Pular para o conteúdo

Posts com Tag ‘ORC’

Cinquenta e oito equipes já estão prontas para o Europeu de ORC

A partir do dia 1º de julho, 58 equipes de nove países estarão nas águas de Valência, na Espanha, para a disputa do Europeu de ORC. O evento terá como sede o Real Club Nautico de Valencia e segue até o dia 6. A flotilha será dividida em quatro classes: ORC 0, com quatro inscritos, ORC 1, com 19, ORC 2, com 26, e ORC3, com 7, além da ORC aberta, com 3 inscritos.

Para acompanhar a competição, clique aqui.

Mundial de ORC tem recorde de inscritos

Pelo quarto ano consecutivo o Mundial de ORC atrai mais de 100 barcos inscritos. O evento, que será disputado em Kiel, na Alamanha, entre 2 e 9 de agosto, já conta com 129 inscritos, de 15 países. O Mundial de 2013, que também teve recorde de inscritos, foi disputado por 124 barcos. Para ver o aviso de regatas, clique aqui.

Mundial de ORC 2014 já está com as inscrições abertas

Pensando em repetir o sucesso do Mundial de ORC 2013, realizado na Itália, os organizadores da edição 2014 abriram as inscrições nesta segunda-feira. O evento será disputado em Kiel, na Alemanha, de 2 a 9 de agosto. As informações iniciais, como as instruções de regata, estão disponíveis no site www.orcworlds2014.com

Quase tudo pronto para o Mundial de ORC na Itália

No próximo dia 21 começa em Ancona, na Itália o Mundial de ORC. E os 115 inscritos, de 16 países, incluindo o Brasil, já estão com quase tudo pronto para ir para a água. A organização divulgou esta semana as categorias de cada barco e os Touché Super, de Ernesto Breda, estará na categoria A, competindo contra os TP52 e os Farr 40.

As disputas estão programadas para começarem no dia 24 e seguirão até o dia 29. Durante este período haverá regatas barla-sota e duas regatas de percurso.

Primeiro final de semana do Warm Up testa barcos e equipes rumo a Rolex Ilhabela Sailing Week

Primeiras regatas da segunda etapa do Circuito foram disputadas em locais diferentes. Equipes usam o evento como preparação para a Rolex Ilhabela Sailing Week

Aline Bassi viu a disputa acirrada da classe HPE

Aline Bassi viu a disputa acirrada da classe HPE

Ilhabela (SP) – As primeiras regatas da segunda etapa da Copa Suzuki Jimny testaram as tripulações da vela oceânica. Em dois dias de provas, dois locais diferentes. Os velejadores ganharam mais ritmo e ajustaram equipamentos antes do evento mais importante da temporada, a Rolex Ilhabela Sailing Week, marcada para julho. No sábado (8), as disputas foram no Canal de São Sebastião, com vento sul e média de 10 nós. No domingo (9), o panorama da competição mudou e a regata na Ponta das Canas, no norte de Ilhabela, teve 14 nós de média. Os resultados parciais também apontam equilíbrio entre as classes.

“As condições das primeiras regatas foram perfeitas para nós, já que o vento de 10 nós é o ideal para o barco. O Jazz é mais leve do que outros concorrentes como Inaê e o Maria Preta, por exemplo. No domingo, a situação mudou (vento forte) e tivemos um pouco mais de dificuldades”, disse Valéria Ravani, comandante do Jazz, barco que lidera a classe RGS A. “Fiquei muito feliz por termos conquistado mais uma vitória, o que nos garantiu a primeira colocação. Agora temos que segurar um pouco a tensão para o restante da Copa Suzuki Jimny e para a Rolex Ilhabela Sailing Week”.

A tabela da RGS A aponta Jazz (Valéria Ravani) na liderança, seguido por Inaê/Transbrasa (Bayard Umbuzeiro Filho) e Fram (Felipe M. Aidar). Na RGS B, o Suduca (Marcelo Claro) tem o melhor aproveitamento até o momento, fruto de uma leitura perfeita das condições. “As regatas foram bem diferentes. As primeiras, no Canal de São Sebastião, tiveram a influência dos baixios (bancos de areia). As últimas, sem interferência, na Ponta das Canas, tiveram resultados mais justos. Mas a vela oceânica é assim: para cada dia há uma estratégia de prova” , explicou Marcelo Claro, comandante do Suduca, que lidera a RGS B. “Estamos encarando o Warm Up realmente como um aquecimento e fase de testes para a Rolex Ilhabela Sailing Week. O Suduca está com equipamentos novos e também tivemos a entrada do Jadir Serra, que é homem que cuida da tática do barco”.

Na RGS C, o Rainha (Leonardo Pacheco) está em primeiro e, na RGS Cruiser, o líder é o Boccalupo (Roberto Iinuma).

C30, HPE e ORC – Na C30, após cinco regatas e a entrada do descarte, o TNT/Loyal (Marcelo Massa) segue com 100% de aproveitamento deixandok para trás Barracuda (Humberto Diniz) e Caballo Loco (Mauro Dottori). Na HPE, com seis provas disputadas, o Bixiga (Pino De Segni) assumiu a liderança que era do Repeteco (Fernando Haaland) no dia anterior. Em terceiro está o Relaxa Next (Roberto Mangabeira).

Na ORC A, o Lexus/Chroma (Luiz Gustavo de Crescenzo) está em primeiro, seguido por Tangaroa (James Bellini) e Orson Mapfre (Carlos Eduardo Souza e Silva). Na B, Sextante I (Thomas Leomil Shaw) está com dois pontos de vantagem sobre o
Colin (Sebastian Menendez). No próximo final de semana, dias 15 e 16, a organização da Copa Suzuki Jimny deve fazer duas regatas por dia.

Resultados do Warm Up:

ORC A – 4 regatas
1- Lexus/Chroma (Luiz Gustavo de Crescenzo) – 7 pontos perdidos (3+1+2+1)
2- Tangaroa (James Bellini) – 8 pp (1+3+1+3)
3- Orson Mapfre (Carlos Eduardo Souza e Silva) – 13 pp (2+2+5+4)

ORC B – 4 regatas
1- Sextante I (Thomas Leomil Shaw) – 5 pp (1+2+1+1)
2- Colin (Sebastian Menendez) – 7 pp (2+1+2+2)

C30 – 5 regatas e 1 descarte
1- TNT/Loyal (Marcelo Massa) – 4 pp ([1]+1+1+1+1)
2- Barracuda (Humberto Diniz) – 8 pp (2+[3]+2+2+2)
3- Caballo Loco (Mauro Dottori) – 11 pp ([4]+2+3+3+3)

HPE – 6 regatas e 1 descarte
1- Bixiga (Pino De Segni) – 10 pp ([4]+4+1+2+1+2)
2- Repeteco (Fernando Haaland) – 11 pp (2+3+3+[5]+2+1)
3- Relaxa Next (Roberto Mangabeira) – 15 pp ([13]+2+2+4+3+4)

RGS A – 4 regatas
1- Jazz (Valéria Ravani) – 6 pp (1+1+1+3)
2- Inaê/Transbrasa (Bayard Umbuzeiro Filho) – 9 pp (2+4+2+1)
3- Fram (Felipe M. Aidar) – 14 pp (4+2+3+5)
4- Urca / BL3 (Pedro Rodrigues) – 14 pp (3+3+4+4)

RGS B – 4 regatas
1- Suduca (Marcelo Claro) – 5pp (1+1+2+1)
2- Kanibal (Martin Bonato) – 9pp (2+2+3+2)
3- Asbar II (Sergio Klepacz) – 10pp (3+3+1+3)

RGS C – 4 regatas
1- Rainha (Leonardo Pacheco) – 4pp (1+1+1+1)

RGS Cruiser – 4 regatas
1- Boccalupo (Roberto Iinuma) – 6pp (2+1+1+2)
2- Cocoon (Luiz Marcelo Caggiano) – 8pp (1+2+2+3)
3- Brazuca (Renato Nonno) – 12pp (5+3+3+1)

Da ZDL

Cem barcos confirmam a participação no Mundial de ORC

Faltando pouco mais de um mês para o início do Mundial de ORC, a organização divulgou a lista dos barcos já inscritos, que já somam 100, número máximo. Outros 22 estão na lista de espera. Dentre os que estarão na raia de Ancona, na Itália, entre os dias 21 e 29 de junho, está o brasileiro Touché, de Ernesto Breda.

Touché será o representante brasileiro no Mundial de ORC

Aline Bassi registrou o Touché velejando em Ilhabela

Aline Bassi registrou o Touché velejando em Ilhabela

O Touché, de Ernesto Breda, será o representante brasileiro no Campeonato Mundial de ORC, que será disputado de 20 a 29 de junho, em Ancona, na Itália. A competição reúne as principais equipes de vela oceânica do planeta, que medem forças na categoria. São esperados mais de 130 embarcações para o evento, que marcará também a última apresentação da equipe brasileira, que dominou a classe nas últimas temporadas.

“Vamos aproveitar ao máximo essa oportunidade única. Serão 130 barcos, alguns dos melhores e mais modernos desenhos, com tripulações profissionais e treinadas. O Touché representará o nosso País e o Yacht CIub de Ilhabela (YCI)”, diz Ernesto Breda, comandante da embarcação brasileira.

O Touché, um Botin & Carkeek de 46 pés, partiu no final de fevereiro para a Europa. Toda a tripulação segue em junho para a Itália, visando um período de 10 dias de treinamento antes do Mundial. A embarcação fez uma pausa na Ilha da Madeira, em Portugal, para abastecimento antes de chegar ao destino final. Outro pit stop será em Valência, na Espanha, para uma revisão completa do mastro e estaiamento na sede do fabricante King Spars.

“Teremos pouco tempo para retomar o ritmo de velejar. Nossa tripulação é especial e faz a história do Touché. Todos têm seus compromissos de trabalho e é complicado ficar mais de 30 dias de férias por ano. Estamos conscientes disso, temos os pés no chão para saber que, apesar de disputar o Campeonato Aberto junto com os profissionais, é na classificação do Mundial Amador que devemos focar”, lembra Ernesto Breda.

No currículo do Touché estão os três títulos do Circuito Rio, três Campeonatos Brasileiros, três edições da Rolex Ilhabela Sailing Week, a Copa Suzuki Jimny 2012 e outras conquistas em Ilhabela, Florianópolis, Búzios e Buenos Aires/Punta del Leste.

“Desde 1971 , foram 42 anos inesquecíveis, sempre neste marzão danado. Estou mais feliz pela minha tripulação, que é tão unida, dedicada, competente e merecia esta oportunidade de velejar um Mundial. Vamos lá focados, cada um antecipando mentalmente suas manobras, procurando errar o menos possível, pois só assimsaberemos que o resultado será o melhor que poderíamos fazer”, finaliza Ernesto Breda.

Da ZDL

Classe ORC lança novo website

A classe ORC acaba de lançar um novo website. O endereço continua o mesmo (www.orc.org), porém o conteúdo está diferente. A navegação está mais fácil, sem deixar de informar os velejadores sobre notícias da classe, próximos eventos e regras. “Esperamos que este novo site ajude o nosso sistema a ser ainda mais acessível a um número maior de pessoas”, disse Bruno Finzi, presidente da classe.

Barcos brasileiros disputam campeonatos mundiais

O Brasil está sempre bem representado no exterior quando o assunto é vela. Dentro da vela de monotipo, diversos velejadores já conquistaram títulos mundiais, nas mais diferentes classes. Mas em 2013 três equipes estarão disputando campeonatos mundiais de classes oceânicas, claro, buscando o lugar mais alto do pódio.

Entre os dias 29 de janeiro e 3 de fevereiro acontece em Concepción, no Chile, o Mundial de Soto40. O Brasil terá duas equipes: o Crioula, comandado por Samuel Albrecht, e o Carioca, de Roberto Martins. As duas equipes estão muito bem preparadas e prometem fazer bonito.

Já em junho será a vez do Touché entrar nas águas de Ancona, na Itália, para a disputa do Mundial de ORC. A equipe de Ernesto Breda é uma das mais tradicionais do Brasil na classe, além de ser a atual campeã brasileira.

 

ORC divulga calendário para 2013

A classe ORC divulgou esta semana o calendário para 2013. Nele estão listados mais de 120 eventos em 16 países. Destaque para o Mundial, que será realizado em Ancona, na Itália, entre 21 e 29 de junho; o Europeu, que acontece em Sandhamn, na Suécia, entre 3 e 10 de agosto; e o Circuito Atlántico Sur, disputado na Argentina e no Uruguai em janeiro. Todos os eventos e as datas podem ser consultados clicando aqui.

%d blogueiros gostam disto: