento. Tina Boabaid, que chegou a liderar a competição, acabou com a prata na Laser Radial.

O dia foi novamente de espera para os velejadores. O vento fraco permitiu a realização de apenas uma regata, das três programadas, o que tirou o Brasil da briga por medalha na Nacra 17. A dupla João Bulhões e Juliana Mota terminou em 4º, a apenas um ponto da dupla terceira colocada. Na Sunfish, desconhecida dos Brasileiros, Gustavo Nascimento fechou sua participação na sexta colocação.

A partir desta quinta-feira é a vez do Laser Standard, Sunfish feminino, RS:X masculino e Snipe Misto.

Brasil estreia com vitória nos Jogos Sul-Americanos de Praia

A equipe brasileira que irá representar o Brasil nos Jogos Sul-Americanos de Praia embarcou na última sexta-feira para Vargas, na Venezuela, sede do evento. Serão dez dias de competição e o Brasil estará representado por 37 atletas, em cinco modalidades. Na Vela, serão dez atletas, em oito classes. As regatas começam a partir do dia 18 com Laser Radial, Sunfish masculino e Nacra misto. A premiação destas três classes será feita no dia 20. A partir do dia 21 estarão na água os Laser Standard, Sunfish feminino, RS:X masculino e feminino e Snipe Open. A premiação será feita no dia 24.

E  Brasil começou fazendo bonito. Bruna Martinelli venceu as duas regatas do RS:X disputadas neste domingo. Na Nacra 17, João Bulhoes e Juliana Mota somaram dois segundos lugares, mesma classificação de Tina Boabaid na Laser Radial.

Confira abaixo a nossa delegação:

Velejadores:

RS:X Masculino – Albert Carvalho (Búzios – RJ)
RS:X Feminino – Bruna Martinelli (Recife – PE)
Laser Standard (Masculino) – Alex Veeren (Florianópolis – SC)
Laser Radial (Feminino) – Maria Cristina Boabaid (Florianópolis – SC)
Sunfish Masculino – Gustavo Nascimento (Rio de Janeiro – RJ)
Sunfish Feminino – Julia Fernanda (Porto Alegre – RS)
Snipe (Aberto) – Lucas Mesquita e Douglas Gomm (Niterói – RJ)
Nacra 17 (Mixto) – João Siemsem Bulhões de Carvalho da Fonseca e Juliana Mota (Rio de Janeiro – RJ)

Técnicos:

Edival Junior
Filipe Novello

Chefe de Delegação:

Ricardo Baggio de Carvalho

Brasileiros estreiam nos Jogos Sul-Americanos de praia neste final de semana

Florianópolis (SC) – 16/05/2014 – Os velejadores Alex Veeren e Maria Cristina Boabaid disputam, a partir deste sábado (17), a 3ª edição dos Jogos Sul-Americanos de Praia, na cidade de Vargas, na Venezuela. Os velejadores do Iate Clube de Santa Catarina – Veleiros da Ilha receberam a convocação do COB (Comitê Olímpico Brasileiro) e estão prontos para encarar mais esse desafio na temporada. Serão três dias com três regatas programas, sendo que apenas o pior resultado será descartado. As meninas vão para a água já neste sábado, enquanto os meninos velejam a partir do dia 22.

Os Jogos Sul-Americanos de Praia chegam a sua 3ª edição no ano de 2014 com a participação de doze países. O Brasil conta com uma delegação de 37 atletas de cinco modalidades (beach tênis, esqui aquático, futebol de areia, maratona aquática e vela). As duas primeiras edições do evento aconteceram em Montevidéu e Punta del Este, no Uruguai, em 2009, e em Manta, no Equador, em 2011.

Confira abaixo quem são os representantes brasileiros da vela:

RS:X Masculino – Albert Carvalho (Búzios – RJ);
RS:X Feminino – Bruna Martinelli (Recife – PE);
Laser Standard (Masculino) – Alex Veeren (Florianópolis – SC);
Laser Radial (Feminino) – Maria Cristina Boabaid (Florianópolis – SC);
Sunfish Masculino – Gustavo Nascimento (Rio de Janeiro – RJ);
Sunfish Feminino – Julia Fernanda (Porto Alegre – RS);
Snipe (Aberto) – Lucas Mesquita e Douglas Gomm (Niterói – RJ);
Nacra 17 (Mixto) – João Siemsem Bulhões de Carvalho da Fonseca e Juliana Mota (Rio de Janeiro – RJ)
Com informações da assessoria do ICSC

Mônica Matschinske garante mais um ouro para o Brasil nos Jogos Sul-Americanos de Praia

A vela brasileira feminina fez bonito nos II Jogos Sul-Americanos de Praia, disputado em Manta, no Equador, no início do mês. A niteroiense Mônica Matschinske levou o ouro na classe Radial, enquanto as baianas Juliana Duque e Manuela Pedreira, conquistaram o bronze na Classe Snipe. Estas duas medalhas, somadas aos dois ouros masculinos nas mesmas classes com Alexandre ‘Amiguinho’ Tinoco e Gabriel ‘Coveiro’ Borges e João Hackerott, garantiram o Brasil como o mais vitorioso na modalidade.

“Foi a nossa primeira experiência internacional na classe Snipe. O nível estava relativamente bom, a gente pretendia ganhar, mas não deu. Agora vamos treinar bastante para vencer os próximos campeonatos”, afirmou Duque, que também falou das condições do tempo no local. “Tinha vento médio, no fim do dia tinha bastante vento, as ondas eram bem grandes, água gelada e maré forte”, contou. Manuela Pedreira também falou da experiência. “A competição foi difícil, a gente competiu com as vice-campeãs mundiais. O campeonato serviu de aprendizado para a gente, inclusive para treinar para as competições tanto no Brasil quanto fora. Agora estamos nos preparando para o Brasileiro de Snipe, que será em janeiro, em Aracaju”, disse.

Amiguinho e Coveiro e João Hackerott garantem o ouro nos Jogos Sul-Americanos de Praia

Amiguinho e Coveiro fecharam 2011 com mais uma medalha de ouro

A equipe brasileira masculina de vela do Time Brasil cumpriu com eficiência seu objetivo nos Jogos Sul-americanos de Praia Manta 2011. Competindo em duas classes, o Brasil alcançou, nesta terça-feira, dia 6, 100% de aproveitamento, com Alexandre ‘Amiguinho’ Tinoco e Gabriel ‘Coveiro’ Portilho Borges na Snipe e Joao Augusto Hackerott na Laser Standard conquistaram duas medalhas de ouro.

Campeões Mundiais e dos Jogos Pan-americanos Guadalajara 2011, Alexandre e Gabriel tiveram uma jornada irrepreensível em Manta. A medalha de ouro foi conquistada por antecipação de duas regatas, tamanha era a distância dos brasileiros para seus adversários. A prata ficou com a Argentina e o bronze para o Uruguai. “Lideramos do começo ao fim. Hoje foi um dia duro, com mais vento, ondas grandes, mas viemos muito bem treinados para este tipo de condição. É um resultado muito importante e agora é pensar para frente”, afirmou Alexandre, que planeja migrar para a classe 470 com o objetivo de tentar uma vaga olímpica nos Jogos do Rio 2016. Outra meta do velejador é iniciar um projeto social unindo o iatismo com a inclusão de jovens de comunidades carentes do Rio de Janeiro.

Os fortes ventos e o mar turbulento de Manta também não foram barreiras para que o brasileiro Joao Hackerott alcançasse o lugar mais alto do pódio continental na classe Laser. Argentina e Uruguai foram prata e bronze, respectivamente. A primeira oportunidade de integrar uma delegação organizada pelo Comitê Olímpico Brasileiro empolgou o atleta. “Foi sensacional.Nunca tinha viajado com o COB. Achei sensacional. Quero voltar a viajar muitas vezes ainda com o COB. Tenho 22 anos e na Laser, o auge é com 26, 27 anos. Espero disputar bastante Jogos Olímpicos e Pan-americanos. Manta é um lugar é excelente para velejar. Treinei bastante para essa competição e pelo visto, o treino rendeu. O nível da competição tava alto, mesmo com o Mundial ocorrendo na mesma época”, declarou João.

Nesta quarta-feira, dia 7, a partir do meio dia (15hs de Brasília) tem início as disputas femininas da vela. Na classe Laser Radial, o Brasil será representado por Mônica Matschinske. Já na Snipe, Juliana Duque e Manuela Pedreira serão as velejadoras brasileiras.

Da CBVM

CBVM determina seletivas para os Jogos Sul-Americanos de Praia

Em dezembro acontece no Equador os Jogos Sul-Americanos de Praia. E a CBVM divulgou quais campeonatos servirão como seletiva para a equipe de Vela. Para a classe Laser ganharão a vaga os primeiros colocados das classes Laser Radial e Laser Standard do Campeonato Sudeste Brasileiro, que acontecerá de 23 a 26 de junho, em Búzios. Para a classe Snipe, a seletiva será o Leste Brasileiro, que acontecerá entre 1 e 3 de julho, em Cabo Frio. Ou seja, o melhor lugar para quem quer ir à praia é aqui perto do covil mesmo!!

%d blogueiros gostam disto: