Pular para o conteúdo

Posts com Tag ‘Projeto Grael’

Projeto Grael abre inscrições para 12 cursos gratuitos na área náutica

Oficinas são destinadas a alunos da rede pública. Aulas começam em março

O Projeto Grael (www.projetograel.org.br), em Niterói, está com inscrições abertas para 12 cursos – gratuitos – oferecidos pela instituição. Para este ano, a novidade é a inserção da Canoa Havaiana no desenvolvimento esportivo. As aulas começarão dia 5 de março e seguirão o calendário letivo. As 350 vagas são destinadas a crianças a partir de nove anos e jovens de até 24 anos que estejam cursando ou tenham concluído o ensino médio em escola pública. Desde que foi implantado, em 1998, já passaram pelo Projeto Grael mais de 12 mil jovens da rede pública de ensino. Somente no último semestre, cerca de 20 jovens foram inseridos no mercado de trabalho.

O programa de cursos foi desenvolvido para cada faixa etária e é composto por Desenvolvimento Esportivo: natação e vela; Iniciação Profissionalizante: cujo objetivo é preparar os jovens para atuarem na área náutica através dos cursos específicos ministrados no instituto; e Educação Complementar: onde estão inseridos cursos e projetos para ampliação da formação dos alunos, levando em conta ações de preservação do meio ambiente.

Para fazer a matrícula são necessários os seguintes documentos: comprovante de matrícula ou de conclusão do Ensino Médio em escola pública; atestado médico para práticas esportivas; cópia da carteira de identidade e CPF ou certidão de nascimento do aluno; cópia da carteira de identidade e CPF do responsável (para menores de 18 anos).

As inscrições devem ser feitas de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, na sede do Projeto Grael, na Avenida Carlos Ermelindo Marins, 494 – Jurujuba, Niterói/RJ. Mais informações: (21) 2711-9875 ou secretaria@projetograel.org.br

Confira os cursos oferecidos pelo Projeto Grael:
Desenvolvimento Esportivo – é aqui que os jovens aprendem a velejar pela primeira vez com barcos da categoria de base do esporte. Os cursos oferecidos neste programa são: natação para a vela, Optimist Básico I e II e Optimist Avançado I e II; Dingue Básico I e II e Dingue Avançado I e II; Canoa Havaiana e Estrelas do Mar (que une competição e educação).

Iniciação Profissionalizante: Marcenaria e Carpintaria Náutica, Mecânica para motor a diesel e Mecânica para motor de popa, Fibra de vidro, Eletroeletrônica, Refrigeração e Capotaria.  

Educação Complementar: Informática, Biblioteca, Ecopesca e Conhecendo a Baía de Guanabara. Este último, é um curso multidisciplinar e livre, abrangendo História, Geografia, Oceanografia, Biologia, Meteorologia, dentre outras áreas. O aluno pode optar por este curso sem, necessariamente, participar pelas demais oficinas do Projeto Grael.

Por Marianne Thamsten

Inauguração do Starbucks de Niterói terá renda revertida para o Projeto Grael

O Projeto Grael foi escolhido pela Starbucks para ser beneficiado pela renda da sua Charity Night (noite de inauguração filantrópica) da nova loja que será aberta no Plaza Shopping, em Niterói, nesta sexta-feira, 7/10. As pessoas que comprarem os convites terão a oportunidade de conhecer com exclusividade, antes da abertura da loja ao público, mini porções dos produtos do café e da delicatessen da renomada rede internacional. São apenas 100 convites, super exclusivos para uma noite de degustação e 100% do valor (R$ 50,00/pessoa), será revertido para o Projeto Grael.

Os convites estão à venda na sede do Projeto, Av.Carlos Ermelindo Marins, 494, Jurujuba, Niterói, de segunda a sexta-feira, das 8:00 às 17:00 ou através de depósito nas conta Itaú (AG: 6077; CC:11474-9) e Bradesco (AG: 0541; CC:0069254-9)Instituto Rumo Náutico CNPJ- 03989542/0001-27. Quem escolher esta opção deverá enviar o comprovante para anadoerner@projetograel.org.br. No dia do evento haverá uma pessoa uniformizada na entrada, que entregará os convites.

Da assessoria de imprensa

Meninas do Projeto Grael, sob o comando de Andrea Grael, vencem a regata Elas em Niterói

As meninas do Projeto Grael comemoram a vitória na regata dElas

Neste domingo o Clube Naval Charitas promoveu a regata Elas, só para mulheres. E, sob o comando de Andrea Grael, as velejadoras Tuanny, Lais, Thamilles, Helena, Larissa, Josilaine e Priscilla, alunas do Projeto Grael, ficaram com o título da regata. E a disputa não foi fácil para as meninas. Leia abaixo o relato de Andrea sobre os desafios da regata, que pode ser resumida em uma palavra: desafio.

Acordamos hoje com o vento e chuva zumbindo na janela, suduca daqueles que te fazem pensar porque diabos vc tem que correr regata logo hoje, com aquela vontadinha de ficar em casa tomando chocolate quente e aproveitando o-que-tem-de-bom-pra-fazer-nos-dias-de-chuva…

Raios! Marquei um compromisso e não posso faltar, ainda por cima com as meninas que estavam com muita vontade de correr regata e algumas a primeira regata da vida delas. Também com as pessoas que se esmeraram para que acontecesse a regata que já tinha sofrido um adiamento… Vamos lá!! Cheguei no Projeto e encontrei as meninas para montar o São Joaquim , com a ajuda do Renan, o instrutor. A previsão do tempo dizia de ventos fracos , cerca de 8 nós, mas estava com muita nebulosidade baixa e com cara de chuva. Previni as meninas do frio que iríamos passar, mas mesmo assim elas estavam com muita vontade de ir para esse desafio contra a chuvinha e o frio de 15 graus ou menos. Éramos nove barcos cheio de mulheres guerreiras e valentes por estarem ali, naquelas condições de tempo sem inventar desculpas para ficar em casa! Deu prazer de ver a alegria de todas! Chegamos na linha com tempo justo, pois nos enrolamos para acabar de montar o barco.

Conseguimos fazer uma largada conservativa, mas do lado certo. Em seguida uma nuvem já deu o ar de sua graça soprando rajadas de uns 14 nós, mas de tapa, e deu logo emoção: no MV 25 são três velas pra domar e fazer o equilíbrio para a cana de leme não pesar. Fui incentivando as meninas a agüentarem na rajada e tentar manter a atenção constante nas velas, por que o ajuste era o tempo todo. O barco logo deu aquela arrancada e conseguimos colocar a proa livre pra respirar. Eu pedia ajuda o tempo todo na localização das bóias porque não enxergo nada de longe! Elas ficavam me ajudando o tempo todo na referencia (Miss Magoo!!)

Montamos a boia do Mac na primeira posição e o vento aumentou, acho que foi para cerca de 17-18 nós. Ali nossa adriça da buja cedeu e perdemos o controle de orça do barco. Como o ajuste da adriça estava difícil durante as rajadas , decidimos arrear a vela e seguir em segurança. Manobrinha difícil durante o ventão e a pouca experiência das meninas, mas elas conseguiram amarrar a buja com a escota e deu certo! 

Após a montagem da segunda boia, em frente às praias de Adão e Eva, já tínhamos escorregado para a terceira posição , com bastante distancia do J/24 que seguia em primeiro. Falei ‘meninas, é possível que ainda mais barcos passem o nosso, mas vamos fazer o nosso melhor até o final’ até para tirar a expectativa delas em relação a ganhar ou perder, o que importava ali era fazer a regata por completo na melhor forma possível. Então o foco era caprichar.

Na perna seguinte o vento deu uma amainada e conseguimos içar a buja novamente, dando uma caçada extra na adriça! A velocidade melhorou assim como o equilíbrio entre as velas e começamos a alcançar o barco que estava em segundo até passar durante o jibe da montagem de boia em frente a Escola Naval. Perfeita manobra, as meninas receberam elogios e o incentivo já era de termos recuperado uma posição.

Agora no rumo à boia do MAC, tínhamos que pensar na corrente da maré vazando e nas rajadas traiçoeiras do Morro do Morcego logo adiante. Continuamos no capricho, ajustando as velas a cada pequena rondada e o São Joaquim seguiu galopando. Na aproximação de Niterói, logo antes da boia, conseguimos passar o J24.Foi uma alegria! Mas falei para conterem essa alegria, porque regata só termina quando acaba…depois da linha de chegada!

O rumo para a chegada, em frente ao CNC era de um contravento de um bordo só, de inicio naquela zona imprevisível de ventos do Morcego, mas justo numa condição menos favorável ao São Joaquim por ter uma bolina pequena e rolar um pouco no contravento. O J/24 já orçava bem mais e conseguiu um barlavento bom, ficando quase em paralelo ao nosso. Então decidimos botar o barco para andar em detrimento da orça, pois mais a frente o vento seria diferente. Assim que garantimos mais velocidade, deu para investir um pouco na orça e assim fomos controlando , o J/24 bem próximo a nós, mas viemos mantendo o nariz na dianteira até a chegada, com poucos metros entre nós e a segunda embarcação . “Agora sim , podemos comemorar” liberei a comemoração e depois finalmente relaxar! UFA! Foi bem legal!”

Projeto Grael promove colônia de férias de vela solidária

O Projeto Grael em Niterói promoverá, entre os dias 25 e 29 de julho, das 13h às 17h, a 1ª Colônia de Férias de Vela Solidária. São apenas 20 vagas para crianças a partir dos 10 anos e adolescentes até 15 anos. As inscrições já estão abertas e o custo total é de R$ 200 por pessoa. Toda a verba será destinada para ajudar o próprio instituto. O objetivo é multiplicar o conhecimento náutico e a metodologia hoje aplicada no Projeto, que é educar por meio do esporte. Esta é a primeira vez, ao longo de 13 anos de existência, que o Projeto Grael abrirá suas portas para o público em geral, e não apenas para estudantes de escola pública. Para se inscrever, é preciso saber nadar e levar um atestado médico.

Durante a colônia, as crianças terão aulas de vela em barcos da classe Dingue e Oceano, além de darem uma velejada no barco MV 25 – com capacidade para dez tripulantes – na Baía de Guanabara, entre as proximidades da Ilha dos Carecas e Pedra do Morcego, passando pelo Clube Naval Charitas. Em terra, as aulas de marcenaria contribuirão para a produção de uma miniatura de um barco. As atividades também serão compostas por gincanas, piqueniques à beira-mar e visita à Ilha dos Amores.

Todas as atividades foram desenvolvidas pelos próprios instrutores do Projeto Grael. Alguns deles já foram alunos e, hoje, são profissionais da área de Educação Física gabaritados para cada prática sugerida. Para subir a bordo de qualquer embarcação, é obrigatório o uso do colete salva-vidas, que será fornecido pelo Instituto.

Site oficial:www.projetograel.org.br

Por Mariane Thamsten, da Velassessoria

Projeto Grael forma alunos do 1º semestre e abre inscrições para dez cursos gratuitos na área náutica

Matrículas começam dia 18 de julho para dez oficinas

A formatura dos cerca de 300 alunos do primeiro semestre dos cursos oferecidos pelo Projeto Grael (www.projetograel.org.br), em Niterói, será tomada por uma festa caipira na próxima sexta-feira (15), às 14h, na sede do Instituto (Rua Carlos Ermelindo Marins 494 – Jurujuba). Antes da entrega dos certificados, os jovens se esbaldarão em brincadeiras como dança das cadeiras, pescaria, casamento na roça, além das variadas comidas típicas das festas do meio de ano. Somente neste primeiro semestre, cerca de 15 jovens das diferentes oficinas profissionalizantes, entre capotaria e mecânica, por exemplo, foram inseridos no mercado de trabalho.

As inscrições para o segundo semestre de 2011 serão abertas na segunda-feira (18) para os dez cursos gratuitos. As vagas são limitadas. As aulas começarão dia 8 de agosto, juntamente com o calendário escolar. As sete oficinas profissionalizantes e os cursos de Optimist e Dingue, além da natação de segurança para navegação, são destinados a crianças a partir de nove anos e jovens de até 24 anos que estejam cursando ou tenham concluído o ensino médio em escola pública. Desde que foi implantado, há 13 anos, o Projeto Grael já formou mais de 10 mil jovens da rede pública de ensino.

Para fazer a matrícula são necessários os seguintes documentos: atestado de matrícula ou de conclusão do Ensino Médio em escola pública; cópia da identidade ou da certidão de nascimento (para menores de 18 anos); cópia da carteira de identidade do responsável (para menores de 18 anos); cópia da carteira de identidade e do CPF (para maiores de 18 anos).As matrículas deverão ser feitas de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, na sede do Projeto Grael, na Avenida Carlos Ermelindo Marins, 494 – Jurujuba, Niterói/RJ. Mais informações: (21) 2711-9875 ou secretaria@projetograel.org.br.

Por Mariane Thamsten, da Velassessoria

Projeto Grael promove workshop gratuito sobre mudanças climáticas e energia solar

 Evento começa na próxima segunda, dia 04. Vagas são limitadas

O Projeto Grael, com o apoio do British Council, promoverá, entre os dias 04 e 06 de junho, um workshop aberto ao público com o tema “Mudanças Climáticas e Energia Solar”. O evento será realizado no Projeto Grael (Rua Carlos Ermelindo Marins 494 – Jurujuba, Niterói), entre 17h30 e 20h. A programação inclui palestras sobre os fundamentos do efeito estufa, o aquecimento global e suas causas e consequências em nosso cotidiano, com um apanhado sobre as energias renováveis e sua maior fonte, o sol.               

Em relação às energias renováveis, haverá uma vasta explicação sobre as várias possibilidades do uso da Energia Solar em painéis fotovoltaicos associados à rede elétrica nas edificações como uma nova fonte geradora de energia limpa e com maior eficiência. Axel Grael, engenheiro ambientalista e presidente do Projeto Grael, destaca que sol, vento, ondas e marés são cada vez mais identificados como alternativas viáveis de geração de energia limpa e em grande escala, forma a atender a crescente demandas de uma sociedade que procura a sustentabilidade. Para ele, esses elementos são íntimos da atividade náutica e poderão ser um poderoso instrumento de popularização destes conceitos e tecnologias.“Ciente disso, o Projeto Grael priorizou fazer destas tecnologias algo o mais presente possível no cotidiano de seus alunos. A primeira iniciativa foi produzir uma embarcação exclusivamente movida a energia solar: o “Peixe-Galo”.  Sediar um seminário sobre Mudancas Climáticas e Energia Solar no Projeto Grael é um desdobramento natural deste esforço e uma grande oportunidade de contribuir com a divulgação e consolidação desta alternativa. Bons ventos e muito sol para todos”, declara Axel.               

No workshop, os participantes poderão ainda conhecer o Peixe Galo, o barco movido a energia solar montado por alunos do Projeto Grael. As vagas são limitadas. Para se inscrever, é preciso enviar um e-mail para oficinasolar@gmail.com com nome, telefone e instituição a que pertence. “Nosso objetivo é levantar a discussão do tema sobre as mudanças climáticas, além de divulgar e esclarecer sobre a múltipla aplicabilidade e viabilidade do uso da energia solar fotovoltaica. Uma energia nobre, limpa e já tão disseminada em países como Alemanha e Japão, que possuem uma capacidade de produção muito inferior ao Brasil. Precisamos promover e debater sua disseminação por aqui também”, destacou Vinícius Palermo, Oceanógrafo e coordenador do projeto Águas Limpas do Projeto Grael.

Por Mariane Thamsten, da Velassessoria

Projeto Grael realiza palestra sobre “a física do barco a vela”

Evento gratuito conta com apoio da Federação de Vela do Estado do Rio de Janeiro e tem como objetivo integrar lazer e conhecimento

O Projeto Grael (www.projetograel.org.br) – instituição social criada pelos velejadores Torben, Lars Grael, Axel Grael e Marcelo Ferreira há 13 anos – abrirá suas portas para todos os interessados por vela e Física. No dia 26 (quinta-feira), às 19h30, o velejador e professor Nelson V. de Castro Faria dará a palestra “A Física do barco a vela”, uma proposta desenvolvida por ele para aproveitar o esporte para promover o interesse pela dinâmica, aerodinâmica e hidrodinâmica, por exemplo, utilizando o barco em si e os meios nos quais ele se move: a água e o ar

Na palestra, serão dados alguns exemplos de como, a partir de um conhecimento empírico e intuitivo (O que permite o barco velejar contra o vento? Como melhorar a eficiência do seu barco?), é possível desenvolver métodos e teorias, utilizando a sua experiência náutica como motivação. A exibição será dividida em três partes:

1.     Na primeira, a física é discutida como ciência da natureza;

2.     Já na segunda, exemplos óbvios serão apresentados sucintamente em diversos fenômenos que podem ser analisados, tais como formação de ventos (terral, viração etc.), correntes marítimas e grandes ventos, marés, cinemática, movimento relativo, entre outros.

3.     Por último, é explicado o funcionamento do barco a vela, como motivação para o estudo do movimento relativo, aerodinâmica e hidrodinâmica.

Saiba mais sobre o palestrante Nelson Velho de Castro Fari
Atualmente, ele é professor emérito da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), com Mestrado e Doutorado (Ph.D.) em Física na Universidade de Montreal (Canadá, em 1970). Realizou, e ainda realiza, pesquisas em Física Nuclear e Atômica, tendo no momento o título de Cientista do Nosso Estado (FAPERJ), além de acordos internacionais (CAPES-COFECUB, com a França e outros). Possui cerca de 80 publicações em revistas de circulação internaciona.

Foi diretor do Instituto de Física da Universidade Federal do Rio de Janeiro, entre 2006 e 2010. Na vela, participou de regatas em barcos como Percé (anos 1970), Traboule (anos 1980), Longueuil (anos 1985) e H3+ (anos 1990). Tri-Campeão do Mini-Circuito Rio nos anos áureos deste evento nos barcos Traboule e Longueuil. Já com seu H3+, venceu campeonatos como Circuito-Rio; Semana de Vela de Ilhabela; Santos – Rio; Circuito Angra; Circuito Bracuhy. Em seus barcos velejaram grandes nomes da Vela Brasileira como: Lars Grael, Marcos Soares, Gary Weisman (North USA), Clinio Freitas, Kiko Pellicano e Erik Schmidt.

Serviço:
Palestra: “A Física do barco a vela”
Palestrante: Nelson Velho de Castro Faria
Dia: 26 (quinta-feira)
Horário: 19h30
Local: Projeto Grael – Rua Carlos Ermelindo Marins 494 – Jurujuba, Niterói

Entrada franca (confirmação no e-mail secretaria@projetograel.org.br)

Estacionamento para 20 carros no local (Estacionamento no Clube Naval Charitas)
Disponibilidade para desembarque no píer do Projeto Grael para embarcações com calado de até 1 metro, na maré baixa

Por Marianne Thamsten, da Velassessoria

%d blogueiros gostam disto: