Pular para o conteúdo

Posts com Tag ‘Team Mapfre’

Amanhã é dia de regata de porto em Lisboa, na VOR. Martine confirmada no AkzoNobel.

Captura de Tela 2017-11-02 às 16.11.38

A primeira in-port desta edição da VOR foi vencida pelo MAPFRE, em Alicante.

A regata Mirpuri Foundation In-Port Race está marcada para esta sexta-feira (3), em Lisboa, Portugal. A prova entre bóias será a segunda da Volvo Ocean Race e ocorre a partir de 11h50 (Horário de Brasília) com transmissão ao vivo pelos canais oficiais da regata de volta ao mundo.

A prova deve durar no máximo 60 minutos e não vale pontos para a classificação geral, apenas em caso de desempate, no final. A primeira regata in-port foi vencida pelo MAPFRE, em outubro desde ano, na cidade de Alicante, na Espanha.

A previsão é de ventos do sudoeste de 10 a 15 nós em Lisboa.

O Brasil terá pelo menos um tripulante nessa regata, que antecede a largada da Etapa 2, neste domingo (5), Martine Grael foi confirmada pelo team AkzoNobel para participar da prova. Outra novidade é a volta do navegador Jules Salter ao time. E espera-se o anúncio de mais reforços depois da crise deflagrada dias antes da largada no mês passado.

Veja a escalação para a Mirpuri Foundation In-Port Race

Dongfeng Race Team
Skipper – Charles Caudrelier
Pascal Bidégorry
Stuart Bannatyne
Jérémie Beyou
Daryl Wislang
Marie Riou
Carolijn Brouwer
Jackson Bouttell
Jinhao Chen

team AkzoNobel
Skipper – Simeon Tienpont
Jules Salter
Ross Monson
Brad Farrand
Nicolai Sehested
Emily Nagel
Martine Grael
Luke Molloy

Team Brunel 
Skipper – Bouwe Bekking
Andrew Cape
Carlo Huisman
Alberto Bolzan
Kyle Langford
Maciel Cicchetti
Peter Burling
Annie Lush
Abby Ehler

Team Sun Hung Kai/Scallywag 
Skipper- David Witt
Steve Hayles
Alex Gough
Annemieka Bes
Benjamin Piggott
John Fisher
Luke Parkinson
Tom Clout

Turn the Tide on Plastic
Skipper – Dee Caffari
Nico Lunven
Martin Strömberg
Liz Wardley
Annalise Murphy
Francesca Clapcich
Bianca Cook
Lucas Chapman
Henry Bomby
Frederico Melo

Vestas 11th Hour Racing
Skipper – Charlie Enright
Simon Fisher
Mark Towill
Damian Foxall
Nick Dana
Tom Johnson
Tony Mutter
Stacey Jackson
Hannah Diamond

MAPFRE 
Skipper – Xabi Fernández
Juan Vila
Pablo Arrarte
Rob Greenhalgh
Antonio “Ñeti” Cuervas-Mons
Blair Tuke
Willy Altadill
Sophie Ciszek
Tamara Echegoyen

Assista ao vivo no site

Acesse www.volvooceanrace.com para assistir em livestreaming.

Na vice liderança e chegando, Bochecha fala sobre dificuldades da Volvo Ocean Race

Bochecha é um dos timoneiros do espanhol MAPFRE na VOR 2014/15. Mandando muito bem!

Bochecha é um dos timoneiros do espanhol MAPFRE na VOR 2014/15. Mandando muito bem!

O brasileiro André ‘Bochecha’ Fonseca, único velejador brasuca a ‘navigaire’ nesta edição da Volvo Ocean Race, tirou uns minutos de seu descanso a bordo do MAPFRE para falar sobre a dificuldade da primeira etapa entre a Espanha e a África do Sul.   “Estamos fazendo muitas manobras e mudanças de vela. Esses procedimentos cansam os velejadores. As condições dos últimos dias foram difíceis até para comer”, disse Bochecha.

Depois de uma semana com os sete barcos navegando muito próximos, a flotilha começou a se separar na passagem por Cabo Verde. “Em um ou dois dias vamos ver os resultados das nossa decisões. Na manhã deste domingo (19) conseguimos avançar bastante. Velejamos rápido”, comemorou “Bucha”.

O MAPFRE estava em segundo lugar, de acordo com a última atualização da Volvo Ocean Race às 19h56 (21:56UTC). A diferença para o líder Dongfeng era de apenas 7 milhas. Já foi muito mais… Sobre o Team Vestas, terceiro colocado, a frente é de só 5 milhas náuticas. Dureza!!

Na sequência da tabela aparecem: Abu Dhabi (4º), Team Brunel (5º), Team Alvimedica (6º) e Team SCA (7º).

A primeira perna da VOR deve durar mais de 23 dias e vem rumo a território nacional. Os barcos serão obrigados a passar por um portão imaginário (waypoints) próximo a Fernando de Noronha antes de rumar para a Cidade do Cabo. A chapa tá esquentando!!

Fui!!

Murillo Novaes (Flávio Perez/VOR)

 

48 horas para a partida! André ‘Bochecha’ Fonseca leva o Brasil na Volvo Ocean Race

O time do Mapfre, que tem  a nossa torcida por conta do brasileiro André 'Bochecha' Fonseca

O time do Mapfre, que tem a nossa torcida por conta do brasileiro André ‘Bochecha’ Fonseca

André ‘Bochecha’ Fonseca terá a missão de representar o Brasil na Volvo Ocean Race 2014-15. O catarinense integra o time espanhol do MAPFRE sendo único atleta do País que irá navegar. Por isso, faltando menos de 48 horas para a largada da regata, o velejador se prepara psicologicamente e fisicamente para o primeiro desafio, que será de aproximadamente 12 mil quilômetros entre Alicante, na Espanha, e a Cidade do Cabo, na África do Sul. “Vou levar uma bandeira do Brasil sempre comigo no barco”, disse André ‘Bochecha’ Fonseca. “Fico feliz por manter essa tradição das últimas edições de sempre ter um velejador brasileiro competindo. É importante para o desenvolvimento da modalidade”.

Focado no desafio, André ‘Bochecha’ Fonseca fará basicamente duas funções a bordo. A de timoneiro, aquele que conduz a embarcação, e a de chefe de turno. Durante as travessias, os velejadores se revezam em grupos.

“Fui convidado para ser um dos timoneiros do barco e também chefe de turno em algumas etapas. Primeiro quero me concentrar no timão, ser rápido quando estiver operando e suprir a expectativa da minha equipe. O chefe de turno precisa ter experiência, saber o que irá acontecer nos próximas horas, tentar antecipar uma mudança das condições climáticas naquele momento e definir as novas velas a serem usadas nesta ocasião”.

O atleta tem experiência de sobra para fazer bonito e ser campeão. Assim como os espanhóis, que acabaram perdendo a edição anterior nas regatas finais, e agora querem recuperar o prejuízo. “Nós entramos para ganhar. O MAPFRE tem uma tripulação muito forte e agora depende de nós. O novo barco dá igualdade de condições às equipes. Vence quem tiver a melhor tática e velejador bem”.

O currículo de Bochecha é extenso na modalidade com participações em Olimpíadas, Mundiais e regatas oceânicas pelo mundo. Foram duas campanhas na Volvo Ocean Race. Em 2005-06, o velejador esteve no inédito barco Brasil 1. Anos depois, em 2008-09, fez parte do holandês Delta Lloyd.

Brasileiro treinador

Outro brasileiro na Volvo Ocean Race é Joca Signorini. Após três participações seguidas como velejador, ele resolveu aceitar o desafio de ser treinador do time 100% feminino na regata, o Team SCA.

“O desafio no Team SCA é muito grande! Posso ver a competição com outra perspectiva. Mesmo assim, eu ainda estou na ativa na vela oceânica competindo em outras categorias. Não vou me aposentar como velejador”, disse Joca Signorini.

Como treinador, Joca Signorini tenta passar toda a experiência adquirida nas últimas três regatas de Volta ao Mundo às meninas. “No inicio do projeto, grande parte do meu trabalho foi estruturar a equipe para selecionar e treinar adequadamente as velejadoras. Montamos nossa base de treinos em Lanzarote, na Espanha, e compramos um modelo antigo de barco como a plataforma de treinos. Estou confiante”, disse.

Joca Signorini também esteve no Brasil 1 em 2005-06 ao lado de André ‘Bochecha’ Fonseca. Em 2008-09, integrou o Ericsson 4 e se tornou campeão da Volvo Ocean Race com Torben Grael no comando. Na temporada seguinte, em 2011-12, fez parte do espanhol Telefónica.

Por Flavio Perez

VOR: Confira uma entrevista com André ‘Bochecha’ Fonseca antes da inport de Alicante

Erro!

%d blogueiros gostam disto: